O que fazer na Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Principais Pontos Turísticos

Com tantas cachoeiras e lugares incríveis para conhecer, a dúvida sobre o que fazer na Chapada dos Veadeiros é certa.  Ainda mais para quem tem pouco tempo.

O nosso roteiro na Chapada dos Veadeiros foi de 7 dias, e mesmo assim não conseguimos fazer tudo o que gostaríamos. Deu para conhecer bastante coisa e, quem sabe, ajudar você a escolher quais serão os seus passeios e mais imperdível entre as opções de o que fazer na Chapada dos Veadeiros.

Para ajudar ainda mais na sua escolha, vamos identificar os 10 melhores pontos turísticos por ordem de prioridade (segundo o nosso critério bem subjetivo, é lógico), mas também com informações relevantes. Quanto custa o passeio, como chegar, dá para ir sem guia, para quem é indicado?

Deixe também seu comentário sobre qual o seu lugar preferido na Chapada dos Veadeiros.

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia

Confira os melhores atrativos da Chapada, em ordem de prioridade, para ajudar você a montar o seu roteiro de viagem

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: 10 Melhores Pontos Turísticos

Veja um mapa dos principais pontos turísticos e o que fazer na Chapada dos Veadeiros:

Mapa Chapada dos Veadeiros: Principais Atrativos e Pontos Turísticos

1 – Catarata dos Couros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
Catarata dos Couros, o melhor e mais cinematográfico lugar da Chapada dos Veadeiros
  • Porque conhecer: Possui uma das cachoeiras mais impressionantes entre as opções de o que fazer na Chapada dos Veadeiros, um visual de tirar o fôlego. Além disso, proporciona diferentes tipos de experiência: há poços mais profundos, para os mais aventureiros que curtem fazer jump e outros mais rasos para quem não sabe nadar.
  • Base mais próxima: Alto Paraíso de Goiás
  • Como chegar: a Catarata dos Couros está mais próxima de Alto Paraíso, no sentido de Brasília. São cerca de 20 km em estrada asfaltada e mais 35 km em estrada de terra, em cerca de 1 hora de trajeto. A estrada de terra está mal sinalizada.
  • Com ou sem guia: se você perguntar para as pessoas em Alto Paraíso, muita gente recomenda que o guia é necessário. Nós não achamos imprescindível, mas ajuda bastante. Há muita gente que acaba não conhecendo todas as quedas porque fez o passeio sem guia.
  • Quanto custa:  R$ 150,00 o guia para até 4 pessoas. Não há taxa para entrar na Catarata dos Couros.
  • Nível de dificuldade da trilha: Médio (3 km ida e volta). A trilha tem muitas pedras grandes, que demandam um pouco de esforço para subir e descer. Protetor solar, repelente e água são imprescindíveis.
  • Quanto tempo: Dia inteiro

Leia mais: Catarata dos Couros: O Melhor Passeio da Chapada dos Veadeiros

2 – Cachoeira Santa Bárbara, Cavalcante

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
As lindas tonalidades da Cachoeira Santa Bárbara: quanto mais cedo, maior a área iluminada pelo sol
  • Porque conhecer: A cor e o cristalino das águas dessa cachoeira provavelmente será o mais impressionante entre as opções de o que fazer na Chapada dos Veadeiros. O único porém desse passeio é que a parada para banho é muito rápida (cerca de 40 minutos) que passam voando. A Cachoeira da Capivara, que faz parte do roteiro, também é incrível.
  • Base mais próxima: Cavalcante
  • Como chegar: Para quem parte de Alto Paraíso, são 2 horas de carro, boa parte em estrada de terra. De Cavalcante, dá 1 hora de estrada.
  • Com ou sem guia: O guia, da Comunidade Kalunga onde a cachoeira se encontra, é obrigatório. Na chegada lá você contrata, não é preciso reservar com antecedência.
  • Quanto custa:  R$ 20,00 por pessoa + R$ 70,00 para o guia (pode ser dividido em grupo de até 6 pessoas)
  • Nível de dificuldade da trilha: Fácil. A trilha é aberta, leve protetor solar, além de repelente e água.
  • Quanto tempo: Dia Inteiro.

Confira como chegar até a Cachoeira Santa Bárbara

3 – Complexo de Cachoeiras do Macaquinho

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
Um complexo de 10 cachoeiras de água verde esmeralda são o atrativo das Cachoeiras do Macaquinho
  • Porque conhecer: Um dos lugares menos conhecidos da Chapada, Macaquinho é também um desses segredos para descobrir. São 10 quedas, a maioria delas muito linda (as últimas são as mais bonitas, com poços de águas verde esmeralda). Existe até uma cachoeira para nudismo.
  • Base mais próxima: Alto Paraíso de Goiás
  • Como chegar: Também no sentido de Brasília, um pouco antes da Catarata dos Couros. São 44 km a partir da cidade de Alto Paraíso, sendo 30 km por estrada de terra. A estrada tem boas condições e é bem sinalizada, mas ATENÇÃO: não vá até o estacionamento. No trecho em que iniciar uma descida íngreme (há uma placa indicando), você só deve descer se tiver um carro 4×4. Estacione o carro por ali mesmo e desça a pé. É cansativo, mas é importante para evitar problemas de atolar no retorno.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia. O final é um pouco mal sinalizado, mas não deixe de ir até a Cachoeira do Encontro (a última do complexo), onde dois rios se encontram.
  • Quanto custa:  R$ 20,00 por pessoa, pagamento em dinheiro.
  • Nível de dificuldade da trilha: Médio (trilha ida e volta 3,6 km). A trilha tem algumas subidas e descidas. É recomendado ir até a última cachoeira e depois ir voltando, para calcular melhor o tempo.
  • Quanto tempo: Dia inteiro

Veja todas as dicas sobre a Cachoeira do Macaquinho

Veja mais em nosso vídeo no YouTube

4 – Cachoeira Almécegas I

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
Almécegas I é uma cachoeira belíssima com poço bem fundo, somente indicado para quem sabe nadar
  • Porque conhecer: Está entre as cachoeiras mais lindas da Chapada dos Veadeiros. O poço é bem fundo e somente indicado para quem sabe nadar. Para quem não sabe, vale a contemplação, ainda assim imperdível, ou curtir as piscinas naturais no alto da queda. O rapel também por lá é uma atividade recomendada.
  • Base mais próxima: Alto Paraíso de Goiás
  • Como chegar: No sentido de São Jorge, são 8 km de asfalto a partir de Alto Paraíso e mais 2,5 km estrada de terra. A cachoeira fica na Fazenda São Bento, onde é preciso pagar a entrada e depois seguir no carro até o estacionamento próximo da cachoeira. De lá, há uma trilha de cerca de 1 km.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia.
  • Quanto custa:  R$ 30,00 por pessoa.
  • Nível de dificuldade da trilha: Médio. A trilha é cansativa por causa do desnível até a base da cachoeira, porém não há grande dificuldade.
  • Quanto tempo: 2 a 3 horas.

Combine essa cachoeira com a Almécegas II e a Cachoeira São Bento.

Saiba mais: Almécegas I na Fazenda São Bento

5 – Trilha dos Cânions (Carioca) no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
A Cachoeira da Carioca é o principal atrativo da Trilha dos Cânions, no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
  • Porque conhecer: É imperdível fazer pelo menos colocar 1 trilha dentro do Parque Nacional, no seu roteiro do que fazer na Chapada dos Veadeiros. É um pouco difícil escolher entre as duas, mas a Trilha dos Cânions inclui a Cachoeira da Carioca, que é sensacional. Por isso caso você só tenha 1 dia reservado para o parque, escolha essa.
  • Base mais próxima: São Jorge
  • Como chegar: É possível ir até a entrada do Parque Nacional a pé, de bicicleta ou de carro (bem próximo) a partir da vila de São Jorge. Não há postos de gasolina em São Jorge, abasteça em Alto Paraíso.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia, a trilha é auto guiada. Na entrada do parque, um vídeo explica como se guiar dentro do parque.
  • Quanto custa:  R$ 15,00 o custo do estacionamento. A entrada para o parque ainda é gratuita.
  • Nível de dificuldade da trilha: Semi-pesado (12 km de trilha, ida e volta). A trilha é extensa e o trecho de maior dificuldade é a descida até a base da Cachoeira da Carioca (e depois a subida na volta).
  • Quanto tempo: 6 horas.

Se estiver com bastante preparo e disposição, você consegue fazer a Trilha dos Saltos no mesmo dia. Para tanto, comece seu dia o mais cedo possível. O parque abre às 8h.

Saiba mais sobre a Trilha dos Cânions

6 – Vale da Lua

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
Vale da Lua, um dos pontos turísticos mais famosos: o curso de água corre forte e abre buracos nas rochas de milhões de anos
  • Porque conhecer: É um do pontos turísticos mais famosos e únicos dentro do que fazer na Chapada dos Veadeiros. A paisagem que lembra a superfície lunar e possui diversos túneis escavados nas rochas, é impactante. O rio corre por entre as rochas de milhões de anos e forma piscinas naturais e duchas (melhores na época das secas).
  • Base mais próxima: São Jorge
  • Como chegar: São 28km de Alto Paraíso e 4km de São Jorge. Evite ir no período de chuvas, o lugar fica bem perigoso.
  • Com ou sem guia: O guia não é necessário, mas acho que contribui para aproveitar melhor o lugar.
  • Quanto custa:  R$ 20,00 por pessoa.
  • Nível de dificuldade da trilha: Fácil (900 metros de trilha). Cuidado redobrado na hora de se aproximar dos buracos nas rochas.
  • Quanto tempo: 2 horas.

Saiba mais sobre o passeio até o Vale da Lua

7 – Mirante da Janela e Cachoeira do Abismo

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
O visual do Mirante da Janela, para os saltos do Rio Preto, é impressionante
  • Porque conhecer: O visual do mirante é sensacional, com vista para os saltos do Rio Preto. É um dos principais cartões postais da Chapada, mas acaba sendo um pouco esquecido nas opções de o que fazer na Chapada dos Veadeiros, entre muitos viajantes. Na época das chuvas, a Cachoeira do Abismo seca, tornando o passeio menos atrativo para quem procura também um banho de cachoeira.
  • Base mais próxima: São Jorge
  • Como chegar: Antes de chegar na entrada do Parque Nacional, pegue o caminho da esquerda na bifurcação. Muito longe para ir a pé e há poucas vagas para estacionar.
  • Com ou sem guia: Fomos sem guia e tivemos dificuldade de encontrar o ponto exato onde se vê os saltos entre as pedras. Tivemos que pedir ajuda para um guia que estava no local e morremos com R$ 25,00 por pessoa.
  • Quanto custa:  R$ 15,00 por pessoa.
  • Nível de dificuldade da trilha: Pesado. Achei a trilha mais difícil da Chapada, bem cansativa por causa das subidas, das pedras e alguns trechos mais perigosos. Vimos até uma cobra passando na trilha.
  • Quanto tempo: 6 horas. Pode ser uma boa opção curtir o pôr do sol de lá, quando a Cachoeira do Abismo estiver cheia.

Confira todos os detalhes e dicas da trilha do Mirante da Janela e Cachoeira do Abismo

8 – Trilha dos Saltos do Rio Preto

Trilha dos Saltos: O que fazer na Chapada dos Veadeiros
A Trilha dos Saltos permite ver os dois saltos do Rio Preto: uma queda de 120 metros e outra queda de 80 metros
  • Porque conhecer: Essa é a trilha que permite chegar pertinho dos saltos do Rio Preto, os mesmos que são vistos lá do alto do Mirante da Janela. Um dos saltos tem 120 metros (não dá para chegar na base) e outro 80 metros (com banho). A trilha também inclui as corredeiras, que formam deliciosas piscinas naturais (somente na época de seca).
  • Base mais próxima: São Jorge
  • Como chegar: É possível ir até a entrada do Parque Nacional a pé, de bicicleta ou de carro (bem próximo) a partir da vila de São Jorge. Não há postos de gasolina em São Jorge, abasteça em Alto Paraíso.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia, a trilha é auto guiada.
  • Quanto custa:  R$ 15,00 o custo do estacionamento. A entrada para o parque ainda é gratuita.
  • Nível de dificuldade da trilha: Semi-Pesado (11 km de trilha, ida e volta).
  • Quanto tempo: 6 horas.

Leia mais sobre a Trilha dos Saltos

9 – Loquinhas

O que fazer na Chapada dos Veadeiros
As cachoeiras e poços da Fazenda Loquinhas são de água bem verde e cristalina
  • Porque conhecer: Dentre o que fazer na Chapada dos Veadeiros, esse é um dos passeios mais próximos e fáceis de chegar, fica bem pertinho de Alto Paraíso. Perfeito para encaixar no dia da chegada ou em alguma brecha que você tenha no roteiro. As 7 cachoeiras e poços são pequenos, mas com água cristalina. Prepare-se, a água é bem gelada.
  • Base mais próxima: Alto Paraíso.
  • Como chegar: 5 km de estrada de terra.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia, o caminho é bem sinalizado.
  • Quanto custa:  R$ 25,00 por pessoa.
  • Nível de dificuldade da trilha: Fácil (menos de 1 km, feito todo em passarelas de madeira suspensas).
  • Quanto tempo: 3 horas (o tempo depende das paradas nas cachoeiras).

10 – Jardim de Maytreia

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: Os 10 Melhores Pontos Turísticos com e sem Guia
Um dos lugares mais lindos da Chapada dos Veadeiros: o Jardim de Maytrea
  • Porque conhecer: Mais um dos cartões postais da Chapada, é um dos visuais mais bonitos da região. Uma grande vereda com buritis, cercada das montanhas, é um dos lugares mais místicos.
  • Base mais próxima: Fica na estrada entre Alto Paraíso (20km) e São Jorge.
  • Como chegar: Ele pode ser admirado através de uma parada na estrada.
  • Com ou sem guia: Não há necessidade de guia.
  • Quanto custa: Grátis
  • Nível de dificuldade da trilha: Não há trilha, é só estacionar o carro e olhar. Mas quem preferir, pode descer para tirar uma foto perto do gramado, há uma cerca que define os limites de até onde você pode ir.
  • Quanto tempo: 15 minutos.

Leia também: Chapada dos Veadeiros: Dicas e Roteiro de Viagem

O que fazer na Chapada dos Veadeiros: salve esse Pin para consultar depois

O que fazer na Chapada dos Veadeiros

Fonte: Site Oficial de Alto Paraíso de Goiás

Leia também em outros blogs:

Tags:

70 comentários

  1. Olá, Fábio, tudo bem? Iremos à Brasilia em Abril/20 e nosso ponto de partida para todos os passeios será lá. Ficaremos de domingo até sexta, e já estamos avaliando o melhor roteiro. São vários lugares bacanas, lindos, mas estamos perdidos quanto ao transporte (aluguel de carro, vans etc) e a rota que melhor se adeque ao custo/tempo/benefício. Os dias são suficientes, dificulta a estadia ser em Brasília? Há outros destinos tão bonitos quanto e mais viáveis?

  2. Viagem com esposa e filha, 6 dias, gostamos de muita aventura, trilhas longas não é problema. O que indicaria para 6 dias?

  3. Adorei suas dicas, estarei indo de 1 a 7 de setembro de 2019, parabéns pelo post!
    E aproveitando, quero uma dica, estarei alugando um carro pequeno em BSB, terei dificuldades nos percursos das cachoeiras citadas no seu post?

  4. Oi Fábio! Já estou amando o seu blog!! Meu marido e eu somos muchileiros do mundo,rs. Sempre viajamos na semana do Natal, entre 23 a 30 de dezembro. Nesse ano estamos querendo ir no dia 25 e voltar dia 30/12. Primeiro: essa época será perdida? Não é boa pra passear lá? Segunda: nesse ano terei somente essas datas para viajar. O que dá pra fazer por lá nesses dias? Terceiro: ou você recomenda outro lugar?
    Forte abraço para você!! Muita luz, saúde e proteção!! Mônica.

    1. Oi, Mônica. Muito obrigado pela mensagem e ficamos felizes que vocês são viajantes como nós. Sobre a época, a Chapada é uma região muito turística, então não tem mais época ruim para viajar para lá. A diferença é que no final do ano pode ser que chova, nesse caso alguns passeios podem ser prejudicados. Mas há outras alternativas. Vocês vão aproveitar bastante. Na mesma região, Pirenópolis também é uma ótima pedida, não conhecemos mas o pessoal comenta bastante de lá. Abraços e uma boa viagem para vocês.

  5. Ola gostei muito das suas dicas, vou para la em agosto e queria dicas de pousadas para se hospedar, vou ficas uns 3 dias .

  6. OLÁ AMIGO ESTOU PLANEJANDO VIAJAR PARA ESSE LUGAR MARAVILHOSO , EU AMEI SUA DICA, EM QUE MÊS VOCÊ INDICA PARA VIAJAR?

  7. Adorei suas dicas, o lugar parece ser deslumbrante .. estou muito ansiosa para conhecer esse paraíso. Porém não consigo ficar muitos dias ausente do serviço ☹️ irei passar apenas 4 dias.. poderia me indicar um roteiro incrível ?

    1. Oi, Talita. Em 4 dias, sugiro você fazer os 3 primeiros passeios dessa lista, um em cada dia. Se sobrar um tempinho, pode ir até Loquinhas, que é um passeio de meio dia. Abraços.

  8. Adoreeeeeeeeeeeeeeeeei as dicas!
    Mas vejo que a viagem para mim ir sozinha seria inviável devido a não saber dirigir e ter que depender de guia para tudo. Queria tanto conhecer essa paraíso em agosto e pensava em ficar apenas 4 dias…

    1. Oi, Samara. A primeira vez que eu fui para lá, fui sozinho e confesso que foi um perrengue viu. Mas se você optar por ficar em São Jorge, dá para se virar bem. Dá para ir caminhando até o Parque Nacional e fazer as trilhas por lá. Abraços.

  9. Achei por acaso o seu post sobre a Chapada dos Veadeiros e fique mais animado para ir. Tenho 65 anos e disposição para caminhar. Estamos pretendendo ir em Abril/2019. Perguntas. Vale a pena alugar um carro em Brasilia. 07 dias e muito ou ideal para ir. Ficar em Cavalcante e em São Jorge seria uma boa ideia. Parabens e sucesso. Ou voce tem outras sugestões. Desde agradeço. Um grande abraço.

  10. Oi Fábio, mto bom esse post. Amei o vídeo do YouTube com o Top 3. Gostaria de sua opinião sobre levar crianças. Meu filho tem quase 5 anos e fazemos td com ele. Moramos no estado de Goiás e já fomos em vários saltos e cachoeiras mas não fomos ainda na Chapada dos Veadeiros por não saber se é perigoso levar crianças. Ficarei grata pela opinião. Parabéns pelo conteúdo.

    1. Oi, Fernanda. Muito obrigado pelo seu comentário. Sobre levar crianças, eu acho um pouco puxado pois lá tem muitas trilhas. As cachoeiras em si são tranquilas, eu não sei nadar e fiz tranquilamente, mas o que é mais cansativo são as trilhas mesmo, as cachoeiras não são de fácil acesso. Abração.

  11. Olá Fabio! Tudo bem?!
    Suas dicas são ótimas e os lugares lindissimos!
    Outubro é uma boa época para conhecer a Chapada?
    Desde já agradeço.
    Thais

  12. Olá Fábio. Eu desejo visitar a Chapada dos Veadeiros no início de janeiro. Seria proveitoso? Por causa das chuvas.

    1. Oi, Vilma. Eu nunca fui no verão, porque o problema não são exatamente as chuvas (que podem não ocorrer), mas o nível das águas que fica muito cheio, e algumas cachoeiras ficam perigosas para o banho. Mas há outras que continuam perfeitas, então o passeio fica um pouco diferente, mas continua delicioso. Abraços.

  13. Oi Fábio!
    Primeiramente parabéns pelas postagens sobre a Chapada dos Veadeiros (AINDA não li o resto do blog, mas com certeza virei leitora!), estou indo pra lá no mês que vem e você está me ajudando muito!!
    Agora, me tira uma dúvida, você acha que conseguimos fazer a trilha dos Cânions e o Complexo dos Macaquinhos no mesmo dia? Eu sei que vai ser corrido, mas digo mais por conta distância entre as duas atrações. Pensei em chegar no parque Nacional logo que abrir e sairmos de lá por volta das 13h, como vamos no horário de verão conseguiríamos curtir o dia até umas 19h. Meu roteiro já está todo definido, mas quero muito incluir o complexo dos Macaquinhos, culpa sua!hahahahaha
    Ou também pensei em incluí-lo no dia que vamos fazer a Fazenda São Bento e o Vale da Lua. Mas eu só pensei em questão horários, não sei se a logística é possível.
    Desde já muito obrigada, e mais um vez, parabéns!!

    1. Oi, Carolina. Obrigado pelo comentário, muito feliz que gostou do nosso trabalho e que tenha ajudado você. Em se tratando de loucuras de viagem, eu sou bem assim viu, então acho que é possível sim. Fica corrido e depende um pouco do pique na trilha. Mas sugiro combinar Macaquinhos com Vale da Lua e Almécegas, pq aí fica mais tranquilo pois um tem trilha e o outro é mais ameno. E a logística fica melhor também. Abração e boa viagem!

  14. Fala meu camarada, todos esses locais para visitar se eu me hospedar em alto paraíso vão ter passeios com guia saindo de lá ?? Obrigado

    1. Oi, Luiz. De Alto Paraíso tem passeios saindo sim, peça dicas na sua pousada ou vá no CAT para buscar guias que façam esses lugares. Só lembrando que se você estiver sem carro, os passeios ficam mais caros pois o guia vai precisar providenciar um carro também. Idem se não rolar pessoas para dividir os passeios. Abraços.

  15. Olá Fabio , estou indo para chapada em dezembro, mas segundo uns amigos ,falaram que não vale apena devido ao grande volume de chuva , vale mudar a rota ou vale ir , sua sugestão é bem vinda !!

    1. Oi, Jhonatas. Eu pessoalmente acho que não vale a pena. Além do volume de chuva, as cachoeiras ficam muito cheias e em muitas delas, o banho fica perigoso ou até proibido. Mas mesmo assim é uma região muito bonita a qualquer época do ano, mas acho que na época da seca dá para aproveitar mais. Abraços.

  16. Caro Fábio, gostaria de agradecer as valiosas dicas. Retornei hoje da Chapada e visitei a Sta Bárbara, fiz a trilha dos Cânions no parque, a Cachoeira dos Couros com o Gustavo (guia indicado por vc) e por último na manhã de hoje o Vale da Lua. Muito obrigado! Imperdível pra qq brasileiro! Respondendo ao post anterior, a Sta Bárbara não tem jump mas a Couros tem varios, de todas as alturas dependendo da coragem! Um grande abraço e parabéns pelo site. Vou checar outros destinos!

  17. Olá voce sabe se na cachoeira Santa Bárbara, Cavalcante tem espaço pra jump?? queria muuuito saber, amo a água cristalina

  18. Olá
    Adorei o post e as dicas, fiquei ainda mais encantada com o lugar!! Gostaria de saber se para esses passeios há algum ônibus, ou lugar para alugar carro.

    1. Oi Jhessica. O transporte público por lá é precário e alugar carro também não é muito fácil. Há opções, mas são poucas e caras. A dica é alugar mesmo em Brasília e levar o carro para lá. Abraços.

  19. Olá, Fabio! Parabéns pelo post!
    Chegarei à Chapada no dia 21 de julho e aproveitarei suas dicas. Obrigada por compartilhar preciosas informações!
    Abraços,
    Fernanda

  20. Uau, parabéns! Esse post sobre a Chapada ficou sensacional! Mesmo para mim, que já conheço a Chapada há muuuitos anos (sou de Goiás), algumas informações e lugares foram novidade! Achei o post super completo e sem dúvida vale a pena segui-lo para planejar a viagem pela Chapada 😀 As fotos também estão sensacionais, como sempre! Belo trabalho. Beijo grande

  21. Uau! Lindo demais! Estou pensando de viajar para lá, acho que vai ser difícil escolher em qual cachoeira ir primeiro! Muito legal o post, bem completo, obrigado pelas dicas!

  22. Adorei as dicas!
    Estou planejando visitar a Chapada agora em Agosto.
    Quero visitar todas estas maravilhas naturais!
    Bjs

  23. IMPOSSÍVEL, escolher apenas um desses lugares como preferido! Teria problemas se tivesse que escolher apenas um deles para visitar. Passei o olho diversas vezes em cada um e a cada olhada tudo me parecia ainda mais bonito e atraente! Vida dura esta!!! 🙂

    1. Muito difícil Analuiza. Hehehe. Uma amiga acabou de ir para lá e fiquei nesse dilema, só acompanhando a viagem dela e os lugares que ela foi visitar. Mas dá vontade de ir em todos, por isso mesmo que recomendo pelo menos 7 dias para a Chapada.

  24. Que loucura esse lugar! Fui lendo o post e pensando: “ah, esse lugar é o mais bonito”, “ah não, é esse”.. e isso se repetiu até o 10!!! rsrs Maravilhoso.. mas o que mais me impressionou mesmo foi a cachoeira da Catarata dos Couros, muito gigante!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.