O que fazer em Sitges – Bate Volta de Barcelona e a Gay Bear Week

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona e a Gay Bear Week

Quem viaja para Barcelona pode fazer vários passeios bate-volta a partir da cidade. Entre esses destinos que ficam pertinho, um dos mais famosos é Sitges. 

A cidade tem muitas praias (até de naturismo), tem um centro histórico muito charmoso (algumas ruas e casinhas lembram a Grécia) e fica a cerca de 40 minutos de trem de Barcelona. 

Além disso, Sitges é conhecida como uma das cidades mais gay friendly da Europa e um paraíso para a comunidade LGBT. 

Nós estivemos durante a International Bear Week Sitges, que acontece desde 2001, nos meses de setembro. O evento é considerado um dos maiores para os ursos gays na Europa. 

Mas o que fazer em Sitges. Bora lá conferir nosso roteiro de um dia, especialmente para a comunidade LGBT, com as dicas das praias gays para conhecer na cidade.

O que fazer em Sitges – Bate Volta de Barcelona

Praias Gay Friendly e a Bear Week de Sitges

Para entender tudo o que fizemos nessa viagem, não deixe de ler também:

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona na Bear Week

Como Chegar em Sitges

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona
Máquinas de autoatendimento onde é possível comprar o bilhete de trem até Sitges

É bem simples chegar em Sitges, a partir de Barcelona.

Você pode pegar o metrô e se dirigir até a estação Sants ou a estação Passeig de Graça. Verifique qual das duas fica mais perto para você. Ao chegar lá, é preciso comprar um bilhete de trem. Esse ticket pode ser comprado em máquinas de autoatendimento, basta selecionar que você vai para Sitges. 

Você também escolhe se deseja um ticket ida e volta. Não é necessário escolher assento. A passagem custa cerca de 4 euros por pessoa. 

Na hora de embarcar, notamos no painel que não havia indicação de Sitges, e sim de Vilanova i La Geltrú, que é uma cidade que fica além de Sitges. É o mesmo trem que vai para as duas localidades.

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona na Bear Week
Estação de embarque dos trens que seguem para Sitges

O trem segue relativamente rápido e é bastante espaçoso, então todo mundo viajou sentado, com vários lugares livres. Mas talvez em horários de pico essa viagem fique mais lotada.

Ao chegar na estação de trem de Sitges, vale a pena passar no escritório de turismo, que fica bem na saída da estação. Lá você pode pegar um mapinha e pedir para que o pessoal te indique quais os principais pontos de interesse para você visitar.

Mas nós já vamos antecipar eles aqui para vocês. 

O que fazer em Sitges: Principais Pontos Turísticos

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona na Bear Week
Confira mapa ampliado no Google Maps

A primeira parada é na #1 Praça del Cap de la Vila.

A praça é encontro de várias ruazinhas estreitas e é para onde tudo converge. Dali, você pode optar por seguir para várias ruas, explorando uma tranquilidade sem igual.

Nas ruas não circulam carros, e você pode desfilar pelo calçadão de pedras enquanto observa as lojas no caminho. 

O que fazer em Sitges - Bate Volta de Barcelona na Bear Week
Ruas estreitas e tranquilas do centro de Sitges

Na mesma região se encontra a #2 Casa Bacardí, onde é possível fazer um tour guiado que inclui algumas degustações dessa famosa bebida.

A próxima parada é na #3 Igreja de Sant Bartolomeu e Santa Tecla, que fica em frente ao mar. Além de ser um ótimo mirante para as praias e o calçadão de Sitges, a igreja também torna-se uma referência e pode ser vista de vários pontos da orla. 

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
Igreja de Sant Bartolomeu e Santa Tecla, de frente para o mar e praias de Sitges

Da Igreja de Sant Bartolomeu e Santa Tecla, você precisa tomar uma decisão.

Ali fica a Plaça del Baluarte, com um mirante incrível para a região. Uma escadaria faz a ligação da igreja até a praça.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
Mirante em frente a Igreja de Sant Bartolomeu, no início do calçadão

Melhores Praias Gay Friendly

Entre as praias que mais curtimos em Sitges, estão a Praia de Balmins e a Praia de Bossa Rodona. As duas são praias predominantemente gays. Mas o clima é de absoluta tranquilidade e respeito a todos, héteros ou gays.

Isso é o que mais encanta em Sitges e na Espanha em geral: os gays praticamente passam despercebidos (embora ajam e se manifestem na maior liberdade), pois não há qualquer tipo de preconceito por lá. 

Voltando aquela bifurcação que mencionamos antes, a Praia de Balmins é uma praia de naturismo e Bossa Rodona é mais urbana e central. Elas ficam em direções diferentes.

Passeig de la Ribera

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
Passeig de la Ribera: agradável calçadão para caminhar à beira-mar

Então caso você opte por ir para Bossa Rodona, deve seguir para a direita, pelo #4 Passeig de la Ribera

O calçadão onde se caminha é um charme só, com muita vegetação, palmeiras e barracas de praia. Fique ligado para as estátuas que se distribuem pela orla.

É nesse calçadão que durante a Bear Week, eles montam a Bear Village, que reúne o pessoal com serviços e música. 

Playa de la Bossa Rodona

A denominação ocorre porque ela se encontra exatamente na frente da Carrer da la Bassa Rodona.

Na #5 Playa de la Bossa Rodona, ficamos felizes e tiramos várias fotos com as bandeiras do arco-íris tremulando na praia.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
Playa de Bossa Rodona: forte presença gay com bandeiras do arco-íris e muito respeito na areia

Na praia, a disposição das espreguiçadeiras é um pouco diferente do Brasil.

Lá elas ficam enfileiradas, e não há espaço entre uma e outra pessoa. Isso pode soar um pouco ruim, mas funciona para que as pessoas possam interagir e se conhecer. 

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
Espreguiçadeiras bem próximas umas das outras, na praia Bossa Rodona em Sitges

Além disso, é importante se acostumar com a liberdade dos espanhóis. Aqui na Bassa Rodona a predominância era de público gay, mas nas outras praias o topless é bastante comum. Aja com naturalidade.

Mas calma que ainda iremos até a praia de naturismo de Sitges.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays

Se já bateu fome, há vários restaurantes na orla da praia, mas com preços superiores aos que ficam em ruas mais internas.

Hora do Almoço

Nossa dica é seguir para a #6 Plaça de la Industria. Além de ser também um point gay, com o bar Parrots, a rua Carrer Marquès Montroig está repleta de restaurantes com preços bem convidativos. 

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays
O Bar Parrots é uma das referências LGBT da cidade

Nós experimentamos o The Vikings, e curtimos o menu por € 13,25 (menu inclui primeiro prato, prato principal, bebida, pão e sobremesa). Nem consegui comer tudo, então você deve imaginar que não economizaram na quantidade. 

Casco Antigo (Old Town)

Dali partimos a Balmins. É preciso retornar todo o caminho, atravessar a Igreja, seguir a Carrer Fonollar (um caminho com o mar ao seu lado) e chegar no Complexo Maricel, composto pelo magnífico #7 Palau Maricel e o Museu Maricel. Repare em todos os detalhes na porta, inclusive com figuras humanas e de animais.

O Museu Maricel está aberto a visitas, consulte horários no site oficial. O edifício também está aberto para atividades culturais e aluguel para eventos.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Old Town

Novamente circulamos por ruas estreitas e charmosas em Sitges, dessa vez com o mar como cenário ao nosso lado.  

Outras ruas interessantes no Casco Antigo são a Carrer de la Davallada, a Carrer d’en Bosch (a rua mais antiga de Sitges) e a Plaza del Ayuntamento (Prefeitura).

Playa de Sant Sebastian

Chegamos na #8 Playa de Sant Sebastian, que também possui uma orla charmosa, com belos prédios de poucos andares e a Igreja de Sant Sebastian numa parte mais alta.

Além de ser caminho para a próxima praia, lá do alto você tem mais uma maravilhosa vista de toda a praia de Sant Sebastian. 

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays

Playa dels Balmins

E afinal chegamos na #9 Playa dels Balmins.

Como é uma praia de nudismo, preferimos não tirar fotos ou filmar por lá, mas na época da Bear Week, essa praia fica absolutamente lotada, com muitos gays e ursos.

Sim, alguns ficam pelados, mas o nudismo não é obrigatório. Ou seja, faz quem quer e também quem fez não se sente intimidado. O clima é de liberdade total.

O único problema da Balmins que logo a maré enche e a faixa de areia fica super estreita. Fique de olho nos seus pertences, pois o mar sobe repentinamente e pode acabar molhando suas coisas. 

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Bear Week
Playa dels Balmins durante a Bear Week
O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays Bear Week

Com isso termina nosso delicioso dia em Sitges, cidade que nós super recomendamos para qualquer tipo de viajante, mas para nós, LGBT, é simplesmente um lugar para conhecer e favoritar.

Nossos amigos Edgar e Marcelo, por exemplo, estavam por lá também. Eles já tinham vindo em 2017 e agora em 2019 repetiram a dose, ficando alguns dias por lá. 

Mas façam como eles e não como nós. Sitges super merece um pernoite, você vai adorar o clima e a tranquilidade da cidade. Infelizmente nós fomos embora no final da tarde e ficou só aquele gostinho de quero mais.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Praias Gays

Sitges – Quando Ir

A cidade possui alguns eventos bem conhecidos. Um deles é o Festival de Cinema Fantástico de Catalunya, que acontece no mês de outubro.

O festival nasceu em 1968 e se consolidou como um dos maiores festivais de cinema fantástico e de terror do mundo. Quentin Tarantino, Jodie Foster, George A. Romero, Terry Gilliam, John Landis, Joe Dante, Sam Raimi e Guillermo del Toro são alguns dos profissionais do cinema que já passaram pelo festival e pela cidade.

Os eventos LGBTQ+ também são famosos na cidade e atraem muitos turistas. A Gay Sitges Pride acontece no mês de junho e são vários dias de evento (com várias festas pagas), que culminam na Parada LGBT.

O evento, como já era de esperar, reúne muitas drags e boys sarados. Tem também o tradicional desfile de carros, mas é tudo bem mais modesto que no Brasil. Confiram esse vídeo que as meninas do blog Estrangeira fizeram para o canal Viaja, Bi!.

Apesar de ser em menores dimensões, nota-se que a parada de Sitges é bem alegre, colorida e o pessoal arrasa nos looks.

Como já mencionamos, a International Bear Week Sitges também é um evento bem tradicional. A edição de 2020 foi cancelada, mas a edição de 2021 já tem data definita.

O que fazer em Sitges, Espanha - Bate Volta de Barcelona - Bear Week Village

Apesar da presença forte de eventos gays na cidade, a campanha promocional da cidade os apresenta de uma forma bem discreta, com duas ou três cenas. É triste que alguns destinos parecem esconder serem um destino receptivo a comunidade LGBTQ+, talvez com receio que isso possa afugentar outros públicos.

Confira também:

Para entender tudo o que fizemos nessa viagem, não deixe de ler também:

Outras Referências:

Tags:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.