O cinematográfico Vale da Lua: Chapada dos Veadeiros

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros

O Vale da Lua pode ser considerado um dos lugares mais famosos e peculiares da Chapada dos Veadeiros. A atração fica em Alto Paraíso de Goiás, na estrada para o vilarejo de São Jorge.

Formações rochosas e cristais de mais de 1 bilhão de anos formariam um ponto de convergência de energia que atrai muita gente desse planeta e de outros. A Chapada dos Veadeiros é famosa por ser uma região em que frequentemente UFOs são avistados. Muita gente vai para lá (e acaba ficando) por conta da experiência esotérica que a região provoca.

O Vale da Lua é um desses lugares únicos. Diferente das demais paisagens da Chapada, formadas principalmente por cachoeiras, o Vale da Lua também possui quedas. Mas elas estão escondidas entre as rochas, e perfuram essas formações de milhões de anos, formando túneis e caldeirões incríveis.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás

Um dos lugares mais cinematográficos e únicos da Chapada dos Veadeiros

Vale da Lua, Alto Paraíso: Chapada dos Veadeiros

Depois de ir até Almécegas e parar no Jardim de Maytreia, nossa próxima parada era o Vale da Lua. O nome do lugar já é cinematográfico, aliás como toda a Chapada dos Veadeiros. Depois de tantas imagens lindas de cachoeiras, quem diria que a gente ia encontrar um cenário parecido com a superfície lunar.

Não que a gente tivesse parâmetros para comparar, já que nenhum de nós conheceu a Lua, mas o lugar é exótico mesmo.

Ao ficar diante daquelas formações de milhões de anos, a gente simplesmente pára, fica admirado e contempla. A natureza é original pra caramba.

Como Chegar

Da estrada até a trilha de acesso, são 4 km. Apesar da ciclovia na estrada, pedalar em estrada de terra esburacada por 4km é meio inviavel, o que ainda mantém a Chapada dos Veadeiros um destino inóspito para quem viaja sem carro.

Estrada de Alto Paraíso até São Jorge - Vale da Lua
A estrada que liga Alto Paraíso até São Jorge está em ótimas condições e possui uma ciclovia

No controle, assinamos um livro e pagamos a taxa de R$ 20,00 por pessoa. A entrada do lugar é bastante simples, na nossa visita parecia um imenso canteiro de obras. Pelo preço cobrado, eles poderiam investir um pouco mais nessa chegada. Mas dá para usar o banheiro e também há uma lanchonete para comer alguma coisa.

Trilha até o Vale da Lua

A trilha até o Vale da Lua é bastante simples e leva cerca de 15 minutos (cerca de 900 metros). No caminho, vale ficar de olho na vegetação típica de cerrado: flores são o destaque.

Assim que o Cleber começou a ver as formações rochosas do Vale da Lua e o curso do rio correndo entre elas, formando túneis e caldeirões por entre as pedras, ele ficou maravilhado. O lugar é de fato impressionante.

O nome do lugar se deve justamente à aparência de suas rochas, que lembram a superfície lunar. É um cenário único.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros
Vale da Lua possui formações rochosas impressionantes, semelhantes à superfície lunar

Cuidado: perigo

Com diversas cordas e avisos de perigo, ficamos bastante receosos de chegar mais perto do rio que corre por entre as pedras. É o Ribeirão de São Miguel, que faz parte da bacia do Rio Tocantins. Acidentes são comuns, porque as pedras são muito escorregadias.

Com cuidado, fomos nos aproximando e é um espetáculo ver a água correndo furiosamente por entre as cavidades do Vale da Lua.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros
Paisagem lunar do Vale da Lua: todo cuidado é pouco pois o piso é muito escorregadio

Há 3 piscinas no complexo, mas eles recomendam o banho somente na última delas.

Placas indicam que o banho não é recomendado nas demais, aumentando aquela sensação de insegurança na tentativa de evitar acidentes.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros
O curso de água corre forte e abre buracos nas rochas de milhões de anos

Piscina natural do Vale da Lua

A última piscina é bem tranquila e rasinha, o que faz a gente duvidar porque a água corre tão feroz e rápida antes, e como depois se torna tão serena.

Enfim, entramos e água estava muito gelada. Já era finalzinho de tarde, então talvez seja melhor tentar ir próximo ao meio do dia, quando o sol é mais intenso e aquece a água.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros
Cleber e eu na última piscina natural, a mais indicada para banho

Lembro que da primeira vez no Vale da Lua, eu entrei dentro de uma rocha e uma queda d’água bem forte criava uma hidromassagem natural. Por conta do alto volume de água (a estação de chuvas tinha acabado de terminar no mês de abril), o que era uma pequena hidromassagem natural em julho, em maio era uma cascata. Portanto, sem chance de entrar.

Na época das chuvas, o lugar é bem perigoso, por causa das cheias repentinas. Já na época da seca, um pouco depois da última piscina existe uma fenda que forma uma imensa hidromassagem. Mas convém só entrar quando o volume de água estiver mais baixo, assim o banho não oferece perigo.

Vale da Lua, Alto Paraíso de Goiás: Chapada dos Veadeiros
Nas quedas de hidromassagem natural do Vale da Lua, em 2012

Locação para a série Felizes para Sempre

Vale da Lua, Chapada dos Veadeiros

Com um lugar tão cinematográfico assim, não é surpresa que o Vale da Lua tenha virado locação de uma produção audiovisual. A série Felizes para Sempre? (aquela mesma que a Paolla Oliveira aparece nua na sacada de um hotel) gravou uma cena lá.

Uma das curiosidades é que a equipe passou 5 dias na Chapada dos Veadeiros.

Para gravar a cena em que Cláudio (Enrique Diaz) e Danny Bond (Paolla Oliveira) nadam pelados em uma das quedas, sem acesso para os visitantes, eles tiveram que enfrentar muitas aranhas.

“Escolhemos o Vale da Lua por ser um lugar visualmente único. Nunca tinha visto uma formação rochosa tão diferente com uma água cristalina. Normalmente não é possível nadar naquele poço da cachoeira, fica muito cheio de água e perigoso, mas como tinha pouca água conseguimos filmar a cena ali dentro”, declarou o diretor Rodrigo Meirelles, da O2 Filmes, para o site Gshow.

As aranhas não eram peçonhentas e a equipe até tentou assustá-las na hora da gravação. Os atores entraram na queda e começaram a gravar, mas as aranhas acabaram voltando. O jeito foi gravar assim mesmo, com aranha e com a temperatura bem gelada da água.

Mas é um trechinho bem curto, as demais cenas foram gravadas nas piscinas naturais abertas ao público.

As imagens da série Felizes para Sempre? no Vale da Lua ficaram lindas, vale conferir.

Confira nosso roteiro de viagem completo na Chapada dos Veadeiros: Dicas e Roteiro de 7 Dias

Leia também: Catarata dos Couros – A Cachoeira mais incrível da Chapada dos Veadeiros

FICHA TÉCNICA:
Passeio: Vale da Lua
Direção: Alto Paraíso de Goiás, Chapada dos Veadeiros (28km de Alto Paraíso e 4km de São Jorge)
Produção: R$ 20,00 por pessoa
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: As formações são únicas e encantam quem visita o lugar
O pior: Evite no período de chuvas, quando o lugar fica mais perigoso devido às trombas d’água
Ano: 2017
País: Brasil
Avaliação: ★★★

Fonte: Sítios Geológicos no Brasil: Conglomerado São Miguel no Vale da Lua

Tags:

7 comentários

  1. Ô lugar para ser lindo e suas fotos maravilhosas transmite toda a beleza deste cenário tão perfeito. Realmente, as rochas lembram uma lua e eu também ficaria com receio de chegar um pouco mais perto do rio. Agora, vou confessar uma coisa, ficaria com mais medo ainda de encarar a água gelada das piscninas hehe.
    Abraços

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.