O que fazer em Bonito MS: Roteiro de Viagem e 10 Melhores Passeios

23

Procurando dicas de Bonito? Nesse guia rápido vamos falar um pouco sobre qual a melhor época, o que fazer em Bonito, um roteiro completo e onde ficar na cidade.

Será que Bonito vale a pena?

Bonito é um dos lugares para viajar mais incríveis do Brasil e está entre aqueles lugares que todo mundo sonha em conhecer. Conosco não foi diferente. E o lugar não entrou na lista de desejos de viagem à toa. Depois de visitarmos Bonito, descobrimos que a fama é totalmente justificável.

A infraestrutura de turismo é perfeita, seja através dos pacotes de viagem, dos passeios, das agências de turismo (receptivos) locais, das pousadas e hotéis e da própria cidade de Bonito.

É caro?

Tanta qualidade tem seu preço. Visitar Bonito não é dos passeios mais baratos, mas vale cada centavo gasto. Nada daquele lugar que você paga e depois se arrepende. De qualquer forma, sempre é possível economizar fazendo boas escolhas de hospedagem e escolhendo os melhores passeios.

De qualquer forma, em Bonito você gasta e ainda fica querendo voltar. Pelo menos foi o que aconteceu conosco. Mas vamos às nossas dicas de viagem, para você pensar e planejar sua viagem para lá.

O que fazer em Bonito/MS – Roteiro de Viagem Completo e Top 10 Melhores Passeios

Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar, O Que Fazer em Bonito e Roteiro de Viagem Completo

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar

Nesse artigo você vai saber:

Porque Conhecer

5 Razões para Visitar Bonito

  • Sabe aquele livro “1000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer”, da Patrícia Schultz? Pois é, os rios de Bonito estão entre os 1000 lugares que você precisa conhecer. Bonito não está só entre os lugares mais bonitos do Brasil, mas também do mundo.
  • Quem conhece o Guia Quatro Rodas Brasil sabe que a publicação identifica algumas poucas atrações 5 estrelas no país. Três delas estão entre as opções de o que fazer em Bonito: a Flutuação no Rio da Prata, a Flutuação no Rio Sucuri e o Abismo Anhumas.

Melhor Destino de Turismo Responsável

  • Em novembro de 2013, Bonito foi eleita o melhor destino de turismo responsável no mundo pelo World Responsible Tourism Awards. Isso significa que mesmo tendo se tornado um dos destinos turísticos mais cobiçados e visitados do país, os lugares permanecem muito bem preservados. Em todos os passeios, os visitantes são acompanhados por guias locais, que garantem a perfeita utilização e preservação da natureza.
  • Você curte nadar de snorkel ou fazer mergulhos? Bonito é o lugar certo para você. As águas de lugares como o Rio da Prata e o Rio Sucuri possuem um grau de visibilidade incrível, devido ao calcário encontrado em suas águas.
  • Se você curte cachoeiras e passeios de aventura, Bonito também é seu lugar. São inúmeras opções emocionantes como rapel, bicicleta, rafting, canoagem, bóia-cross e stand-up paddle.

Como Chegar

Para chegar em Bonito, existem duas opções.

  • Existem vôos diretamente para Bonito saindo de São Paulo (Viracopos), somente às quartas e domingos pela companhia Azul. Mas esses vôos podem sair um pouco mais caro, pelo menos para as opções que atendiam nossas necessidades. Mas pesquisando bem, é possível encontrar vôos com tarifas mais convidativas, especialmente para a baixa temporada.
  • A opção que mais me pareceu em conta na nossa viagem em março, foi comprar uma passagem aérea para Campo Grande e de lá pegar um transfer para Bonito. Encontramos a passagem aérea para Campo Grande por R$ 200,00 ida e volta, por pessoa.

Transfer de Campo Grande para Bonito

  • Fechamos o transfer de Campo Grande para Bonito com a Vanzella Transportes. A empresa trabalha com 3 horários diários: às 9h30, 14h30 e 16h. O custo é de R$ 80,00 por trecho, ou R$ 160,00 ida e volta, e o pagamento pode ser realizado em 3 vezes sem juros.
  • Na ida, o transporte foi desconfortável e demorado: a viagem demorou mais de 4 horas (sem contar o tempo de espera no aeroporto), em uma van apertada e o banco em que sentei sacolejava bastante. Na volta, voltamos em um microônibus, a viagem foi bem mais tranquila e com mais espaço. Procure se certificar qual o veículo antes de fechar o transfer, se for possível.
  • Além disso, tivemos que esperar ainda mais 3 horas no aeroporto de Campo Grande até o horário de nosso vôo (totalizando uma viagem de quase 10 horas de Bonito até São Paulo).
  • No total, passagem GRU/CGR + transporte local (R$ 360,00), ainda assim o custo ficou mais barato do que o vôo direto para Bonito, que não saía por menos de R$ 1.000,00. Mas pesquise bem, em outras datas encontramos o vôo direto para Bonito mais barato.
  • Conclusão: só cogite ir por Campo Grande se a diferença de preço entre a vôo direto para Bonito for bem significativa, já que a viagem torna-se mais demorada e cansativa.

Quando Ir (Melhor Época)

  • Os meses mais quentes são setembro e outubro, conforme dados do FIBGE. Mas no inverno (meses de junho a agosto) as temperaturas não chegam a ser inferiores a 20 graus.
  • Mas a característica principal da região são os invernos mais secos e os verões mais chuvosos.
  • A chuva de verão aumenta o nível de água dos rios e se por um lado torna as cachoeiras mais caudalosas, torna as águas menos cristalinas. No nosso passeio para a Estação Mimosa (foto), por exemplo, a cor da água perdeu o tom esverdeado.
  • No inverno, a visibilidade dos rios torna-se ainda maior. O sol também colabora na visibilidade e na beleza das flutuações. A temperatura da água é constante, não importa a época do ano.
  • No inverno, em função do clima seco,  podem haver queimadas, que afugentam os animais da região.

Melhor Época para Passeios

  • Alguns passeios não funcionam em determinada época do ano. A Lagoa Misteriosa, por exemplo, fica fechada de outubro a abril, devido a proliferação de algas.
  • Em dezembro e janeiro, o sol bate nas águas da Gruta da Lagoa Azul, tornando as cores da lagoa ainda mais incríveis.

Onde Ficar em Bonito

Ficamos no Hotel Pousada Águas de Bonito, que está entre os melhores avaliados do TripAdvisor e também ganhou o Certificado de Excelência em 2013, desse mesmo site.

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
O Hotel Pousada Águas de Bonito foi nossa opção de hospedagem: excelente infraestrutura
  • O Águas de Bonito é um dos poucos hotéis da região que oferecem chá da tarde, a merenda pantaneira. Ela é servida todos os dias das 17h às 18h30 (achamos excelente chegar dos passeios e contar com um lanche no final da tarde).
  • Se você procura uma opção de hospedagem mais econômica, a Pousada Gira Sol pode ser uma boa opção. Extremamente bem localizada e avaliada como Fantástica pelo público do Booking.com, a pousada tem uma diária mais barata.
  • Para quem quer economizar ainda mais, o Che Lagarto Hostel Bonito oferece quartos privativos por menos de R$ 100,00. A estrutura é mais simples, obviamente, ideal para quem quer economizar mesmo.
  • Pesquise essa e outras opções de hospedagem no Booking.com. Caso você efetue a reserva por esse link, estará colaborando com o trabalho do nosso blog e não paga nada a mais por isso.

O QUE FAZER EM BONITO

Montar os passeios em Bonito pode ser uma das tarefas mais trabalhosas de sua viagem. Há muito o que fazer por lá.

O essencial é que se façam as flutuações nos rios, e pelo menos duas delas são imperdíveis: as flutuações no Rio da Prata e no Rio Sucuri. Mas existem muitas outras.

Uma de nossas preocupações sempre foi a organização de o que fazer em Bonito e de como se locomover por lá. A melhor maneira de circular é de carro, já que quando você fecha os passeios, o transporte não está incluído. Para quem viaja sem carro e/ou não quer dirigir, as agências oferecem transporte ao custo médio de R$ 40,00 por passeio.

Em cada hotel existe uma estrutura para agendar os passeios para você.

Como Agendar os Passeios

  • Escolhemos os serviços da uma agência receptiva, é quase inevitável por lá. Procure no hotel em que você estiver hospedado. A nossa foi a Águas Turismo, vinculada ao Hotel e Pousada Águas de Bonito, onde ficamos hospedados.
  • Eles irão agendar as entradas nos destinos e providenciar os transfers, se necessário. Os preços para os passeios são tabelados, não é necessário pesquisar. Para os transfers, pode haver diferença.

Mesmo que você vá com seu próprio carro (é o ideal, já que os transfers podem ser um pouco caros), ainda assim é preciso agendar os passeios. Em feriados e na alta temporada, por exemplo, as vagas podem se esgotar com bastante antecedência. 

  • Passeios concorridos como a flutuação no Rio da Prata e a Gruta do Lago Azul (especialmente nos meses de dezembro e janeiro) são os que mais requerem agendamento. Em outros, é possível chegar no local sem agendamento. Mas você pode correr o risco de chegar lá e não haver disponibilidade ou ter que aguardar algum tempo até conseguir fazer.
  • Os trajetos são extensos, algumas vezes em estrada de terra, então melhor não arriscar, na minha opinião. Deixar tudo planejado é garantia de evitar tempo perdido.

Quantos dias

A maior parte das pessoas que vai até Bonito alternam entre 2 opções:

  • 4 ou 5 dias: opção ideal para um feriado prolongado, permite dar uma boa relaxada e curtir alguns passeios interessantes em Bonito
  • 7 dias: opção para quem está de férias ou tem um pouco mais flexibidade, acho mais aconselhável para poder explorar mais a região, que é cheia de possibilidades

Roteiro de Viagem em Bonito

A seguir, vamos identificar os passeios que fizemos. Esse foi o nosso roteiro em Bonito.

Dia 1: Chegada em Bonito e Bóia Cross
Dia 2: Gruta do Lago Azul, Grutas de São Miguel e Porto da Ilha
Dia 3: Nascente do Rio Sucuri e Estação Mimosa
Dia 4: Rio de Prata e Buraco das Araras

É importante saber, na hora de montar o roteiro, que é possível fazer de 2 a 4 passeios por dia, dependendo do passeio e da disposição do visitante. Portanto, identificamos para cada passeio o tempo recomendado, assim dá para montar o roteiro.

1 – Flutuação no Rio da Prata

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
A flutuação é um dos passeios imperdíveis em Bonito

Para mim, fazer uma flutuação é o passeio mais imperdível em Bonito. Quando se fala de o que fazer em Bonito, em geral é nisso que você pensa: ficar flutuando num rio de águas cristalinas, observando lindos peixes e com um ótimo contato com a natureza. E é isso que na flutuação no Rio da Prata você irá encontrar.

O rio é incrível e os peixes lindos de se ver e acompanhar. O rio se modifica em alguns trechos, em um deles pegamos uma corredeira, o que garantiu mais adrenalina. Outro trecho interessante é o do vulcão, um trecho onde a água brota do fundo do rio, provocando um curioso fenômeno natural.

O trajeto de flutuação é extenso (2km), dura cerca de 1h30 (só no rio, excluindo o tempo de chegada até o rio e preparação), então é suficiente para aproveitar muito bem a sensação e relaxar para caramba. No nosso caso, tirar muitas fotos e registrar muitos vídeos.

Dicas Práticas

Quanto tempo: 4 a 5 horas
Quanto custa: R$ 168,00 na baixa estação e R$ 198,00 na alta estação (almoço incluído). O transfer pode custar cerca de R$ 60,00 por pessoa (quanto maior o grupo, mais barato fica).
Como chegar: a flutuação não fica em Bonito, mas na cidade vizinha de Jardim. São 50 km do centro de Bonito. Consulte o site do Rio da Prata para informações como chegar. Se você não está de carro, é necessário providenciar um transfer junto a agência receptiva.
O que dá para fazer no mesmo dia: o passeio até o Buraco das Araras é próximo, e como é mais rápido, combina bem com a flutuação que é mais demorada e pode ser um pouco cansativa. Outro passeio próximo é o da Lagoa Misteriosa, mas eu não aconselho fazer dois passeios de mergulho no mesmo dia.
O que evitar: não é permitido passar protetor solar e repelente, para preservar a nascente do rio onde será realizada a flutuação. Esse é o tipo de passeio que requer planejamento, não vá sem agendamento prévio pois você pode perder a viagem.

Sugerimos a leitura:  Flutuação no Rio da Prata


2 – Flutuação na Nascente do Rio Sucuri

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
Flutuação no Rio Sucuri: o destaque é a linda vegetação nas águas do rio

Pode parecer redundância, mas acredite. Uma flutuação só é pouco para se fazer em Bonito. Eu gostaria de ter feito pelo menos mais duas, mas só deu mesmo para fazer o Rio da Prata e o Rio Sucuri.

A diferença em relação ao Rio da Prata é que a vegetação no Sucuri é muito bonita, são várias plantas aquáticas no caminho, o que deixa a flutuação uma experiência ainda mais relaxante. 

Uma desvantagem em relação ao Rio da Prata é que não vimos aqui tantos peixes (na nossa flutuação no Rio Sucuri, eles ficaram mais concentrados no início e no fim do mergulho, onde se encontram os decks de apoio). Mas as águas são tão cristalinas como as do Rio da Prata e a experiência é igualmente fantástica.

O almoço e a estrutura da Fazenda São Geraldo, onde fica o rio Sucuri, são impecáveis.

Dicas Práticas

Quanto tempo: 3 a 4 horas
Quanto custa: R$ 145,00 na baixa estação e R$ 168,10 na alta estação (almoço incluído). O transfer pode custar cerca de R$ 40,00 por pessoa.
Como chegar: a Fazenda São Geraldo fica a 18km do centro de Bonito. Se você não está de carro, é necessário providenciar um transfer junto a agência receptiva.
O que dá para fazer no mesmo dia: o mais próximo é fazer a Praia da Figueira, mas outras opções são o Balneário Municipal de Bonito ou o Bóia Cross do Hotel Cabanas.
O que evitar: não deixe para almoçar em outro lugar, o almoço no Rio Sucuri é um dos melhores da região.


3 – Estância Mimosa

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
As cachoeiras da Estância Mimosa são outro passeio imperdível em Bonito

Fazer uma trilha pelas cachoeiras da Estância Mimosa é uma das coisas mais legais para se fazer em Bonito. Esse circuito percorre 8 cachoeiras, que proporcionam diferentes experiências. O percurso é bem agradável, com trilhas suspensas e alguns mirantes. O roteiro é feito com o acompanhamento de um guia, o que ajuda tanto na locomoção como na indicação dos principais atrativos de cada cachoeira.

Infelizmente, nós pegamos as águas bem turvas, em função das chuvas do período. Mesmo assim achamos o passeio incrível, fico imaginando se tivéssemos conferido o visual com as águas bem verdes e transparentes, como é o normal de lá. 

Pronto, já aumentei uma coisa para fazer numa segunda vez em Bonito: retornar à Estância Mimosa.

A estrutura da fazenda também é muito boa, com almoço, chá da tarde e bons espaços para ficar descansando. Logo na chegada os visitantes podem chegar bem pertinho de um jacaré que vive numa lagoa da fazenda. Só dá um pouco de medo chegar muito perto.

Dicas Práticas

Quanto tempo: 3 a 4 horas
Quanto custa: R$ 116,00 na baixa estação e R$ 132,00 na alta estação (almoço incluído). O transfer pode custar cerca de R$ 40,00 por pessoa.
Como chegar: a Estância Mimosa fica a 24km do centro de Bonito. Consulte o site da Estância Mimosa para maiores informações. Se você não está de carro, é necessário providenciar um transfer junto a agência receptiva.
O que dá para fazer no mesmo dia: um pouco além da Estância Mimosa estão as flutuações na Nascente Azul e Rio do Peixe ou a Ceita Curê
O que evitar: a visita fica um pouco menos bela na época das chuvas, quando as águas não ficam verdes e transparentes, mas a experiência das cachoeiras ainda assim é incrível.

Quer saber mais sobre as cachoeiras da Estância Mimosa? Clique no link


4 – Gruta do Lago Azul

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
A Gruta do Lago Azul é um dos cartões postais de Bonito

A Gruta do Lago Azul é um dos cartões postais de Bonito, portanto também é uma visita quase imprescindível. A experiência começa no alto, inclui uma caminhada por alguns degraus para dentro da gruta e a pausa final para fotos na plataforma mais próxima de suas águas incrivelmente azuladas. O visual é bem diferente e o espaço é gigante, pelas fotografias creio que não conseguirei dar a exata dimensão do lugar.

O difícil mesmo foi fotografar essa beleza. Por causa de uma chuvinha, a luminosidade estava péssima e a a gruta é visualizada melhor pelo período da manhã e através dos raios de sol. Entre dezembro e janeiro, a luz deixa o lugar ainda mais incrível. Com tempo nublado, para conseguir registrar essa foto, tive que aumentar o tempo de exposição e apoiá-la numa pedra. 

Fotos nossas ficaram ainda mais difíceis, mas nossa simpática guia se ofereceu para tentar registrar nossos retratos. Por questão de segurança, é necessário o uso de sapatos (evite os mais escorregadios) e capacetes.

Dicas Práticas

Quanto tempo: 2 a 3 horas
Quanto custa: R$ 45,00 na baixa estação e R$ 60,00 na alta estação (almoço incluído). O transfer pode custar cerca de R$ 40,00 por pessoa.
Como chegar: 22km do centro de Bonito. Se você não está de carro, é necessário providenciar um transfer junto a agência receptiva.
O que dá para fazer no mesmo dia: próximos estão as Grutas de São Miguel e o Abismo Anhumas. A Estância Mimosa também fica para essa direção, mas um pouco mais distante.
O que evitar: em dias de chuva, a descida em degraus fica muito escorregadia, tanto que conforme as condições climáticas, os passeios são cancelados. Prefira ir num dia claro, o tom azulado das águas depende de luminosidade: quanto maior, melhor.


5 – Projeto Jibóia

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
Tem coragem para encarar essas jibóias em Bonito?

Cleber, eu e a jibóia, que adorou circular pelo meu rosto

Para quem tem medo de cobras, pode ser uma grande aflição. Por isso, visitar o Projeto Jibóia começa com um palestra instrutiva sobre porque as cobras não são tão perigosas como imaginávamos. Na realidade, elas só atacam quando ameaçadas.

Ao final de uma palestra, você não vai ficar com tanto medo ou nojo da serpente e vai até querer tirar uma foto com ela. E prepare-se, a fila é grande.

Infelizmente o Henrique (idealizador do projeto) estava viajando, mas tivemos a palestra com uma funcionária muito simpática e atenciosa (esqueci de anotar o nome dela). Ela contou um pouco a sua história pessoal, sua relação com as cobras e depois começou o trabalho de desmistificação da platéia em relação ao animal.

Durante a palestra, ela carrega uma jibóia nos ombros (foto). O curioso é que, diante de nós, a jibóia começou a trocar a sua pele e teve que ser trocada.

Mas é tudo bem tranquilo e a palestra inspira bastante confiança. Tanta confiança que em outras circunstâncias eu nunca teria deixado a serpente usar e abusar de mim dessa forma. Acho que ela gostou da minha barba e queria se alisar o tempo inteiro no meu rosto. Apesar de eu estar tranquilo, o processo dá um pouco de aflição, preferia ter só pegado ela como todo mundo. rs.

Visitar o Projeto Jibóia e tirar a sua selfie com uma jibóia é com certeza um programa imperdível para fazer em Bonito.

Dicas Práticas

Quanto tempo: 2 a 3 horas, incluídos a palestra e o tempo de espera para tirar a foto
Quanto custa: R$ 35,00 por pessoa.
Como chegar: distante umas 6 quadras do Taboa, numa travessa da rua principal de Bonito.
O que evitar: a palestra ocorre diariamente às 19h. Embora não seja necessário reservar, evite chegar em cima da hora, pois as senhas para tirar a foto são distribuídas por ordem de chegada. Caso você pegue um número alto, vai ter que esperar bastante. Cada pessoa leva cerca de 5 minutos para tirar a foto e o pessoal do projeto não apressa as coisas, deixando a gente bem à vontade para tirar quantas fotos quisermos.


6 – Grutas de São Miguel

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
Circular pelas grutas de Bonito é outro programa bem legal no destino: as Grutas de São Miguel são incríveis

Uma experiência bem diferente que você pode fazer em Bonito é visitar um caverna. Se a visita à Gruta do Lago Azul destaca-se mesmo pelo belo lago de cor azulada, aqui o destaque é observar as belas construções geológicas (estalactites e estalagmites, por exemplo) formadas através do tempo.

A visita é guiada e nela você percorre algumas galerias da Gruta de São Miguel. Os cenários são incríveis e cinematográficos. É como se você estivesse pisando em outro planeta. Como o lugar é todo fechado, mesmo com chuva o passeio não é prejudicado.

Quanto tempo: 2 horas, incluídos o tempo de espera, vídeo explicativo, trilha interpretativa e a visita guiada
Quanto custa: R$ 45,00 por pessoa, sem transporte.  Como chegar: 18 km do centro de Bonito, no mesmo caminho para a Gruta do Lago Azul e Abismo Anhumas
O que dá para fazer no mesmo dia: por conta da proximidade, fizemos no mesmo dia da Gruta do Lago Azul. Como os dois passeios são rápidos, é possível encaixar mais alguma coisa para fazer à tarde.
O que evitar: não leve muitos pertences durante o passeio (bolsas não são permitidas) e é preciso usar calçado com solado de borracha, para não escorregar.

Quer saber mais como é o passeio das Grutas de São Miguel em Bonito?


7 – Eco Park Porto da Ilha

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
Atividades de stand-up e passeios de bote (duck) são programas bem divertidos no Eco Park Porto da Ilha

Em meio às aguas esverdeadas, passarelas suspensas e alguns saltos de água, o passeio até o Eco Park Porto da Ilha permite uma outra experiência em Bonito. O mais famoso passeio é o de bote pelo Rio Formoso, mas optamos por um Stand Up Paddle e um passeio de Duck.

O SUP – Stand Up Paddle todo mundo conhece e já virou moda. Para quem nunca tinha feito, como eu, as águas tranquilas do Rio Formoso foram perfeitas para aprender. O instrutor foi excelente (todas as atividades são acompanhadas de funcionários do parque) e me ajudou muito nessa minha primeira vez.

Em post específico, vou contar minha jornada para conseguir ficar em pé na prancha. Para quem já pratica SUP, talvez seja um pouco tranquilo demais.

Em relação ao Passeio de Duck, uma espécie de caiaque inflável, honestamente não gostamos. A gente se estressou mais do que se divertiu, tentando controlar o negócio.

Como o bote é muito leve, qualquer remada mais forte e você sai girando. Resultado, a gente praticamente não saía do lugar. rs. Mas pode ser trapalhada nossa mesmo. Os instrutores até foram bem pacientes, mas eu e o Cleber ficamos brigando no Duck o tempo inteiro para controlar as remadas.

Acho que teríamos gostado mais do passeio de bote. Mas pelo menos os momentos de queda nas cachoeiras com o Duck foram para lá de emocionantes. Depois contamos mais em post específico sobre o Eco Park.

Além do Stand Up Paddle, do Duck e do passeio de Bote, o Eco Park também oferece Slack Line e Bóia Cross.

Quanto tempo: 2 horas ou o dia inteiro
Quanto custa: R$ 185,00 para o combo completo e inclui almoço. Somente o Day Use no parque custa R$ 30,00 e os preços vão aumentando conforme as combinações de atividades. O transfer pode custar cerca de R$ 60,00 por pessoa.
Como chegar: o Eco Park fica na Rodovia do Turismo Rio Formoso, km 13.
O que dá para fazer no mesmo dia: se você quiser fazer todas as atividades do combo, reserve um dia inteiro. Caso não tenha tempo, nós visitamos o parque no mesmo dia em que visitamos as Grutas do Lago Azul e São Miguel.
O que evitar: eu não recomendaria o Duck, mas no TripAdvisor as avaliações são positivas e veja também relato no blog Felipe Pequeno Viajante, então vale conferir e depois me conte como foi. Leve câmera subaquática ou então compre as fotos que o pessoal do Eco Park tira das atividades. A foto ao lado foi tirada pela equipe do parque.


8 – Bóia Cross do Hotel Cabanas

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
Muita adrenalina no bóia cross do Hotel Cabanas

Para mim que não sei nadar, a cada explicação dos guias durante o trajeto até o Rio Formoso, era motivo para maior apreensão. Uma dessas explicações é de que em uma das quedas, não obstante estarmos em uma bóia, a bóia iria virar.

Por isso nos preparamos bem. Levamos duas câmeras aquáticas e nos certificamos de prendê-las nos coletes salva-vidas (uso obrigatório). Existem vários relatos de câmeras perdidas pelo caminho.

O percurso passa por 3 cachoeiras e 3 corredeiras, mas somos durante todo o tempo acompanhados pelos guias do Hotel Cabanas, responsável pelo passeio.  Esse acompanhamento é essencial, já que em alguns trechos você pode virar ou encalhar (e isso acontece mesmo).

Quanto tempo: 2 horas
Quanto custa: R$ 60,00
Como chegar: É uma das atrações mais próximas de Bonito, apenas a 200 metros da rodovia MS-382 que conecta Guia Lopes a Bonito. Mais informações, clique aqui.
O que dá para fazer no mesmo dia: como o Hotel Cabanas fica próximo do centro e o passeio é relativamente rápido, dá para encaixar em qualquer dia do roteiro. Nós fizemos no nosso dia de chegada. O objetivo era relaxar, mas foi adrenalina pura.
O que evitar: Tomar cuidado com as câmeras fotográficas durante o percurso, a bóia pode virar algumas vezes e é preciso segurar nela, por isso você deve estar com as mãos livres. Mas mesmo assim dá para levar as câmeras, levamos duas e no final ainda conferimos as fotos tiradas pelo pessoal do Hotel Cabanas, que ilustram essa parte da matéria.


9 – Buraco das Araras

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
O Buraco das Araras é uma oportunidade de encontrar as araras em seu habitat natural

O Buraco das Araras é uma formação conhecida como dolina. O processo se forma pela dissolução do calcário pela água, até serem formadas galerias subterrâneas. Com o tempo, essas galerias se romperam e formaram o buraco que visualizamos hoje.

A dolina tem 500 metros de circunferência e 100 metros de profundidade. Nosso passeio percorre toda a circunferência da dolina, acompanhado de um guia que vai dando explicações sobre o local. Lá em baixo é possível avistar alguns animais, como jacarés-de-papo amarelo vivendo em um lago.

Mas a atração mesmo do lugar é ter a sorte de avistar o vôo das araras, que andam sempre em casais. Elas saem pela manhã em busca de alimento e retornam no final da tarde.

O melhor horário para ver as araras é pela manhã bem cedo ou no final da tarde. O pior horário parece ser o horário do almoço, principalmente se o sol estiver forte, pois as araras irão buscar abrigo na sombra, em buracos nos paredões das dolinas. A melhor época para visita é na primavera.

Quanto tempo: 1 hora
Quanto custa: R$ 48,00
Como chegar: Situado no município de Jardim, vizinho à Bonito, o Buraco das Araras fica próximo ao Rio da Prata e à Lagoa Misteriosa, na BR-267.
O que dá para fazer no mesmo dia: nós optamos por visitá-lo após a flutuação do Rio Prata, em virtude da proximidade.
O que evitar: visitar fora dos melhores horários (manhã bem cedo e final de tarde), pois você pode acabar não vendo as araras.


10 – Praça da Liberdade

O que fazer em Bonito MS: Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar
A escultura dos piraputangas fica na Praça da Liberdade, no centro de Bonito

É um programa básico para fazer em Bonito. Na praça, há uma placa contando a história de Bonito, desde quando era uma fazenda até a emancipação política.

Mas o destaque mesmo fica para a escultura de 8 metros, de 2 piraputangas, peixe facilmente encontrado na região.

A escultura do artista Cleir levou 1 ano para ser concluída e hoje conta com iluminação que valoriza ainda mais a obra.


Índice de Posts no Blog

Passeios

Flutuação no Rio da Prata
Cachoeiras na Estância Mimosa
Grutas de São Miguel

Onde Ficar

Review – Hotel Pousada Águas de Bonito

Outros Blogs

Bonito/MS – Perguntas e Respostas – Vou de Mochila
Roteiro de Viagem para Bonito – Marola com Carambola
7 Lugares para Comer Bem em Bonito – Marola com Carambola
Como Reservar os Passeios em Bonito – Viaje na Viagem

Vídeos

O que fazer em Bonito e Dicas de Viagem
Flutuação no Rio da Prata
Cachoeiras na Estância Mimosa

A hospedagem do Viagens Cinematográficas em Bonito foi um convite e cortesia do Hotel Pousada Águas de Bonito. As opiniões aqui expressas representam a nossa livre opinião e baseadas em nossa experiência nos locais.

Fontes:

Esses blogs me ajudaram no planejamento da viagem:

Share.

About Author

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

23 Comentários

  1. Talita Jacques on

    Bonito é realmente incrível!! Os passeios dá vontade de fazer todos, vale muito a pena conhecer Bonito!!

  2. Entrei aqui li apenas por 5minutinhos algumas dicas e achei sensacional
    Pretendo ir em Julho e não sabia desta questão do transfer e vcs me abriram a mente com essa opção da Azul
    Tomara que eu não pegue frio pq vou com criança de 6 anos

  3. Boa tarde! Vou para bonito em julho. Gostaria de uma agência que pudesse me ajudar a programar meu roteiro.

  4. Olá, moro em Bonito.

    Em Setembro temos temperaturas mais altas, então pode trazer roupas de passeio e algum agasalho leve, se necessário.
    Calçados: tênis e papetes (para trilha de cachoeiras). Alguns passeios oferecem crocs e botas de neoprene inclusos no valor, outros somente para locação.

  5. Oi, obrigado pelo seu comentário. Olha, o tempo anda meio imprevisível, então eu acho melhor levar um pouco de cada, mas apostar mais nas roupas mais frescas mesmo, já que Bonito envolve muitas atividades aquáticas e algumas trilhas (leves). Sobre os passeios, nós usamos sempre sandálias com solado de borracha que escorregam menos, mas o tênis também é uma boa opção. Nas grutas o tênis é imprescindível. O legal é que boa parte das fazendas onde ficam os passeios oferecem armários para você guardar suas roupas e pertences (acontece assim nas flutuações), então leve também um chinelo ou algo mais informal, assim você tem essa alternativa. Abraços.

  6. Anônimo on

    Olá, adorei seu post, e gostaria de saber que tipo de roupa é ideal para levar para o mês de Setembro, roupas mais quentes ou mais frescas? E para os passeios sempre tênis?

  7. Ah, que isso, vai no Abismo sim. Acho que o negócio nem é coragem, mas ter força para subir depois a cordinha né. E o mergulho vai ser na Lagoa Misteriosa? Ai que inveja rs. Beijos.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.