Turismo LGBT+: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil

Quais os melhores destinos LGBT friendly do mundo? Onde é mais seguro para um casal gay viajar? Em que lugar acontecem os melhores eventos e paradas LGBT internacionais?

Antes de mais nada, é importante a gente se apresentar, caso você seja novo aqui no blog. Meu nome é Fábio e meu marido se chama Cleber, somos casados oficialmente (clique aqui para saber mais sobre nosso casamento homoafetivo) e adoramos viajar. Tanto que criamos esse blog para compartilhar nossas experiências.

Nossa lista é baseada em nossa vivência como viajantes gays, mas também em eventos que participamos como o Fórum de Turismo LGBT do Brasil 2018.

O evento é uma iniciativa incrível da revista ViaG que visa capacitar agentes de turismo e apresentar produtos que atendam às demandas do segmento LGBT+. Em sua 1ª edição, o Fórum de Turismo LGBT 2017 foi um sucesso e lotou um espaço no Hotel Meliá Paulista.

Na edição de 2018, o evento aconteceu no Hotel Maksoud Plaza, novamente em São Paulo, e ampliou ainda mais seu espaço, o número de presentes e os palestrantes. Além dos workshops e painéis sobre turismo LGBT, o Fórum também trouxe espaço de exposição para que cada participante pudesse conversar e ampliar conhecimentos individualmente. Finalmente em 2019, o evento rolou no Hotel Tivoli Mofarrej.

Saiba agora quais foram os destinos LGBT friendly presentes e quais diferenciais cada um oferece para turistas gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros e de outras identidades.

Turismo LGBT+: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo

Conheça quais são as melhores dicas de viagem gay internacionais

1 – Greater Fort Lauderdale

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Greater Fort Lauderdale é um dos destinos pioneiros nas campanhas para os turistas LGBT. Foto Divulgação: Greater Fort Lauderdale CVB
  •  Greater Fort Lauderdale, é um dos lugares mais famosos entre os destinos gay friendly. Richard Gray, Vice-Presidente do Convention & Visitors Bureau para o mercado LGBT+ está sempre presente nos eventos para divulgar o destino.
  • A cidade está localizada no Estado da Flórida, nos Estados Unidos, e possui como grande atrativo seus mais de 37 quilômetros de praias.
  • O destino é pioneiro nas campanhas de marketing para o segmento LGBT+ e possui um departamento específico para cuidar das demandas desse público. Começou com um orçamento anual de 5 mil dólares (em 2006) para um orçamento atual de mais de 1 milhão de dólares, exclusivamente para o segmento.
  • Uma das iniciativas muito legais apresentadas pelo VP de Greater Fort Lauderdale é que o destino irá sediar o Pride of Americas em 2020. O festival de 10 dias terá diversas atividades reunindo vários destinos da América do Norte, América Central e América do Sul e previsão de público de mais de 350 mil pessoas.
  • Um dos esforços do Pride of Americas será incluir e conscientizar alguns destinos do Caribe, em que os direitos e respeito aos turistas LGBT+ ainda são uma questão delicada.

2 – México

Turismo LGBT: Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo
Cancun é uma das cidades mais visitadas pelos viajantes gays no México
  • Frequentemente na lista dos melhores destinos LGBT friendly do mundo, Cidade do México e Puerto Vallarta são alguns destinos do México que atraem muitos viajantes LGBT+. Cancun e Guadalajara também são outras cidades mexicanas com grande potencial de atração.
  • Para falar sobre o México, Ivan Martinez, Diretor de Turismo do Conselho de Promoção Turística do Visit Mexico para EUA, apresentou alguns números impressionantes sobre o turismo no país. Destacando mais de 35 milhões de turistas e figurar entre os 10 países mais visitados do mundo, Ivan destacou ainda o cuidado com o público LGBT+.
  • A proximidade dos Estados Unidos (um país com muitos turistas gays) fez com que o destino tivesse que se aprimorar para receber bem esse visitante. O Ministério do Turismo do México estima cerca de 6 milhões de turistas LGBT, com um gasto médio de US$ 500,00 por pessoa, o dobro de um viajante tradicional.
  • Treinamentos que buscam a equidade no tratamento aos turistas LGBT e diversas certificações, como da Talento Consultores, comprovam o trabalho que o destino está desenvolvendo para garantir a qualidade do atendimento ao segmento.

Leia mais:
México Gay Friendly: Cancun e Puerto Vallarta

Cancun x Puerto Vallarta

Se em Cancun a oferta de estabelecimentos direcionados ao público gay é mais restrita, em Puerto Vallarta, a quantidade de lugares é muito maior (consulte o Guia Gay de Vallarta e o GayPV, publicações facilmente encontradas na Zona Romântica de Puerto Vallarta).

São mais de 30 bares e casas noturnas, 5 clubes de praia (a praia mais gay daqui é a Playa de los Mortos) e atividades específicas para o público gay, como o On Bay Gay Cruise ou o Gay Bar-Hopping Tour (um tour pelos bares gays de Puerto Vallarta).

Em Puerto Vallarta, nós recomendamos a hospedagem no Hard Rock Hotel Vallarta. O lugar é um sonho, um resort all inclusive localizado na paradisíaca Riviera Nayarit.

Dicas e Roteiro de Viagem:
Cancun – Dicas de Viagem, Melhor Época e Outras Perguntas Frequentes


3 – Espanha

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Em Sitges, onde acontece a deliciosa Bear Week
  • Em 2019, um dos lugares que mais adoramos visitar na Europa foi a Espanha. Justamente procurando a vida noturna LGBT, nós escolhemos Barcelona como uma de nossas bases. Não poderíamos ter acertado mais.
  • Ajudou também o fato de podermos visitar um casal de amigas nossas que estão vivendo por lá, as meninas do blog Estrangeira. Elas nos ajudaram a conhecer alguns restaurantes, bares e a vida noturna de Barcelona.
  • Também estávamos com alguns amigos que foram curtir a Bear Week que acontece em Sitges, uma cidade a 30 minutos de trem de Barcelona. Sitges normalmente já é um destino super gay-friendly, mas o lugar simplesmente ferve durante a festa. A Praia de Balmins, de nudismo, fica lotada de ursos se refrescando no mar da Espanha. Delícia né?
  • Em Barcelona, nós ficamos hospedados no delicioso Two Hotel Barcelona by Axel. O hotel é direcionado ao público LGBT, uma iniciativa de seu fundador e presidente, Juan Juliá.

“Tudo começou com um sonho… abrir um hotel focado no mundo gay, meu mundo. Um ambiente cosmopolita e tolerante onde atmosfera, diversidade e respeito são valorizados. A construção do Axel Hotel Barcelona, aberto em 2003, foi o começou desse projeto que em 15 anos de existência, se tornou uma cadeia de hotéis”. declarou Juan Juliá.

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Eu e Cleber na piscina do Two Hotel Barcelona, da cadeia de hotéis gay friendly Axel

Ilhas Baleares

A cadeia Axel também inclui hotéis em San Sebastian, Maspalomas (nas Ilhas Canárias), Madrid e Ibiza.

Aliás, nosso roteiro pela Espanha também incluiu Mallorca e Ibiza, duas ilhas maravilhosas. Mallorca possui as praias mais lindas, mas é em Ibiza onde a cena LGBT realmente desponta.

Leia mais:
Barcelona LGBT: Top 5 Experiências Imperdíveis – Vida Noturna, Praia de Nudismo e Hotel Gay Friendly


4 – Las Vegas

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Las Vegas tem várias opções de hospedagem com boa relação custo benefício para os viajantes LGBT
  • Las Vegas foi um dos destinos que encerrou nossa lua de mel nos Estados Unidos. Escolher um destino LGBT friendly era fundamental. Para a hospedagem, escolhemos o Hotel Bellaggio, mas confesso que ficamos na dúvida entre vários hotéis de sonho.
  • Jim McMichel, Gerente de Mercados Especiais do Visit Las Vegas, não teve dificuldade em listar uma série de atrativos para os viajantes LGBT. Tanto que a cidade já se destaca como o quarto destino mais popular entre os turistas gays.
  • Os shows de grandes artistas e das divas da música pop, como Cher, Celine Dion, Ricky Martin e Elton John são os destaques e atraem turistas que muitas vezes viajam só por causa disso. Mas não dá para esquecer dos espetáculos do Cirque du Soleil (atração quase obrigatória para quem visita Las Vegas) e do show de drags Divas Las Vegas, já com 30 anos de atividades.
  • Com as drags queens cada vez mais populares após o reality show RuPaul’s Drag Race, não é de se estranhar essa popularidade. É a oportunidade de ver Cher, Madonna, Britney Spears, Lady Gaga e outras divas todas em um mesmo show. Ou quase isso, né?
Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Além das divas como Cher e Celine Dion, o show de drags também atrai o público LGBT+ para Las Vegas. Foto: Divulgação
  • Mas obviamente, Las Vegas tem muito mais a oferecer, como passeios bate-volta a partir da cidade, como o voo de helicóptero até o Grand Canyon. Nós fomos de carro até o Valley of Fire e adoramos.

Leia mais:
Califórnia, Las Vegas e Grand Canyon: Roteiro de Viagem

Entre as atividades específicas para o viajante gay em Las Vegas, a pool party do Hotel Luxor, Temptation Sundays, é uma das mais populares.

A Clexacon, uma espécie de Comic Con lésbica, atraiu em sua última edição cerca de 4 mil mulheres.


5 – Portugal

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Com praias cinematográficas e cerca de 250 dias de sol ao ano, Portugal é um dos destinos mais receptivos da Europa
  • Bernardo Cardoso, Diretor do Escritório de Turismo de Portugal, já trouxe para o Brasil a campanha “Can’t Skip Us”. Em 2019, lançaram a bonita campanha Proudly Portugal.
  • O objetivo é apresentar Portugal como um destino atrativo para todos os viajantes e a porta de entrada para quem viaja para a Europa.
  • Em um ano que Portugal entrou para diversas listas dos melhores destinos de 2018, ninguém vai mais pensar em pular Portugal.
  • Nós não hesitamos e revisitamos Portugal em nosso roteiro pela Europa em 2019.

As Praias de Portugal

E como deixar de fora que Portugal reserva cerca de 250 dias de sol por ano. Nós adoramos conhecer a região do Algarve, por exemplo, com praias cinematográficas. O sul de Portugal, justamente pela maior quantidade de turistas, acaba sendo mais cosmopolita e menos conservador do que o norte do país.

Falando sobre destinos LGBT, Portugal também oferece praias de nudismo (a Praia 19 é a mais famosa) e várias festas, como a Lesboa e a Lisboa Bear Pride. Uma curiosidade é que a apresentação de Portugal deu destaque aos ursos como uma das identidades do segmento LGBT+. Portugal foi considerado o 7º destino mais LGBT friendly da Europa.

O site do Visit Portugal ainda não oferece uma seção direcionada ao turista LGBT+. O site Dezanove é uma boa opção para buscar conteúdo sobre o país.

Leia mais:
Algarve: Dicas e Roteiro de Viagem


6 – Peru

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil
Além de Cusco e Machu Picchu, o Peru oferece vários outros atrativos aos viajantes LGBT
  • Entre os destinos que começam agora a direcionar seus esforços de divulgação e captação de turistas LGBT está o Peru. Liz Chuecas, representante da PROMPERÚ – Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo do Peru – também veio ao Brasil para participar do Fórum de Turismo LGBT.
  • Entre os destinos LGBT priorizados para o segmento estão Lima, Ica, Arequipa, Cusco e Loreto.
  • Como diferenciais do Peru, Liz destacou a natureza hospitaleira e calorosa de seu povo. E apresentou separadamente cada uma das regiões priorizadas.
  • Sobre Lima, por exemplo, a oferta diversificada de entretenimento e restaurantes gay friendly foi destacada. O Outfest Peru, no mês de junho, e o MATE – Museu Mario Testino são alguns destaques.
  • Já a região de Ica, combina dunas e mar na mesma viagem, que atrai os viajantes LGBT que curtem aventura. As experiências de carros tubulares e sandboards nas dunas já são muito famosas. E o sobrevoo pelas misteriosas linhas de Nazca, também são outro notório passeio na região.

A Cosmopolita Cusco

Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Turismo LGBT - Peru Cusco
Cusco é uma das cidades mais LGBT friendly do Peru

Mas o principal destino do Peru é mesmo a cosmopolita Cusco. A bandeira do arco-íris que pode ser encontrada em vários lugares por lá já revela essa proximidade, inclusive muito confundida pelos turistas que chegam por lá. A curiosidade é que a bandeira colorida do Peru tem 7 cores e a bandeira do movimento LGBT tem apenas 6 cores.

Para quem procura hospedagens totalmente diferentes do normal, que é sempre uma procura do turismo LGBT+, os viajantes podem alternar entre se hospedar em um mosteiro colonial, em uma cápsula transparente na parede de uma montanha ou até em um vagão dos luxuosos trens que atravessam a Cordilheira dos Andes.

Os passeios até Machu Picchu e Vale Sagrado também já são programas obrigatórios, mas as festas gay friendly do resto bar Fallen Angel são aquele programa direcionado especialmente os viajantes LGBT.

Liz ainda destacou os cruzeiros fluviais pelo rio Amazonas na região de Loreto e um dos canyons mais profundos do mundo, o Colca (onde pode se observar o voo do Condor).

O site do Turismo do Peru ainda não possui conteúdo direcionado ao público LGBT+, mas vale consultar o post Cusco LGBT no blog Estrangeira. Nós também tivemos uma experiência muito positiva no Peru.

Leia mais:
O que fazer no Peru e Machu Picchu


7 – São Francisco

San Francisco Dicas Gay Friendly
Uma das cidades mais gay friendly do mundo, é no bairro do Castro que a comunidade LGBT se concentra
  • Não dá para pensar numa cidade gay friendly e não lembrar de São Francisco.
  • Nos anos 70, o bairro Castro (até hoje um dos pontos principais de concentração da população LGBT) e a própria cidade de São Francisco ficaram famosos como símbolo de igualdade e liberdade. E consequentemente, atraíram gays mundo afora.
  • A bandeira do arco-íris foi criada e usada pela primeira vez em 1978, durante a Freedom Day Parade de São Francisco.
  • E como esquecer que em 1997, Harvey Milk foi o primeiro político gay assumido a ser eleito nos Estados Unidos, em São Francisco. Em 2008, a história dele virou filme, a produção “Milk”, onde Harvey é interpretado por Sean Penn, que levou o Oscar de melhor ator.
  • Visitar San Francisco é uma experiência e tanto, mas fica ainda melhor se você fizer uma road trip pela Califórnia, começando em São Francisco e terminando em Los Angeles, outra cidade cuja cena gay nos encantou ainda mais do que em São Francisco.

Saiba mais:
O que fazer em São Francisco: Dicas e Roteiro de Viagem


8 – Israel

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo se apresentam em Fórum de Turismo LGBT no Brasil
As praias e o clima de Israel fazem o destino bem próximo ao gosto dos turistas brasileiros. Foto: Dana Friedlander, Ministério de Turismo de Israel.
  • Renata Cohen, Diretora do Escritório de Turismo de Israel, também esteve no Fórum para falar sobre o país. Renata lembrou da cultura de coexistência que é uma das características do destino, em um caldeirão de diferentes religiões e raças.
  • Ela também destacou as semelhanças culturais com o nosso país e o câmbio favorável, que acabam sendo um atrativo interessante para o turista brasileiro.
  • A facilidade de se comunicar em inglês é um grande benefício, e todas as informações por lá são escritas em três línguas: o hebraico, o árabe e o inglês.
  • Com isso, houve um crescimento de 60% no turismo de brasileiros para Israel, em 2017.

Tel Aviv, o principal destino LGBT

Tel Aviv é o principal destino LGBT de Israel. Entre os atrativos, estão as praias, a plena aceitação à comunidade gay e a beleza dos israelenses.

Mas Renata salientou que as curtas distâncias facilitam várias outras viagens por Israel, como o turismo religioso em Jerusalém, a experiência de flutuar no Mar Morto ou até uma viagem até a Jordânia, país vizinho de Israel. É lá que fica a cinematográfica cidade de Petra, locação do filme “Indiana Jones e a Última Cruzada”.

Israel marcou presença no Pride Brunch, um evento realizado no Hotel Pullman São Paulo Ibirapuera, que rolou antes da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. O brunch contou com a participação do DJ israelense Micky Friedman. Nós tivemos a oportunidade de participar e foi excelente. Foram distribuídas camisetas aos participantes e na sequência um grupo desfilou com as camisas durante a Parada.

O pessoal do Maior Viagem esteve lá e apresenta um roteiro gay por Tel Aviv, um dos destinos mais gay friendly que conheceram.


9 – Miami e Flórida

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo se apresentam em Fórum de Turismo LGBT no Brasil
Praias como a 12th Street, em Miami Beach, são direcionadas ao público LGBT. Foto: Shutterstock.com
  • Miami foi outro dos destinos que tem uma forte tradição LGBT friendly e também enviou uma representante para o Fórum. Débora Prass, responsável pela promoção do Greater Miami CVB no Brasil, também apresentou a cidade como um dos destinos mais atrativos dos Estados Unidos.
  • O site do Greater Miami Convention and Visitors Bureau tem uma página específica para o segmento LGBT+, trazendo dicas de bares, restaurantes, eventos e praias gay friendly na cidade.
  • Entre os eventos mais relevantes, podemos destacar o OUTshine Film Festival, que acontece em South Beach e arredores, trazendo mais de 65 exibições e eventos.
  • A Miami Beach Gay Pride acontece em abril (mesmo mês do festival de cinema).
  • E um dos mais famosos eventos do calendário é a White Party Week, que acontece em novembro. Com mais de 25 anos de existência, a celebração acontece durante seis dias e seis noites e busca captar recursos para ações direcionadas ao combate da AIDS/HIV.

Praias gays de Miami

Mas a principal atração de Miami são as praias, e os turistas LGBT podem se sentir à vontade em qualquer uma delas. Mas obviamente, existem aquelas que são mais frequentadas pelos gays, como a 12th Street Beach e a Halouver Beach, uma praia de nudismo opcional. Lá todo mundo pode se sentir à vontade, independente de idade, orientação sexual ou tipo de corpo.

Outra das atrações imperdíveis na cidade é visitar o colorido bairro de Wynwood, repleto de murais ao livre e mais de 70 galerias e museus. Em função de sua arte de rua e dos artistas que frequentam a região, acabou se tornando uma das localizações mais vibrantes da cidade.

E a cidade possui um LGBT Visitor Center, localizado em Miami Beach, na 1130 Washington Avenue. O local promove a interação e o bem-estar da comunidade, com várias atividades inclusive de promoção do turismo LGBT. Vale passar por lá para conferir. O horário de funcionamento encontra-se no site do centro de visitantes.

St. Petersburg – Clearwater

Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil
Com praias paradisíacas e eventos LGBT+, St. Petersburg é mais um destino gay friendly na Flórida. Foto: Visit St. Pete Clearwater

Ainda falando de Flórida, outro lugar que promete praias paradisíacas e receptivas aos viajantes LGBT é St. Petersburg e Clearwater. São duas cidades independentes, mas como aparentemente ninguém sabe onde uma termina e começa a outra, as duas cidades resolveram se unir e constituir um único Convention and Visitor Bureau.

A praia de Clearwater foi considerada a praia número 1 dos Estados Unidos, segundo o público do TripAdvisor e sétima melhor praia do mundo. A areia branca, o mar cristalino e até um encontro eventual com golfinhos no mar, fazem dessa praia um dos lugares mais lindos dos Estados Unidos. No local foram gravadas algumas cenas da película Piratas do Caribe 3.

St. Petersburg é considerado um destino mais “adulto” do que Clearwater. É lá que acontece a Pride Parade da região. São mais de 5 mil pessoas desfilando e um público de 200 mil pessoas assistindo (as paradas em outros países possuem essa diferenciação entre quem assiste e quem desfile).

Entre as atrações de St. Pete, o Chihully Collection é um dos principais destaques. O Museu Salvador Dalí é outro lugar imperdível em St. Petersburg.

Veja mais sobre St. Petersburg no post do casal amigo e simpatizante do blog Coisos on the Go.


10 – Grã-Bretanha

Turismo LGBT: Top 10 Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Dicas de Viagem Gay
Brighton é considerada a capital gay da Inglaterra. Foto Divulgação: Visit Britain
  • O Visit Britain veio ao Fórum do Turismo LGBT do Brasil representado por Malcom Griffits, Diretor Brasil do Visit Britain, orgão nacional do turismo do governo britânico. A Grã-Bretanha já se destaca há bastante entre os destinos LGBT e tem uma ampla divulgação relacionada ao segmento, através da campanha Love is Great.
  • O site oferece diversos roteiros LGBT friendly em cidades como Londres, Brighton, Manchester, Birmingham, Glasgow, Cardiff, Edinburgh, Newscastle e Bristol.
  • O destino anuncia cerca de 12 festivais de orgulho gay e uma centena de pubs e hotéis gay friendly. Durante a apresentação, Griffits ainda lembrou que procura participar de diversas conferências e fóruns LGBT espalhados pelo mundo.
  • No Brasil, o Visit Britain marca sua participação nas paradas de Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

A Capital Gay da Inglaterra

Falar que Londres é um destino LGBT friendly é meio desnecessário. A cidade é conhecida como capital da diversidade e possui mais de 270 diferentes nacionalidades e 300 idiomas. Toda essa diversidade se transborda para o modo como a cidade recebe e abraça o segmento LGBT+. O bairro do Soho, em Londres, é o grande epicentro de toda essa diversidade.

Mas o grande destaque LGBT da Grã-Bretanha é a cidade litorânea de Brighton, também chamada de capital gay da Inglaterra. A cidade possui uma grande porcentagem de famílias homossexuais (dados do Conselho de Brighton & Hove) e fica a menos de 1 hora de trem de Londres.

Os estabelecimentos LGBT se concentram no bairro de Kemp Town e a cidade também é notória por casais gays famosos como Oscar Wilde e Lord Alfred “Bosie” Douglas, e a escritora Virginia Woolf e a poeta Vita Sackville-West. O Viaja Bi esteve em Brighton, vale conferir.


Extra – Colômbia

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo se apresentam em Fórum de Turismo LGBT no Brasil
Carnaval de Barranquilla é um exemplo da alegria e vibração da terra da Sabrosura. Foto: Shutterstock.com
  • Para encerrar, deixamos a Colômbia para o final, pois é o destino que ainda está começando a sua abordagem com o público LGBT+. Isso não quer dizer que a Colômbia não tenha atrativos suficientes.
  • Maria Catalina, assessora de turismo da ProColombia no Brasil, é quem veio ao Fórum de Turismo LGBT para apresentar o potencial do país.
  • Ela lembra que diversidade é uma palavra que descreve bem as possibilidades de turismo por lá. Banhada por dois oceanos e com muita diversidade de climas e paisagens, a Colômbia também se destaca por sua cultura.
  • A campanha Terra de Sabrosura mostra uma Colômbia colorida, alegre e vibrante que tem tudo para conquistar os viajantes LGBT.
  • Uma das festas que mais representa esse espírito é o Carnaval de Barranquilla. São quatro dias de festa que reunem cerca de 1 milhão de pessoas.

Destino LGBT emergente

Maria ainda destacou Colômbia como um destino LGBT emergente. No país, o casamento entre pessoas do mesmo sexo já é aprovado e a comunidade LGBT+ já possui direitos de adoção, leis de identidade de gênero e antidiscriminação aprovados. A Colômbia também já possui representação na IGLTA. 

Dos 6,5 milhões de turistas internacionais, 400 mil já formam os turistas LGBT no país.

Entre os destinos mais atrativos, estão a capital Bogotá (um dos destaques é a Theatron, discoteca localizada no coração de Chapinero, o bairro LGBT), a histórica Cartagena (a Playa Hollywood é onde a comunidade gay se reúne) e Medellín (na zona rosa da cidade, Parque Lleras, é possível encontrar o Donde Aquellos, bar com 20 anos de história).

A famosa ilha de San Andrés e Cali, capital da salsa, também são destinos atrativos para os viajantes LGBT. 

Leia mais sobre esses destinos e dicas LGBT no site da ProColombia.

Leia também:


2ª Edição do Fórum de Turismo LGBT do Brasil de 2018 amplia número de destinos e palestrantes

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil

O Fórum de Turismo LGBT de 2018 já começou quebrando paradigmas sobre viajantes e destinos LGBT.

O primeiro painel, sobre Famílias LGBT no Turismo, veio desmistificar a ideia de que o turista gay somente curte vida noturna e que casais LGBT não combinam com hospedagens familiares.

Esse primeiro painel contou com a participação de Clark Massad, Vice-Presidente da IGLTA – International Gays and Lesbian Travel Association, Ezra Geld, Presidente da J. Walter Thompson Brasil (uma das maiores agências de publicidade do Brasil, que é casado e possui dois filhos pequenos) e Clóvis Casemiro, Diretor da IGLTA no Brasil.

Logo na sequência, outro painel que chegou para reciclar os conceitos dos participantes, é a presença das lésbicas no turismo LGBT. As participantes desse painel lembraram da importância de maior espaço para a representatividade de lésbicas nas campanhas de marketing para captar turistas desse segmento.

Melhores Destinos LGBT Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil
Fórum de Turismo LGBT de 2018 ampliou seu público e o número de palestrantes. Foto: Antonio Salani

Marjorie Pinichetti, da Planeta Brasil Incoming e Gabriela Torrezani, do blog Estrangeira, lembraram que as lésbicas não podem ser resumidas a somente um tipo de destino ou estilo de viagem. Elas são aventureiras, românticas, familiares ou viajantes sozinhas.

O único ponto em comum é que todas gostam de se sentir representadas e procuram essa identificação em todas as formas de divulgação de determinado destino.

Valorizando os Marcadores Identitários

Outra palestra que chamou a atenção foi de Reinaldo Bugareli, idealizador do Fórum de Empresas e Direitos LGBT, que está desenvolvendo um notável trabalho no meio corporativo.

Uma das questões mais impactantes foi alertar para que as pessoas que conversam com o segmento LGBT+ sobre a questão do “tanto faz”. Um dos discursos mais recorrentes entre os estabelecimentos e destinos LGBT friendly é que tanto faz se o turista é gay ou hétero e será tratado da mesma forma. Desvalorizar os marcadores identitários, segundo Bugareli, não é a forma correta de abordar esse público.

Melhores Destinos Gay Friendly do Mundo - Forum de Turismo LGBT 2018 Brasil

11 comentários

  1. Acho super bacana que os países da América Latina estejam cada vez mais presentes !!! Amaria participar nesses eventos de turismo!!! Matéria top!!!

  2. ola pessoal!
    Me chamo Michael e estou com viagem programada pra MIAMI( chegada em 09/08/2019), NEW YORK E CHICAGO e gostaria de incluir mais amigos para que juntos possamos locar um apartamento inteiro e assim todos dividirmos as despesas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.