O que fazer em Santos: Praias e Passeios Gratuitos

O que fazer em Santos SP: Melhores Praias e Passeios Gratuitos

Santos é uma das principais cidades litorâneas do Estado de São Paulo. Como é bem próxima da capital, é um dos destinos mais procurados pelos turistas, mas a cidade é o principal polo turístico da região e tem uma infraestrutura de metrópole.

A Baixada Santista é composta por Santos, São Vicente, Guarujá, Praia Grande, Bertioga e vários outros municípios do litoral sul de São Paulo. Pessoalmente, minhas praias favoritas estão no litoral norte de São Paulo, mas Santos tem muitos outros atrativos.

Eu nasci em Santos e já adulto, me mudei para a cidade de São Paulo. Sempre achei estranho que os paulistanos considerassem tudo como a mesma cidade. Sátiras na internet colocam que, na visão dos paulistas, todo o litoral do Estado é chamado de Santos.

Mas cada cidade da Baixada tem sua característica, e vamos falar aqui especificamente de Santos, suas praias e alguns dos seus principais pontos turísticos.

Confira a seguir o que fazer em Santos, e quais os passeios que você pode fazer na cidade, sem gastar nada ou gastando muito pouco.

O que fazer em Santos SP: Praias e Passeios Gratuitos

Conheça os Principais Pontos Turísticos de Santos, no Estado de São Paulo

Você pode achar estranho, mas mesmo depois de 8 anos de blog, ainda não tinha escrito nenhum artigo sobre minha própria cidade natal.

A verdade é que é bem mais fácil a gente escrever sobre lugares que a gente viaja para lá, do que lugares onde a gente mora ou onde viveu. O excesso de informações às vezes atrapalha.

E vez por outra, é preciso fechar os olhos de morador e abrir os olhos de turista. Turistar na sua própria cidade. E é isso que resolvi fazer agora em Santos, depois dessa pandemia.

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer em Santos SP: Melhores Praias e Passeios Gratuitos

Leia também:
10 Lugares para Viajar em SP, RJ e MG – Fim de Semana e Feriados


Como Chegar

Muita gente não sabe, mas Santos está localizada numa ilha, a Ilha de São Vicente. Parte da área da cidade está localizada na ilha (39,8 km²) e parte no continente (240,8 km²).

São cerca de 70 km de São Paulo, em menos de 1 hora de estrada.

O acesso pode ser tanto pela Rodovia Imigrantes (mais nova e rápida, exclusiva para carros) como pela Rodovia Anchieta (cheia de curvas e com caminhões, mas com belos visuais do caminho).

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Vista da Ilha de São Vicente a partir da Serra do Mar

A descida da serra para Santos é um caminho cinematográfico, especialmente para quem desce pela Anchieta. No caminho, você visualiza toda a Baixada Santista lá da Serra do Mar. E também é possível encontrar algumas cachoeiras pelo caminho.


Onde Ficar

Em geral nossa hospedagem em Santos é a casa da mãe mesmo, mas já nos hospedamos em um hotel bem legal da cidade, o Parque Balneário.

Hotel mais famoso e tradicional de Santos, o Parque Balneário Santos, by Atlantica Hotels fica na Praia do Gonzaga. Ele tem vista para o mar e a entrada fica ao lado do Shopping Parque Balneário. É também possível entrar no shopping sem sair do hotel.

Um dos destaques do Hotel Balneário é a piscina, localizada no terraço e com vista para toda a orla de Santos. Apesar do hotel ser antigo, ele foi todo modernizado.

Hotel Parque Balneário em Santos, um dos mais famosos e tradicionais da praia

A diária custa a partir de R$ 300,00, a diária para casal e com café da manhã incluído.

Outra opção com piscina cinematográfica é o Hotel Mercure (a partir de R$ 250,00), também em frente ao mar.

O Borboun Santos Convention Hotel (antigo Mendes Plaza, a partir de R$ 300,00) é outro hotel localizado dentro de um shopping também no bairro do Gonzaga.

Para quem procura uma opção mais econômica, vale apostar no Hotel Ibis Budget Santos Gonzaga (a partir de R$ 150,00 a diária) ou o Comfort Hotel Santos, na Ponta da Praia (a partir de R$ 200,00).


Curiosidades típicas em Santos

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Orla de Santos, minha terra natal e suas curiosidades típicas
  • Em Santos nós pedimos médias na padaria, e não pãozinhos. Agora imagina eu chegando numa padaria de São Paulo e pedindo 7 médias, ao invés de 7 pãezinhos.
  • Ninguém fala o nome do bairro onde vive. A gente fala que mora no Canal 4, no Canal 1, no Canal 7. É que a cidade toda é cortada por canais (já explicaremos melhor isso).
  • Ninguém fala que vai para o centro da cidade. Nós falamos que vamos lá na “cidade”.
  • Nossa santa é a Nossa Senhora do Monte Serrat. Então minha mãe sempre fazia promessas para ela. Até hoje ela não cumpriu uma promessa de subir a pé os mais de 400 degraus até o topo do Monte Serrat (um dos principais pontos turísticos de Santos). Que Nossa Senhora a tenha perdoado.
  • Você sabia que os santistas trocam o você por tu: ao invés de falar “você disse”, nós falamos “tu disse”. Conjugado errado mesmo. Quando me mudei para São Paulo, todo mundo tirava sarro de mim por causa disso.
  • Jogar tamboréu na praia. Esse é um esporte praticado na areia, semelhante a uma partida de tênis, só que um espécie de pandeiro de couro no lugar da raquete. Só existe em Santos mesmo, mas não ache os santistas muito estranhos: nós também jogamos frescobol.
  • Alguns prédios da orla são tortos. O solo da cidade é um pouco irregular, e com o tempo alguns prédios foram se inclinando aos poucos. Um dos prédios mais famosos fica na esquina do Canal 4 com a praia, e na base dele funcionava um famoso bar chamado “Torto”. Caminhando pela areia você consegue visualizar a inclinação dos edifícios.
O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Pôr do sol na praia e um dos canais que desaguam no mar

O site Turismo Santos me lembrou de todas essas curiosidades e também apresentou um prato turístico da cidade, a Meca Santista. O prato combina Meca (uma espécie de peixe delicioso), o Risoto de Pupunha e a Farofa de Banana.

O prato foi criado por um chef em 2005. Infelizmente ainda não provei esse prato, mas a combinação é deliciosa e tipicamente caiçara. Confira aqui alguns lugares onde você pode experimentar esse prato.


Canais de Santos

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Os canais de Santos são importantes para evitar alagamentos na cidade

Como já mencionamos, toda a cidade é cortada por canais. Eles foram criados como uma forma de escoamento da água das chuvas.

Antes da sua criação, a cidade sofria com muitas enchentes e problemas de saneamento básico (e infestação por doenças). O Porto de Santos chegou a ganhar o apelido de “Porto Maldito” por conta de inúmeras epidemias.

O projeto foi realizado pelo engenheiro sanitarista Francisco Saturnino Rodrigues de Brito em 1905. Os canais foram criados em diferentes datas. O primeiro, o Canal 1, foi inaugurado em 1907. E o mais recente foi o Canal 7, em 1968.

A partir da criacão dos canais, águas das chuvas e águas do esgoto foram separadas. Canais subterrâneos foram criados para escoar a água do esgoto, que é tratada e enviada para alto mar pelo Emissário Submarino. E as águas da chuva seguem para os canais abertos.

Além de sua função sanitária, os canais também são ótimos para circular e passear pela cidade, com muitas árvores e animais. Infelizmente, vez por outra também é possível encontrar lixo que as pessoas jogam, mas vamos focar aqui nas belezas, que seguem até o mar.


O que fazer em Santos – Passeios Gratuitos

1 – Parque Roberto Mário Santini: Emissário Submarino

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Emissário Submarino, espaço com várias atividades e um ótimo mirante para a praia

Esse parque é conhecido como Emissário Submarino e avança 400 metros acima do mar. Originalmente, foi construído como plataforma de lançamento de esgoto tratado em alto mar e foi um equipamento fundamental para o saneamento da cidade.

Hoje tem uma área de 42.766 m², com vários jardins, playgrounds, ciclovia, pistas de skate e um mirante espetacular para todas as praias de Santos.

A arquibancada localizada no parque comporta até 600 pessoas e funciona para campeonatos de surf que acontecem no local. Mesmo fora dos campeonatos, é uma ótima área para contemplar os surfistas.

O parque foi projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake. O que explica um pouco que um dos destaques seja a maravilhosa escultura de Tomie Ohtake.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
A escultura de Tomie Ohtake é um dos símbolos da cidade

A escultura de Tomie Ohtake foi inaugurada em 2008 e celebra os 100 anos da imigração japonesa no Brasil.

A obra é feita de aço, pesa 80 toneladas e 15 metros de altura. Você pode chegar pertinho, dizem que o som do mar fica ainda mais intenso próximo da escultura.

Passeio: Parque Municipal Roberto Mário Santini
Localização: Praia do José Menino, em frente ao nº 169 da Avenida Presidente Wilson – Canal 1
Horário: 24 horas
Entrada: Gratuita


2 – Jardins da Orla da Praia

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Santos detém o recorde de maior jardim de praia do mundo

Esse é o maior jardim de praia do mundo, registrado em 2002 pelo Guinness World Records. Quem vive em Santos tem esse parque como uma grande área de lazer, onde é possível correr e caminhar todos os dias.

Os turistas podem contemplar toda a beleza dos jardins, que preenchem os 7km de praia de Santos.

Como maior jardim de praia do mundo, os números são grandiosos. Mais de 5.000 metros de extensão, 38 monumentos e/ou esculturas, 1.300 canteiros e 1.800 árvores.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Detalhe das flores e cores dos jardins da orla de Santos

Como você deve imaginar, é muito difícil administrar essa área, e eu já esse jardim nas mais diferentes condições. Felizmente, o jardim está bem conservado.

Vale a pena caminhar pela orla e observar as plantas ornamentais. São cerca de 70 espécies.

Roteiro das Fontes

Fonte do Sapo, uma das mais famosas de Santos

Distribuídas pela orla você também consegue encontrar várias fontes. No José Menino está a Fonte do Surf; no Gongaga encontramos a Fonte 9 de Julho e a Fonte Vicente de Carvalho, no Boqueirão, onde funciona a Feira D’Arte, uma feira de artesanato que acontece nos finais de semana.

Na Aparecida, a Fonte do Sapo é a mais famosa de Santos, ideal para levar as crianças. É muito comum levar as crianças menores para andar (ou aprender a andar) de bicicleta nessa praça.

Por falar em bicicleta, as ciclovias se espalham por toda a cidade e especialmente no calçadão da praia. Um passeio de bike por lá é um programa bem legal para conferir de forma rápida, toda a dimensão dos jardins da praia.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Pedalar em Santos faz parte do espírito da cidade

A Fonte Interativa fica na Ponta da Praia e é ótima para crianças, mas só funciona em determinados horários.

Pela manhã, das 9h às 10h30, e no final da tarde, a partir da 16h (em sessões de 1 hora com intervalo de 30 minutos).

Passeio: Jardim da Orla
Localização: Orla de Santos
Horário: 24 horas
Entrada: Gratuita


3 – Praia do Gonzaga

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Praia do Gonzaga, uma das mais famosas de Santos

Entre as praias de Santos, uma das famosas e agitadas é a Praia do Gonzaga, que fica entre o Canal 2 e o Canal 3.

Além da faixa de areia, que na Praia do Gonzaga é bem ampla, é fácil encontrar barracas de praia com estrutura de guarda-sol e cadeiras.

No Canal 3, existem também várias barracas de sucos, pertinho da água do mar.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Caminhada no fim de tarde na Praia do Gonzaga

Concha Acústica

No extremos de cada praia, em frente aos canais, existe uma boa infraestrutura de quiosques, com lanches, bebidas e água de coco. Um dos destaques do Canal 3 é a Concha Acústica, um espaço na praia para realização de espetáculos artísticos e culturais.

A Concha Acústica foi projetada pelo arquiteto Carlos Prates e tem capacidade para 300 espectadores. Eu cresci assistindo vários espetáculos no lugar, o espaço é muito interessante e houve um tempo em que havia programação semanal de espetáculos no lugar.

Cine Arte Posto 4

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Cine Arte Posto 4, cinema de arte localizado na orla da praia

Ali pertinho, está localizado o Cine Arte Posto 4, um lugar que fez parte da minha história.

O Cine Arte Posto 4 foi inaugurado em 1991 e é mantido pela Secretaria de Cultura de Santos. A Sala Rubens Ewald Filho é uma homenagem ao famoso crítico de cinema, que é santista.

A sala é pequena, possui apenas 48 lugares e a programação é feita de filmes de arte. O ingresso é baratinho, custa R$ 3,00 a inteira.

Quando eu morava em Santos, participei do Clube de Cinema de Santos, uma proposta de retomada do famoso clube criado por Maurice Legeard.

Em conjunto com outros cinéfilos, organizamos uma mostra de cinema, com projeções de filmes no Cine Arte Posto 4. Foi um projeto incrível que marcou a minha vida.

Praça das Bandeiras

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Praça das Bandeiras no Gonzaga, e a Fonte 9 de Julho

Outro destaque da praia é Praça das Bandeiras, que fica em frente à Avenida Ana Costa, uma das principais vias da cidade.

O Gonzaga é um dos maiores centros comerciais da cidade, com dois shoppings centers, vários restaurantes, lanchonetes, bares e lojas.

A Praça das Bandeiras foi construída em homenagem à Revolução Constitucionalista de 1932, por isso a fonte se chama 9 de Julho.

As bandeiras hasteadas representados todos os Estados do Brasil.

Ali na praça fica estacionado um bonde histórico. A história de Santos está ligada a circulação de bondes e em 1984, um desses bondes foi restaurado e voltou a circular na orla de Santos.

O trecho era bem pequeno, entre o Canal 4 e o Canal 5, e eu cheguei a andar algumas vezes nele.

Esse foi o embrião do projeto do Bonde Turístico de Santos, que hoje é um grande sucesso e um programa (pago) imperdível em Santos.

Passeio: Praia do Gonzaga
Localização: Orla de Santos, entre o Canal 2 e o Canal 3
Horário: 24 horas
Entrada: Gratuita


4 – Basílica de Santo Antônio do Embaré

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
A belíssima Basílica de Santo Antônio do Embaré, no Canal 4

A Igreja do Embaré é um dos grandes pontos de referência de Santos. Todo santista já frequentou a igreja ou já foi em algum casamento por lá.

A verdade é que essa não é a única igreja da orla. Mas a fachada, em estilo neogótico, chama a atenção. Mas vale, principalmente, pelo seu interior.

Um dos destaques são os afrescos de Pedro Gentili, que preenchem os 18 metros de pé direito.

Lembro de várias missas em que fiquei contemplando os incríveis afrescos da igreja. Eles foram pintados em 1946 e restaurados em 2001.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Interior da Igreja do Embaré e os belos afrescos de Pedro Gentili

Outro destaque é um órgão de cerca de 3.800 tubos, ladeado por dois anjos de madeira.

Passeio: Basílica Menor de Santo Antônio do Embaré
Localização: Av. Bartolomeu de Gusmão, 32 – Canal 4
Horário: Segunda a Sexta, das 7h às 20h e Sábados e Domingos das 8h às 21h
Entrada: Gratuita


5 – Ponta da Praia

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Calçadão da Ponta da Praia e as tradicionais muretas de Santos

A Ponta da Praia é o onde a praia acaba de fato. Na altura do Canal 6, a faixa de areia diminui consideravelmente.

Mesmo sem areia, vale a pena continuar a caminhada. O calçadão prossegue até a região do porto, com vários atrativos no caminho.

Aquário de Santos

Uma das principais atrações de Santos é o Aquário, que além das diversos tipos de peixes (distribuídos em 32 tanques de águas doce e salgada), também possui um pinguinário, que abriga espécies que chegam ao litoral de Santos por força das correntezas marítimas. O Aquário faz um trabalho de recuperação e tratamento desses animais.

O recinto do leão marinho sempre foi meu lugar preferido no Aquário, especialmente no horário de alimentação dos leões.

A entrada é paga, mas é bem baratinha (R$ 8,00 ou R$ 12,00 no combo em conjunto com o Orquidário).

Se você não quiser entrar, vale conferir dois murais do ambientalista norte-americano Robert Wyland. Eles foram criados em 2008 e enfeitam duas caixas d’agua na fachada do Aquário.

Mureta de Santos

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos

Em frente ao Aquário, não deixe de tirar uma foto em frente ao Letreiro de Santos, criado após o projeto de revitalização da Ponta da Praia em 2019.

E se o Rio de Janeiro tem a sua Mureta da Urca, em Santos nós temos a tradicional Mureta de Santos, com um desenho típico que já virou símbolo da identidade visual da cidade.

As muretas foram construídas como forma de proteção contra o mar, logo após a 2ª Guerra Mundial. Não se sabe exatamente quem foi responsável pelo projeto e desenho da mureta.

O Engenheiro Carlos Lang foi o responsável pela construção da Avenida Saldanha da Gama, em conjunto com suas muretas.

Infelizmente, a mureta costuma ser castigada pela ressaca. Nos meses de inverno, o mar costuma avançar e castigar a área.

Quando o mar está tranquilo, o lugar é perfeito para uma caminhada no final de tarde ou para aquela tradicional pescaria.

O que fazer em Santos SP - Principais Pontos Turísticos
Pessoal reunido na Ponta da Praia para conferir o pôr do sol

A região foi recentemente revitalizada e o calçadão está mais largo e renovado. Os desenhos das muretas, obviamente, foram preservados.

Não deixe de tirar uma foto em uma das muretas.

Deck do Pescador

A Ponta da Praia é o lugar ideal para quem quiser curtir a saída dos navios do Porto de Santos.

Como o canal que liga o porto ao mar é bem estreito, os navios passam bem perto das pessoas. Do outro lado se avista a Ilha de Santo Amaro, onde se encontra o Guarujá.

A saída de cruzeiros marítimos, por exemplo, é uma atração que atrai turistas e moradores.

Um dos lugares imperdíveis conferir esse movimento dos barcos e navios é o Deck do Pescador. O lugar é ponto de encontro dos pescadores, mas também tem uma estrutura com lanchonete.

Museu de Pesca e Ponte dos Práticos

Visual da Ponte dos Práticos, na Ponta da Praia, de onde saem passeios de barco pela Baía de Santos

Em frente ao Deck do Pescador está o Museu de Pesca (R$ 6,00), outro lugar que marcou a minha história.

O esqueleto de uma baleia de 23 metros de cumprimento é realmente uma das coisas mais inesquecíveis que você verá na cidade. O mamífero encalhou numa praia de Peruíbe em 1941.

Em frente ao Clube de Regatas Saldanha da Gama, a Ponte Edgard Perdigão (informalmente conhecida como Ponte dos Práticos) é ponto de partida para passeios de escuna pela Baía de Santos e passeios de barco até a Praia do Goés (no Guarujá, na Ilha de Santo Amaro).

Com estrutura de dois andares, a Ponte ainda possui um agradável bar e restaurante com vista ao mar no andar de cima, o Trapiche.


Outros Pontos Turísticos de Santos

Os lugares a seguir são outros pontos turísticos da cidade, alguns deles pagos. A maioria das atrações são baratas, sendo o bondinho do Monte Serrat a atividade mais cara.

Em São Vicente, cidade vizinha

Passeio de teleférico em São Vicente, com vista para a Ilha Porchat e a Praia do Itararé

A divisa entre as cidades de Santos e São Vicente fica logo após o Emissário Submarino. É possível cruzar essa divisa caminhando, pela Praia de Itararé.

Na Praia de Itararé, fica o Quiosque da Cris, um dos principais lugares para a comunidade LGBT da Baixada Santista.

Um pouco além, vale subir até o alto da Ilha Porchat e conferir a vista do Monumento Niemeyer, construído em 2002 em homenagem aos 500 anos do Brasil.

História de São Vicente, a primeira cidade do Brasil

São Vicente é o segundo município mais antigo do Brasil. Uma expedição portuguesa liberada pelo navegador Gaspar Lemos chegou na ilha em 22 de janeiro de 1502. Como era muito religioso, deu ao local o nome de Ilha de São Vicente.

São Vicente Mártir era um padre espanhol que foi perseguido e morto por ser cristão, justamente no dia 22 de janeiro. Só que no ano de 325.

30 anos depois, Martim Afonso de Souza chegou a ilha, exatamente na mesma data, para constituir a primeira vila do Brasil, em 22 de janeiro de 1532.

Como no início da colonização, não se fundavam cidades, e sim vilas, São Vicente é considerada a cidade mais antiga do Brasil.

  • Ilha Porchat
  • Monumento Niemeyer
  • Ponte Pênsil
  • Biquinha de Anchieta
  • Morro do Voturua (Morro da Asa Delta)
  • Teleférico de São Vicente

Leia também:
Maresias e Melhores Praias do Litoral Norte de SP

Fontes:

 

Tags:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

11 comentários

  1. Morei 13 anos em Santos na minha infancia e adolescencia, onde fiz grandes amigos q cultivo ate hj.
    Continuei indo a Santos um om tempo, depois o tempo foi passando… E há 33 anos q não vou a Santos. Sou a carioca mais Santista do mundo. Amo de paixão. A minha saudade está impregnada de lemranças. Amigos, amores…. enfim… Santos mora no meu coração.
    Saudade sem fim…

  2. Morei 13 anos em Santos na minha infancia e adolescencia, onde fiz grandes amigos q cultivo ate hj.
    Continuei indo a Santos um om tempo, depois o tempo foi passando… E há 33 anos q não vou a Santos. Sou a carioca mais Santista do mundo. Amo de paixão. A minha saudade está impregnada de lemranças. Amigos, amores…. enfim… Santos mora no meu coração.
    Saudade sem fim…

  3. Poxa fiquei muito feliz em ler essa matéria! Primeiro porque também estou turistando pelas cidades próximas e vou voltar a Santos com esse olhar e principalmente pelo caráter auto biográfico do autor que tanto admiro. Parabéns!! Santos me aguarde.

  4. Já vi as pessoas chamarem pães de muitos nomes, mas médias é a primeira vez! Hahaha

    Parabéns pelo post repleto de dicas sobre Santos. Já está nos meus favoritos!

    Abraços

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.