x Blog Viagens Cinematográficas

Europa 2014

Confira nosso roteiro pela Espanha, Mediterrâneo e Portugal

10 Dicas para tirar uma "Selfie" de Viagem


Você gosta de tirar selfies? 

Viajar e tirar uma selfie pode ser um modismo agora, mas para quem já viajou sozinho, é uma necessidade há muito tempo.

Mesmo para quem viaja em duas pessoas e quer uma foto do casal, o autorretrato também ajuda bastante.

Eu pessoalmente prefiro tirar autorretratos do que pedir para as pessoas me fotografarem. É um tiro no escuro acertar que aquele estranho irá tirar um bom retrato da sua viagem.

Mas tirar uma boa selfie não é fácil. Isso porque é preciso lembrar que o objetivo da selfie não se restringe a você sair bem na foto.

Numa selfie de viagem, é preciso que o destino de viagem também seja bem registrado.


10 Dicas para tirar uma "Selfie" de Viagem

Inclui dicas de como tirar selfies com a GoPro

de 

Retratar melhor o cenário de fundo é uma das dicas essenciais para tirar uma selfie de viagem

1 - Como sair bem nas selfies


Algumas dicas são válidas para sair bem na selfie:

  • tirar as fotos de cima para baixo, supostamente esse ângulo afina o rosto (é bom testar e encontrar os melhores ângulos para você);
  • evitar o uso do flash nas fotos de celular, o resultado é artificial e os olhos podem ficar esquisitos; 
  • procurar boas condições de iluminação: posicione-se a favor do sol;
  • a luz difusa uniformiza a pele e em geral causa melhores resultados do que a luz direta; 
  • evite luz direta de cima para baixo (sol do meio dia), pois o rosto pode ficar com sombras indesejadas;
  • as blogueiras de moda dão dicas de como tirar uma boa selfie (veja link no final do post), que em geral se referem aos aspectos estéticos do fotografo, mas aqui nesse texto o nosso foco será um pouco diferente.  

Câmera: Nikon 5100
Viagem: Machu Picchu, Peru
Quando: Setembro de 2012

Como não poderia deixar de ser, para toda regra há uma exceção.

Embora no celular o recurso não funcione muito bem, na máquina fotográfica eu procuro tirar as fotos com flash, justamente para uniformizar a pele e reduzir as sombras. Minha pele tem grandes crateras que eu prefiro não enfatizar.

Eu também prefiro a luz lateral que a luz frontal. Gosto do contraste entre claro e escuro no rosto.

Uma solução para corrigir eventuais problemas na foto são os aplicativos de celular

Com o Snapseed, no recurso Tune Image > Ambiente, você melhora a claridade do que está em primeiro plano (ou seja, seu rosto), além de poder realizar outros ajustes como Contraste, Brilho e Nitidez. 

Todos os ajustes devem ser usados com parcimônia para que o resultado não fique artificial.


2 - Não seja egoísta: o cenário de fundo também precisa sair bem


Qualquer pessoa com o mínimo de vaidade não vai querer sair horrível em uma selfie. Isso não quer dizer que a única preocupação ao fazer um autorretrato seja sua própria aparência.
Na selfie de viagem, o mais importante é o cenário de fundo.
Então procure fazer a composição da selfie imaginando o cenário de fundo. Qual parte do cenário você quer mais mostrar? Como ele ficará melhor? Você conseguiu mostrar a beleza do lugar em que se encontra?

Com as câmeras digitais, é possível tirar a foto e verificar se ficou bom. Abuse desse recurso. É bom ver na hora, pois depois que você partiu, pode ser tarde demais.


Câmera: Nikon 5100
Viagem: Dunas do Jalapão, Jalapão/TO
Quando: Setembro de 2013
  • Dica: Se você tem uma GoPro (ela não possui visor) e quer ver se a foto saiu boa, vale a pena baixar o aplicativo da GoPro em seu celular. Com ele, você pode visualizar as fotos através de uma conexão Wi-Fi, que sincroniza máquina e celular. A visualização pode ser no momento da foto ou você pode ainda transferir para o celular e visualizar após o clique. 


Insira seu e-mail para receber nossas atualizações:



>>> Você irá receber um e-mail, não se esqueça de clicar no link de confirmação.


3 - Distancie o máximo a sua câmera



Câmera: GoPro Hero3 Black Edition
Viagem: Estância Mimosa, Bonito/MS
Quando: Março de 2014

Quanto mais distante a câmera estiver de você, mais o cenário de fundo irá aparecer.

O selfie em que o rosto da pessoa preenche toda a foto, não é o mais aconselhável.

Com as câmeras normais, estique bem o braço para distanciar a câmera ao máximo.

Uma dica também é procurar comprar câmeras com uma objetiva grande ocular (18mm, por exemplo). É o efeito oposto do zoom, nas grandes oculares a distância focal é menor e possuem maior campo de visão.


Câmera: Nikon 5100
Viagem: Praia de Son Bou, Minorca
Quando: Maio de 2014

A GoPro por exemplo possui lente grande ocular.

Ao fotografar com uma GoPro, o resultado da foto mostra você mais distante da câmera do que realmente estava.

Outra dica para distanciar a câmera é usar bastões extensíveis, que permitem que você distancie a câmera além da distância do seu braço.

E que tal tirar uma foto da selfie? Na foto ao lado fotografamos o momento do selfie.



4 - Procure ângulos inusitados e seja criativo


Numa imensidão de fotos e selfies que é a internet hoje em dia, a melhor maneira de conseguir sucesso na sua selfie é ser criativo.

Mas essa não é uma tarefa das mais fáceis. Mas tenha ela sempre em mente.

Procure pensar em um jeito diferente de registrar aquele cenário, e de você nele.

Vale tentar de tudo, ficar de cabeça para baixo, tirar a foto de cima para baixo ou foto de baixo para cima, enfim, antes de fotografar pare e pense sobre ela.

Mas fique também atento para fotos por acidente. Os resultados mais espontâneos e surpreendentes podem vir delas.

Nada de preguiça mental na hora de tirar a selfie. Exercite seu cérebro e saia do lugar comum.



Câmera: GoPro Hero3 Black Edition
Viagem: Praia da Joaquina, Florianópolis/SC
Quando: Janeiro de 2014

  • Dica: Para obter resultados inesperados e espontâneos, coloque o ajuste da GoPro no modo Lapso de Tempo. Você pode ajustar o intervalo de tempo entre cada foto que pode variar desde 1 foto por segundo até 1 foto a cada 60 segundos. E deixe a GoPro registrar uma série de fotos na sequência. Depois é só olhar o resultado e pescar os melhores cliques. 

5 - Procure passar a emoção do momento


Câmera: GoPro Hero3 Black 
Viagem: Cruzeiro Splendour of the Seas
Quando: Março de 2014

Uma foto precisa ter alma. Por isso é legal procurar passar a emoção que você está sentindo naquele momento em que a foto foi registrada.

Quem nunca tirou uma foto de frente para o mar, numa praia paradisíaca, relaxando numa cadeira de praia? Ou então na piscina daquele cruzeiro ou hotel incrível em que você está hospedado?

Além da selfie, outro termo que ficou comum para os autorretratos são as braggies, as fotos para se gabar de algo incrível que você está fazendo.

As fotos de praia são as braggies mais comuns, em geral você tira nas suas férias e envia para aquele colega que continuou trabalhando no escritório. :-)


6 - Fotografe a turma reunida


Câmera: GoPro Hero3 Black 
Viagem: Fervedouro, Jalapão/TO
Quando: Setembro de 2014

Se uma ou duas pessoas felizes em uma foto já é garantia de uma boa selfie, imagine a turma toda reunida.

Portanto, reúna a galera para uma foto bem legal naquele destino incrível de viagem.

Para fotografar o grupo, não é necessário que todos fiquem alinhados em primeiro plano.

As pessoas podem ficar em distâncias diferentes em relação à câmera. Quem tira o selfie, obviamente, ficará em primeiro plano.

Isso torna a foto menos monótona e mais espontânea.


7 - Selfie dirigida


Câmera: Nikon 5100
Viagem: Segóvia, Europa
Quando: Maio de 2014

Tá difícil de acertar a foto com toda a turma reunida nela? Faça um selfie dirigida.

Quem vai tirar a foto fica segurando a câmera enquanto uma outra pessoa vai lá olhar o resultado da fotografia.

Depois que essa pessoa orientar todo mundo onde ficar na fotografia, ela então volta para participar da foto.

Com os celulares, é só colocar no modo de câmera frontal que fica fácil fazer esse registro. O problema é que nem sempre a qualidade da imagem da câmera frontal é boa.

A minha câmera também possui uma tela LCD giratória mas eu também não gosto de usar esse recurso, pois a velocidade de captura é prejudicada.


8 - Não olhe para a câmera


A tentação é grande, mas outra alternativa é não olhar para a câmera. Tire fotos de perfil ou até de costas.

O objetivo é tentar mostrar você contemplando o cenário, e não a lente da sua câmera.

Ao fazer esse tipo de retrato, procure também olhar de fato para a paisagem, para que a foto não fique fake. Se possível, também mentalize aquele momento, a emoção que você está sentindo, não registre um momento vazio.

O objetivo é que sua expressão transmita algo para quem está vendo a selfie.

Câmera: GoPro Hero3 Black 
Viagem: Maria Fumaça, Estrada Real/MG
Quando: Abril de 2014


9 - Use um tripé


Além do braço comprido ou de um bastão extensor, outra maneira de tirar a sua selfie é usando um tripé. Use o temporizador para ter tempo de voltar ao cenário. 

Mas supondo que você não tenha um tripé em mãos, é possível apoiar a máquina em qualquer superfície plana. Na foto abaixo, eu apoiei a câmera em cima de uma cadeira de piscina.

Para fotos de pôr do sol, vale sempre buscar ressaltar as silhuetas e o jogo de luz e sombras dessa hora do dia.


Câmera: Nikon 5100 
Viagem: Riviera Nayarit, México
Quando: Março de 2014


10 - Fotografe embaixo d'água


Fazer uma selfie debaixo d'água é um dos grandes lances hoje em dia. Para isso, a câmera subaquática é fundamental, mas existem alternativas como os celulares a prova d'água.

Além dos recursos para registrar a imagem que já citamos, como o Lapso de Tempo, outra solução também é gravar as imagens em vídeo e depois gerar uma foto a partir das filmagens.

  • Dica: A GoPro possui um recurso de vídeo e foto simultâneos. Entre Configurações de Captação (Capture Settings) e procure Fotos e Vídeos Simultâneos. É possível configurar de quanto em quanto tempo será tirada uma fotografia durante a filmagem. A filmagem não é prejudicada pela foto, e a foto não interrompe a filmagem. 
  

Câmera: GoPro Hero 3 Black Edition
Viagens: Bonito/MS e Riviera Nayarit
Quando: Março de 2014


Outras Dicas sobre Selfies na Internet:
Exame Info: 5 Dicas para Tirar Selfies
Época Globo: Braggie - A Nova prática das Redes Sociais.
Condé Nast Traveller: 20 Ideas para Conseguir el Mejor Selfie del Verano.
Foto Dicas Brasil: Selfie Perfeita - Dicas para fazer a sua!
Garotas Estúpidas: SPFW: Dicas de experts para sair bem na selfie.


© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.


Siga a gente nas redes sociais

Facebook YouTube Google+ Twitter Instagram 


Assine nosso blog: clique AQUI e assine gratuitamente nosso blog, assim você recebe todas as nossas atualizações. Você irá receber um e-mail, não se esqueça de clicar no link de confirmação.


Uma Aventura pela Estrada Real: Quadricross em Lavras Novas


Ouro Preto é uma cidade encantadora, cheia de história e riqueza cultural. Mas se você já curtiu bastante as igrejas e as ladeiras de Ouro Preto, saiba que não muito longe de Ouro Preto você pode encontrar um passeio cheio de aventura e tomar um gostoso banho de cachoeira. 

Bem-vindo a Lavras Novas!

Em nosso terceiro dia na Estrada Real, depois de fazermos uma viagem de Ouro Preto até o povoado de Chapada, e uma trilha de 5 km até Lavras Novas, estávamos prontos para a grande aventura do dia.

Fomos até a sede da Quadricross em Lavras Novas e curtimos um sensacional passeio de quadriciclo pela Estrada Real. Confira agora como foi o passeio e não deixe de ver nossas filmagens #ComEmoção.  

No final do post, você ainda encontra uma opção de pousada em Lavras Novas e o nosso jantar em um espaço cultural inspirado na Idade Média


Uma Aventura pela Estrada Real

Em Lavras Novas, deixe o carro e explore os caminhos da Estrada Real de quadriciclo 

de 

Rolou sol e chuva em nosso passeio de Quadricross em Lavras Novas

Chegou afinal a parte mais emocionante de nosso dia. Depois do almoço, seguimos para a sede da Quadricross, onde começamos a nos preparar para uma grande aventura. Para mim, aventura maior ainda. 

A Quadricross oferece vários passeios pela região:

  • Parque Nacional do Itacolomi
  • Cachoeira do Castelinho
  • Santo Antônio do Salto
  • Cachoeira dos Prazeres
Os passeios possuem diferentes níveis de dificuldade e durações. 
O passeio que fizemos foi até a Represa do Custódio, passando pela Cachoeira dos Namorados, circuito que leva aproximadamente 2 horas e possui nível de dificuldade fácil. 
Mas antes de começar, preenchemos um termo de responsabilidade e vestimos nossos equipamentos de segurança para o circuito, como capacete e roupa própria para o passeio.


As 10 Melhores Praias da Bahia


Você já elegeu as melhores praias que já conheceu?

Eu tenho algumas preferidas em mente, e como adoro fazer listas, vou identificar alguns desses destinos nessa postagem.

Obviamente, não posso dizer que são as melhores da Bahia, pois ainda existem outras que preciso conhecer, mas são as melhores praias que eu visitei.

Essas fotos foram tiradas em várias viagens. A Bahia é um destino que merece vários dias de sua viagem. Em uma das viagens ficamos 1 mês percorrendo o litoral do Estado (também incluímos a Chapada Diamantina) e foi incrível.

No título de cada praia você encontra os links para alguns artigos do blog sobre as praias citadas. Outros ainda iremos escrever, então inscreva-se no nosso feed para receber os próximos posts.

Mas chega de blá blá blá e vamos conhecê-las? Não deixe de comentar no final do post quais são as suas preferidas? Queremos conhecer ainda muitas outras e indicações serão muito bem-vindas.


Top 10 Praias - Bahia

Confira uma lista das melhores praias da Bahia que você precisa conhecer

de Fábio Pastorello

As melhores praias da Bahia são repletas de cenários incríveis, paradisíacos e cinematográficos 


1 - Praia da Cueira, Boipeba | Costa do Dendê


  • Já considerada em votação recente do TripAdvisor como a melhor ilha do Brasil, inclusive desbancando a top Fernando de Noronha, a Ilha de Boipeba é um destino imperdível no estado da Bahia. 
  • Tranquila, ainda quase intocada e autêntica, aqui o turismo não se sobrepôs à vida local. Boipeba reserva lindas praias, entre elas a Praia da Cueira. 
  • Na Cueira, uma longa faixa de areia, ilustrada por belos coqueiros e mar calmo compõem o cenário. Para melhorar, quem quiser pode comer a famosa lagosta do Guido.  

Praia da Cueira Boipeba
Praia da Cueira, praticamente deserta e paradisíaca

Cataratas do Iguaçu em 5 Dicas: Guia Rápido


Às vezes duvidamos que podemos ver destinos cinematográficos no próprio Brasil. Mas você já imaginou que no Brasil existem inúmeros desses destinos? E estão mais próximos do que você pode imaginar. Um desses destinos são as fantásticas Cataratas do Iguaçu (Iguazu Falls).

Elas foram eleitas em 2012 numa disputa com outras 400 atrações de beleza natural, como uma das novas 7 maravilhas do mundo, pelo New7Wonders.

Nesse guia, vamos procurar novamente responder as 5 perguntas de quem planeja uma viagem, os 5W: why, when, how, where and what to do (por que conhecer, quando ir, como, onde ficar e o que fazer). Será que é melhor fazer a viagem por pacote ou por conta própria?

E vamos conhecer também alguns passeios para fazer na região, como conhecer o Parque Nacional do Iguaçu, o Parque das Aves ou o Macuco Safari.


Cataratas do Iguaçu em 5 Dicas: Guia Rápido 

Conheça uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo: Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar e O que Fazer

de 

Do lado brasileiro, essa é uma das vistas que você tem para as Cataratas do Iguaçu

1 - Porque Conhecer



5 Razões para Conhecer as Cataratas do Iguaçu


  • Como já mencionamos, as Cataratas do Iguaçu foram eleitas como uma das novas 7 maravilhas naturais do mundo e estão entre as maiores cachoeiras do mundo. 
  • Ao visitar as Cataratas, você tem a possibilidade de visitar 3 países ao mesmo tempo: Brasil, Argentina e Paraguai. Foz do Iguaçu fica bem na divisa com esses países. 
  • As Cataratas possuem 275 quedas d'água que formam paisagens excepcionais e se estendem por cerca de 2700 metros, que podem ser vistas de diversos ângulos, inclusive de bem próximo dessas quedas. 
  • O passeio é indicado para todas as idades. Existem trilhas bem tranquilas de serem percorridas, onde qualquer visitante consegue chegar bem próximo das quedas. Para os mais aventureiros, outras trilhas oferecem nível mais de dificuldade e outras aventuras como o Macuco Safari garantem a adrenalina
  • Os parques tanto do lado brasileiro como argentino possuem ótima infraestrutura, com ônibus (ou trens) circulando pelo parque e garantindo ótima acessibilidade para todas as suas atrações. Portanto, mesmo para aqueles que viajam sem carro, as atrações são visitadas facilmente. 
Cataratas Foz do Iguaçu
Algumas das 275 quedas de água encontradas nas Cataratas do Iguaçu

10 Fotos da sp-arte 2014 - Feira de Fotografia em São Paulo


Em 20 de agosto de 2014, fomos conferir a abertura da feira de fotografia sp-arte/foto/2014

Fundada em 2007 e considerada a mais importante feira de fotografia da América Latina, é uma ótima oportunidade para promover a interação entre o artista e o público. 

Considerando que em 19 de agosto é comemorado o Dia Mundial da Fotografia, consideramos esse um evento excelente para comemorar a data. E conferir o que está rolando de novo (e de clássico - também estão expostos grandes expoentes da fotografia) no mundo da fotografia. 

A possibilidade de conferir belíssimas fotografias enquadradas e ampliadas em um agradável espaço no Shopping JK Iguatemi, é com certeza um excelente programa para quem gosta dessa arte. Não deixem de conferir. 


sp-arte/foto/2014 - Feira de Fotografia em São Paulo

Confiram 10 fotos da mais importante feira de fotografia da América Latina

de 

Entrada da sp-arte/foto/2014, feira de fotografia em São Paulo, de 21 a 24 de agosto

Os espaços da feira são divididos por 29 galerias, que trazem obras de artistas consagrados como Maureen Bisilliat, Cristiano Mascaro, Walter Firmo, Hildegard Rosenthal, brasileiros e internacionais.

Vejam a seguir 10 fotos do evento que destacamos em nossa visita. Os reflexos nos vidros das molduras fazem parte, infelizmente.


5 Lugares Imperdíveis em São Paulo: Parque Ibirapuera


Continuando nossa série de 5 posts sobre passeios imperdíveis para fazer turismo na cidade de São Paulo, seguimos para um dos pontos preferidos pelos paulistanos para passear. Ir ao Parque do Ibirapuera  aos domingos é como ir à praia no Rio de Janeiro. 

No Ibira (para os íntimos) você encontra as famílias que foram passar momentos juntos, quem gosta de esporte praticando ciclismo ou running, os amigos que se encontram para confraternizar ou para os shows gratuitos, os namorados que ficam deitados em algum recanto namorando ou até mesmo quem está indo para alguma exposição nos diversos espaços culturais localizados no parque. 

É por essas e outras que o Parque do Ibirapuera tornou-se um dos cartões postais da cidade. Numa cidade cuja característica sempre foram os prédios e o cinza da selva de asfalto, é aqui que os paulistanos (e também os turistas) podem encontrar uma ilha de verde e natureza inseridas na cidade. O lugar fica cheio, mas há espaço para todos. 

Dia 21 de agosto de 2014 o Parque do Ibirapuera completa 60 anos. O parque foi fundado em 1954, nas comemorações dos 400 anos da cidade de São Paulo. Veja a programação de comemoração, que vai até o final do mês. 


Roteiro Turístico - Ibirapuera

5 Lugares Imperdíveis para Passear em SP - Parte 2 


O Lago e suas fontes são um dos principais pontos de referência do parque

1 - Lago do Ibirapuera e Monumento às Bandeiras


Houve um tempo em que ainda havia pedalinhos e barcos no lago do Ibirapuera. Hoje funciona somente as fontes, que de dia fazem inúmeras "danças" e movimentos e de noite acontece um espetáculo multimídia.

De determinados ângulos, é possível ver o lago com os prédios de São Paulo ao fundo.

Logo em frente ao lago está o Monumento às Bandeiras, outro símbolo da cidade e do parque e um dos lugares mais fotografados da região.

Como Chegar e Circular no Algarve


Durante o planejamento de nossa viagem, eu tinha alguns objetivos certos como destino: a Andaluzia e Lisboa, em Portugal. A questão era como ir de um destino ao outro. A primeira opção seria optar por um voo low-cost, mas na realidade uma outra solução saiu melhor do que a encomenda. Fazer o trajeto de ônibus e incluir algum destino no meio do caminho como parada.

E não é que o problema acabou virando solução. No meio do caminho tinha o Algarve, que era uma região que eu queria muito conhecer. E a região de belas praias no sul de Portugal acabou entrando no nosso roteiro.

Veja nesse post como fizemos para ir de Sevilha até Albufeira, como funciona o transporte e quanto tempo leva a viagem.


Como Chegar e Circular no Algarve

Viajando de ônibus de Sevilha para o Algarve

Circulando de Ônibus e/ou Trem entre Faro, Albufeira e Lagos

de 

Praia da Oura, em Albufeira, um dos cenários paradisíacos no Algarve, em Portugal

Seguindo nosso roteiro de viagem pela Europa, o trajeto passou a incluir uma viagem de Sevilha para o Algarve.

Como já havíamos pesquisado no Turomaquia, que nos ajudou muito no planejamento dessa viagem, existe um ônibus da empresa Eva (Damas/Alsa) que faz o trajeto de Sevilha até Portugal.

Como comprar a passagem de ônibus


Veja aqui o passo a passo:

  • Para adquirir a passagem, você deve ir para o site Movelia.es
  • Como a viagem é internacional (de um país para outro), clique na aba "Internacional"
  • Digite o país e a cidade, tanto da origem como do destino. 
  • O site disponibiliza as tarifas e horários em todas as empresas (Damas e Alsa). 
  • Nessa tela também é possível verificar a quantidade de assentos disponíveis (Plazas). 
  • O ônibus que vai para Faro, Albufeira, Portimão ou Lagos é o mesmo. 

5 Motivos para Incluir Amsterdã na Próxima Viagem


Sabe quando você começa a ver várias notícias e fatos sobre um determinado assunto? Eles simplesmente começam a pipocar, e você fica simplesmente sem entender o porquê. Para mim, o assunto da vez tornou-se Amsterdã.

Amsterdã está no filme "A Culpa é das Estrelas" que eu vi recentemente; Amsterdã foi palco da Amsterdam Gay Pride (de 26 de julho a 3 de agosto de 2014); Amsterdã foi assunto de um texto muito legal que li recentemente, o "10 Coisas que Você Deveria Saber Antes de Vir para Amsterdam" do Daniel Duclos no Nômades Digitais e Amsterdã foi destino de viagem de alguns amigos que estiveram recentemente por lá.

Esses últimos sinais sobre Amsterdã fizeram aumentar a minha vontade de retornar a essa que é uma das cidades mais encantadoras de minhas andanças pela Europa.

Enquanto não dá para fazer uma viagem para a Holanda, resolvemos recuperar algumas lembranças e fotos de nossa última passagem por lá.


Destinos Imperdíveis na Europa

5 Motivos para incluir Amsterdã na próxima viagem


A encantadora Amsterdam, em frente ao Rijksmuseum

1 - A Culpa é das Estrelas, mas não somente delas


Quem assistiu ao recente drama romântico "A Culpa é das Estrelas" (The Fault in Our Stars, 2014)  e conseguiu ver alguma coisa por detrás das lágrimas, conferiu as cenas do filme passadas em Amsterdã, na Holanda.  

E quem não se inspira em uma viagem no cinema para fazer uma viagem na vida real? 

Hesitei um pouco para assistir essa produção por achar que seria um drama lacrimoso exagerado, mas o filme acabou me conquistando. As interpretações de Shailene Woodley e Ansel Elgort (foto, ambos estiveram no recente "Divergente") acabam ajudando para que o filme não caia no melodrama, mas ainda assim emocione. 

115 anos de Alfred Hitchcock: 3 Filmes e Viagens do Mestre do Suspense


Essa semana foi aniversário de 115 anos do nascimento do diretor Alfred Hitchcock, um dos meus diretores de cinema prediletos. Hitchcock faleceu em 1980, mas deixou como legado uma coleção de filmes fantásticos que mudaram a história do cinema. Como não poderia deixar de ser, resolvemos fazer uma pequena homenagem ao diretor londrino, considerado frequentemente o mestre do suspense.

Para comemorar a data, vamos identificar 3 filmes do diretor em que ele propõe não somente suas sensacionais tramas de suspense, mas também inclui ótimos destinos de viagem. Vamos então conferir a lista do mestre do suspense.


115 anos de Alfred Hitchcock

3 filmes e viagens do mestre do suspense



Em 13 de agosto de 2014, completamos 115 anos do nascimento de Alfred Hitchcock

Lençóis Maranhenses em 5 Dicas - Guia Rápido


Você já imaginou conhecer um lugar cheio de dunas e de lagoas de águas transparentes, em meio ao calor do Maranhão? Parece paradisíaco... E é.

Mas afirmar só não basta. Vamos apresentar 5 razões porque você (caso ainda não conheça) precisa visitar os Lençóis Maranhenses.

Para ajudar você nessa missão, iremos responder as 5 perguntas básicas de quem planeja uma viagem:
  • Por que conhecer
  • Como ir
  • Quando ir (fique de olho nesse item)
  • Onde ficar
  • O que fazer
Uma das nossas primeiras séries do blog, um dos nossos primeiros vídeos de viagem, os Lençóis Maranhenses são por essas e outras uma viagem que nos marcou profundamente. Espero que ela seja marcante e inesquecível para você também.


Lençóis Maranhenses em 5 Dicas - Guia Rápido

Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar, O Que Fazer e Porque conhecer


Uma das lagoas paradisíacas dos Lençóis Maranhenses


1 - Porque Conhecer



5 Razões para Conhecer os Lençóis Maranhenses



  • Acho muito válido conhecer lugares únicos, que você nunca viu em outros lugares. A paisagem dos Lençóis é assim, um lugar inesquecível, que você dificilmente irá ver igual em outros lugares
  • Se você curte listas e ratings como eu, saiba que os Lençóis Maranhenses estão entre as poucas atrações do Brasil que receberam a classificação 5 estrelas no Guia Quatro Rodas. 
  • Na região você irá encontrar uma diversidade de passeios que irá deixar sua viagem mais rica. Passeios de barco (a voadeira), em veículos 4x4, banhos em lagoas ou simplesmente caminhada pelas dunas são programas imperdíveis por lá. 
  • Mesmo um lugar tão turístico pode reservar experiências ainda rústicas e absolutamente fora dos roteiros de turismo tradicionais. Entre elas estão as tranquilas Atins e Caburé, ou a ainda mais selvagem Santo Amaro do Maranhão. 
  • É garantia de fotos sensacionais. O lugar é um cenário perfeito para os amantes de fotografia. 

Estrada Real: Trilha até Lavras Novas


Um dos grandes encantos de Minas Gerais está em suas cidades pequenas, bucólicas e simpáticas. Em nosso terceiro dia de viagem pela Estrada Real, partimos de Ouro Preto para Lavras Novas (distrito de Ouro Preto), passando pelo Povoado de Chapada. 

É hora de abandonar o carro e partir para diferentes formas de explorar a Estrada Real. A primeira foi uma trilha a pé de 5 km, um dos poucos trechos em que não se anda de carro na Estrada Real.


Estrada Real a Pé: Trilha até Lavras Novas

Deixe o carro e explore os caminhos da Estrada Real por trilha 

de 

Vestindo as camisas da Estrada Real, percorremos o trilha de 5 km do povoado de Chapada até Lavras Novas

Nosso terceiro dia de viagem começou em Ouro Preto, onde tomamos café da manhã e logo cedo já partimos para novas surpresas.
Tudo bem que Ouro Preto já é uma cidade em que é possível respirar história por todas as suas ruas e igrejas, mas chegar no simpático povoado de Chapada é como voltar no tempo. Um pequeno vilarejo (pequeno mesmo: tem 500 metros de extensão e nele habitam menos de 100 pessoas), cercado pela natureza das Serras da Chapada e do Trovão. 
Embora as construções sejam antigas, como a capela do século XIX, o destaque mesmo fica para a natureza. Para entrar em contato com ela, nada melhor do fazer uma boa trilha.

Povoado de Chapada - Como Chegar


O vilarejo da Chapada está distante cerca de 15 km de Ouro Preto. Veja o mapa com a localização de Ouro Preto, Chapada e Lavras Novas. O acesso até Chapada é por estrada de terra, mas o caminho se encontra em boas condições.

Ver mapa ampliado
Antes de partir para a trilha até Lavras Novas, resolvemos registrar o grupo reunido em frente à Capela de Santana. A capela possui um belo brasão na sua fachada, que data de 1883.

Aliás rolou uma foto e também rolou um pulo coletivo, difícil foi combinar para que todos pulassem ao mesmo tempo. Depois confiram o vídeo desse dia da viagem e vejam como foi.

Blogueiros na Estrada Real reunidos em frente à Capela de Santana, no Povoado de Chapada

Quem nos acompanhou durante a trilha foram a Daniele e o Rafael da Quadricross, empresa que seria responsável pela nossa aventura com rodas no período da tarde.


Arraial do Cabo em 5 Dicas - Guia Rápido


Gosto muito de escrever e meus posts são meio longos, por isso vamos divulgar agora alguns guias rápidos e práticos de alguns destinos que eu já visitei.

Neles responderei as 5 perguntas básicas, ou os 5 W: why, how, when, where e what (to do). Por que conhecer, como ir, quando ir, onde ficar e o que fazer. São as 5 questões básicas que você deve se fazer e tê-las respondidas no planejamento de uma viagem. Tem também outras, que responderemos conforme o caso.

Para começar, escolhemos um dos destinos que citamos no nosso post 5 Dicas de Viagem para 2014 e que é uma cidade (e região) incrível: Arraial do Cabo. A região compreende outras duas cidades que eu gosto muito: Cabo Frio e Búzios, que também são boas opções de onde ficar.

Algumas das melhores praias do Brasil, segundo minha opinião e de outros sites especializados como o TripAdvisor, estão por lá. Confiram.


Arraial do Cabo em 5 Dicas - Guia Rápido

Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar, O Que Fazer e Porque conhecer

de 

Praia do Farol, para chegar, só de barco e por alguns minutos, mas cada minuto lá vale muito a pena

1 - Porque Conhecer


5 Razões para Conhecer Arraial do Cabo


  • A Praia do Farol é uma das praias mais bonitas do Brasil. No Travellers' Choice 2014 do TripAdvisor ficou na sexta posição entre as melhores praias do Brasil, perdendo somente para alguns destinos como Fernando de Noronha e Praia dos Carneiros. 
  • Achou pouco? As prainhas do Pontal do Atalaia também entraram na lista, na sétima posição. 
  • A cidade de Arraial do Cabo ganhou o apelido de "Capital do Mergulho" devido à beleza, tranquilidade e transparência de suas águas. 
  • Quais são os critérios para definir uma boa praia? Para mim, as de Arraial atendem todos os requisitos: água do mar transparente, praias selvagens e com belos mirantes. Da última vez um desses requisitos ficou um pouco ameaçado: a tranquilidade. No verão, até mesmo praias até então relativamente isoladas, como a Praia do Forno, ficam lotadas. 
  • Para quem mora na região Sudeste, a facilidade de acesso é um ponto positivo. É possível ir até Arraial do Cabo de ônibus, caso a passagem aérea esteja muito cara. 

Bonito/MS - 6 Cachoeiras na Estância Mimosa


Quem faz uma viagem para Bonito vai ansioso por suas deliciosas flutuações. Mas a cidade é cercada de ótimos passeios e atrações, e fazer turismo em Bonito exige alguns dias a mais para explorar tudo o que ela tem de bom a oferecer. 

Um desses passeios imperdíveis é a Estância Mimosa Ecoturismo, localizada a 24 km de Bonito. O lugar é incrível, são 8 cachoeiras, uma mais bonita e surpreendente que a outra. Nós conhecemos 6 delas. Além da beleza, algumas delas proporcionam experiências fascinantes, como o mergulho ou ficar em cavernas embaixo de suas quedas. 

Confira nesse post as seis cachoeiras que conhecemos na Estância Mimosa e algumas dicas de como explorá-las (atenção: esse texto pode conter spoilers). 

Bonito/MS: Estância Mimosa Ecoturismo

6 (ou 8) cachoeiras para contemplar e explorar de vários ângulos

de 

Cachoeira do Salto Estância Mimosa Bonito MS
Cachoeira do Salto vista de pertinho, uma das cachoeiras no roteiro da Estância Mimosa em Bonito

No post O que fazer em Bonito, já vimos algumas dicas práticas de como chegar na Estância Mimosa. Agora, vamos partir direto para nosso dia por lá e o circuito das oito cachoeiras.

A estrutura da fazenda Estância Mimosa é relativamente recente. Foi em 1998 que o atual proprietário adquiriu a fazenda com a intenção de transformá-la em atrativo turístico de Bonito. Mas o Ecoturismo não está só no nome.


2 anos de Trabalho do Blog


Hoje, dia 01/08/2014, completamos 2 anos de trabalho no blog Viagens Cinematográficas, ou viagenscine nas redes socias.

Nesse último ano, fizemos várias viagens, recebemos convites para algumas fram trips, fomos divulgados em algumas mídias impressas e virtuais e conseguimos crescer, gradativamente, nossa comunidade de seguidores, ou seja, vocês que curtem nosso trabalho, comentam e compartilham.

Por isso venho aqui agradecer as visitas, os comentários carinhosos deixados no blog ou nas redes sociais e a participação de todos. Sem vocês, escrever é uma tarefa solitária. Só com a participação de vocês é que isso vira comunicação e ganha vida. 


2 Anos de Trabalho - Blog Viagens Cinematográficas

de 



1 - Audiência


Nesses dois anos de atividade, o blog cresceu muito. Aos poucos, mas cresceu. Pode parecer bobagem, mas eu celebro cada novo seguidor, cada novo comentário e cada nova participação nas redes sociais.


  • No último ano, por pouco não alcançamos a marca de 500 mil visualizações. No período de 01/08/2013 a 31/07/2014, foram 497.355 visualizações de página, acessadas por mais de 191.000 pessoas diferentes. 
  • Passamos de 17 mil visualizações mensais, em agosto de 2013, para 56 mil visualizações por mês (julho de 2014). 
  • Em setembro de 2013 completamos 1.000 seguidores no Facebook. Hoje já somamos mais de 3.000 seguidores na fanpage do Facebook