Roteiros de viagem na Europa

Confira algumas de dicas de roteiros inesquecíveis pela Europa

Dicas imperdíveis de Cancun

Tudo o que você precisa saber sobre Cancun, Playa del Carmen e a Riviera Maia

Praia do Rosa / SC

Conheça os encantos das praias do litoral sul de Santa Catarina

Nova York - Uma Cidade Cinematográfica

O que fazer em Nova York no primeiro dia de viagem

As 10 Melhores Praias do Rio

Quais as praias imperdíveis no Estado do Rio de Janeiro


Giverny: Monet e seus Jardins Cinematográficos


Um dos lugares que mais tinham me deixado ansioso para voltar a Paris eram os famosos jardins de Monet. Os jardins ficam em Giverny, uma comuna francesa próxima de Paris. O bate-volta é super viável.

Além da notória fama dos jardins, outro dos motivos que nos levaram a Giverny é porque o lugar é o ponto de partida de um dos filmes que escolhemos como inspiração de nossa viagem.

A sequência inicial de "Meia Noite em Paris", de Woody Allen, justamente tem os jardins de Monet como cenário. É ali que os personagens de Owen Wilson e Rachel McAdams se beijam e têm seu primeiro diálogo no filme, falando sobre a viagem deles até Paris.

É por isso que enquanto muita gente visita os jardins de Monet e imagina ali as telas maravilhosas do pintor Claude Monet, eu também imagino algumas cenas de cinema.


Giverny: Monet e seus Jardins de Cinema

Europa 2015: Diário de Viagem - Dia 2

de 

Giverny e os Jardins de Monet - Bate volta de Paris
Um dos jardins mais lindos do mundo: seja bem-vindo aos jardins de Monet, em Giverny

Na cena do filme de Woody Allen, os personagens estão conversando calmamente na Ponte Japonesa, um dos lugares mais disputados pelos visitantes dos Jardins de Monet.

Quando chegamos naquela ponte apinhada de gente, logo imaginamos que ia ser praticamente impossível tirar uma foto por ali sem ninguém em volta. No blog do Ricardo Freire, ele até recomenda tirar uma foto, embaçar o entorno com algum filtro e "dar contornos impressionistas a suas imagens".

Lógico, basta um pouco de paciência e você vai conseguir tirar sua foto sem ninguém em volta. Ou quase ninguém, vai...

Cleber e eu na Ponte Japonesa dos Jardins de Monet

Como Chegar em Giverny: Passo a Passo




Europa em 30 dias: Roteiro pela França e Itália


Montar uma viagem para a Europa em 30 dias é sempre um desafio. Mas quem acompanha nosso Instagram e no Facebook sabe que fizemos uma das nossas melhores viagens de todos os tempos. 

Aliás, todo mundo que eu encontro pessoalmente ou virtualmente comenta sobre como esse roteiro pela França e Itália foi sensacional. É lógico que isso me deixa super feliz, pois fiquei uns 2 meses planejando essa viagem e foi um projeto muito legal de desenvolver. 

Ainda melhor do que o planejamento foi a realização da viagem. Como já explicamos por aqui, a viagem foi inspirada em 10 filmes de viagem bem conhecidos e inspiradores, mas acima da inspiração cinematográfica, circulamos por alguns dos lugares mais incríveis desses países. 

Confira a seguir nosso roteiro dia a dia, repleto de dicas, os meios de transporte que utilizamos para nos deslocar entre os destinos e as sugestões de quantos dias ficar em cada lugar. 


Roteiro de 30 dias pela Europa: França e Itália

Europa 2015: Top 10 Filmes e Destinos de Cinema

de 

Europa em 30 Dias - Roteiro pela França e Itália
Montar um roteiro de viagem pela Europa em 30 dias não é uma tarefa fácil. Veja como montamos o nosso. 

Índice de Postagens (Europa 2015)



Inscreva-se em nossa newslettter e você irá receber um e-mail com todas as atualizações do site


Roteiro Dia a Dia


Como tínhamos 2 países incríveis para conhecer, resolvemos dividir o roteiro em 2 partes iguais: 15 dias para a França e 15 dias para a Itália.

As duas partes da viagem foram igualmente incríveis, mas a conclusão geral é que certos lugares mereciam mais tempo de permanência. Para fazer o roteiro com calma, talvez fosse necessário dividir em 2 viagens de 30 dias, uma para cada país. Mas vamos falar sobre o que fizemos, esses 30 dias na Europa entre França e Itália

Ou seja, esse é um roteiro bastante corrido pelos lugares. Portanto, iremos indicar o nosso tempo de permanência e o tempo que consideramos ideal.

Alguns dos lugares que visitamos nessa viagem. Veja o mapa completo no Google Maps.

Parte 1: Paris (6 dias)


Conhecer a Cidade Luz demanda tempo, pelo menos 7 dias de viagem. Como não era nossa primeira vez, mas a quarta, decidimos ficar somente 6 dias por lá (apenas 5 dias inteiros).



Pacotes e Roteiros pelas Chapadas do Brasil


POST PATROCINADO:  

Pacotes e Roteiros pelas Chapadas no Brasil. 



Certas viagens são ótimas para se fazer de forma independente, mas outras são bem melhores com o acompanhamento de guias especializados.

É o caso das viagens para as Chapadas no Brasil também. A maior parte dos roteiros requer o acompanhamento de um guia especializado.

Além de garantir maior segurança para o roteiro, o acompanhamento de um guia irá garantir que sua experiência de viagem seja maximizada.

E hoje todo mundo busca algo além de trazer belas fotos de sua viagem.

Chapada dos Veadeiros. Foto: Chapada Brasil Tours
Trilha dos Saltos na Chapada dos Veadeiros
As pessoas querem voltar com experiências incríveis nos lugares visitados. A história, contato com moradores locais, os melhores roteiros e lugares explorados em profundidade.


Roteiros oferecidos pela Chapada Brasil Tours


A Chapada Brasil Tours chega para garantir o máximo de sua experiência de viagem.

Especializada em pacotes e passeios para as principais e mais belas Chapadas no Brasil: a Chapada dos Veadeiros, Chapada Diamantina e Chapada dos Guimarães, a Chapada Brasil Tours tem roteiros especialmente montados para tirar o melhor desses lugares.

Os pacotes para a Chapada dos Veadeiros possuem roteiros de 5 a 10 dias, que incluem receptivo no aeroporto, traslado para São Jorge, hospedagem na Chapada dos Veadeiros, visita a todos os principais atrativos da região e traslato de retorno ao aeroporto.

Quem já conhece a Chapada dos Veadeiros, sabe como contar com o apoio de transporte e de guias na região vai facilitar bastante a sua viagem.


Na Chapada Diamantina, por exemplo, a principal base para conhecer a região é a cidade de Lençóis, que permite que você conheça diversas atrações região.

A Chapada Brasil Tours possui pacotes que incluem hospedagens em diferentes pontos da Chapada Diamantina além de Lençóis, como Mucugê, Ibicoara e Andaraí, que irão permitir que você tenha uma experiência ainda mais completa nessa Chapada.



5 Dicas de Viagem para Fazer entre Amigos


Que viajar é bom demais, ninguém duvida. Mas e viajar com amigos? Pode ser bom demais, né? 

Planejar uma viagem entre amigos não é tarefa fácil. É preciso conciliar o que cada amigo quer, por isso é preciso encontrar o meio termo entre os desejos de cada um. As dificuldades vão desde a escolha do destino, passando pelo orçamento da viagem até o modo de viajar de cada um.  

Uma vez que vocês cheguem em um consenso, é só partir para a felicidade. Não há nada melhor do que curtir uma viagem na companhia dessas pessoas tão especiais. 

Mas se você ainda está na fase da escolha do destino, confira 5 dicas de viagem legais para fazer entre amigos e porque essas viagens são tão especiais para você curtir com seus goodfellas. E Feliz Dia do Amigo!!!


5 Dicas de Viagem para Fazer entre Amigos

que também são ótimas viagens para fazer novos amigos


Viajar com Amigos
O que já é incrível, pode ficar sensacional: viajar já é bom demais, mas com amigos fica ainda melhor 

1 - Bahia

Pôr do sol em Morro de São Paulo: noite cheia de festas em clima de praia, perfeito para curtir entre amigos
Lembro que quando eu estava na faculdade, o pessoal da nossa turma começou a juntar grana para fazer uma viagem de formatura para Porto Seguro. A viagem não rolou e acabamos fazendo uma festa mesmo, mas muita gente ainda transforma sua formatura em uma viagem. E muita gente viaja com os amigos de faculdade.

É certo que se essa viagem para Porto Seguro tivesse rolado, teria sido sensacional. Porto Seguro e a Bahia estão sempre nas minhas viagens entre amigos. Minha primeira viagem de férias do trabalho foi para Porto Seguro e com meu melhor amigo.



O que fazer em Gramado: Roteiro pelo Centro


Se no nosso primeiro dia em Gramado, optamos por visitar logo de cara os principais pontos turísticos da cidade, como o Mini Mundo e o Lago Negro, ainda ficaram faltando alguns lugares bem básicos, mas que merecem a visita.

Esse roteiro pela rua principal de Gramado permite que você tenha um contato com aquela Gramado bem típica, de casinhas com estilo europeu, lojas de chocolate, igrejas de pedra e jardins bem cuidados. Uma Gramado encantadora e que vai fazer você se sentir na Europa.

Como os passeios que fizemos no primeiro dia não demoram muito, ainda rola um tempo para você conferir o centro da cidade. Portanto as sugestões a seguir também podem ser encaixadas no primeiro dia de viagem.


O que fazer em Gramado: Roteiro pelo Centro

Um passeio por uma Gramado européia e encantadora 

de 

Um pedacinho do Brasil mas com jeitão de Europa: assim é Gramado

Nosso passeio começa justamente pela avenida principal de Gramado, a Avenida Borges de Medeiros.

Por sorte, estávamos hospedados na própria avenida, na Pousada Bella Terra. A pousada é simples, mas muito aconchegante e bem estruturada, além de estar muito bem avaliada no Booking.com. Recomendamos.

Sugerimos a leitura: O que fazer em Gramado: Pontos Turísticos - Primeiro Dia

Gramado Hotel Pousada no Centro
Entrada da Pousada Bella Terra, localizada na Avenida Borges de Medeiros, a avenida central de Gramado
Gramado Turismo Passeios
Detalhe de um dos jardins localizados na Avenida Borges de Medeiros, em Gramado

1 - Praça Major Nicoletti


Porque Visitar: Não há muito como evitar uma passadinha nessa praça, que fica no coração da Avenida Borges de Medeiros. É lá que tudo acontece em Gramado. A praça foi inaugurada em 1936 e remodelada em 2003.



Onde Ficar em Paris: Dica de Hotel


Escolher um hotel em Paris e onde ficar por lá é sempre uma questão. A principal dúvida pode ser escolher em que bairro ficar. 

Nós já ficamos em hotel no Marais (um bairro bem charmoso e central), hotel em Bastille (região mais barata por ser mais distante do centro) e agora em um hotel em Montmartre (que adoramos). A primeira vez em Paris fiquei em um albergue. A seguir vamos contar como foram nossas experiências nessas hospedagens. 

Em todas as vezes, fizemos as reservas pelo Booking.com, que sempre nos ajuda a consultar a opinião de outros hóspedes, preços, disponibilidade e também outras informações relevantes. 

Dessa vez também consultamos alguns blogs de viagem (iremos listar os post no final dessa matéria) que possuem algumas matérias sobre hospedagem, mas como reservamos com pouca antecedência, acabamos não conseguindo aproveitar as dicas. 

No final das contas, demos sorte com a hospedagem e com a localização, mas para você não contar somente com a sorte, vamos identificar algumas dicas e relatos dos lugares em que já ficamos. Assim quem sabe podemos te ajudar na sua escolha. 

E você, tem alguma dica de hotel em Paris? Deixe seu comentário no final desse post. 


Onde Ficar: Dicas para Hospedagem em Paris

Review - Hotel nos bairros: Nation, Bastilha / Marais e Montmartre

de 

Paris Hotel Dicas - Onde Ficar
Escolher onde passar a noite em Paris pode representar também um bom souvenir da sua viagem

Albergue em Paris


Minha primeira opção de hospedagem em Paris foi num hostel, o Albergue Le D'artagnan. O hostel é associado ao Hostelling Internacional, mas faz tanto tempo que fiquei hospedado lá que minha opinião nem será muito válida.

Meu dinheiro (que eu tragicamente esqueci no bolço da calça jeans) foi roubado no hostel, então minha experiência por lá não foi muito positiva. Mas lembro que o albergue era bem grande, próximo ao metrô, mas distante do centro.


Hotel Barato em Paris: Nation


Enfim, vamos direto para nossa segunda vez, que também não foi muito boa, mas pelo menos era um hotel barato. O Timhotel Nation foi uma escolha para economizar bastante mesmo. Os valores atualizados em 2015 giram em torno de € 65 sem café da manhã.
Na França os cafés da manhã são pagos a parte, dificilmente você irá encontrar um hotel com o café da manhã incluso na diária. O que inicialmente pode ser ruim, na realidade te dá liberdade para, caso você preferir, economizar ainda mais tomando o café da manhã em um lugar da sua escolha (ou até mesmo no próprio quarto).
Quando chegamos em Paris, saímos no impulso de ir caminhando do hotel até o centro. E era a primeira vez do Cleber em Paris. A região não é muito limpa e muito menos turística, e a impressão do Cleber sobre a cidade ficou bastante prejudicada (a primeira impressão é a que fica, lembra?).

Ou seja, escolher o hotel e em que bairro ficar pode significar uma experiência completamente na sua viagem. Hotel não é só para dormir não.


Búzios em 4 Dias: Roteiro pelas Praias Selvagens e Ponta da Lagoinha


Nesse roteiro, conhecemos alguns dos lugares mais reservados e menos visitados de Búzios. Praia do Forno, Praia da Foca e a Ponta da Lagoinha são as principais atrações desse percurso.

Quem imagina a badalada Búzios da Rua das Pedras e da Orla Bardot, não contempla que mesmo no verão, é possível encontrar praias super tranquilas, perfeitas para quem foge do agito da cidade.

O fato de serem menos frequentadas não quer dizer que são piores do que as demais, pelo contrário. Praias de água cristalina, com tons esverdeados e cenários de tirar o fôlego estão garantidos nesse percurso.

Dessa forma, vamos lá para o diário de nosso terceiro dia em Búzios. Nesse dia, ainda encontramos o tempo nublado, mas acrescentamos imagens de nosso quarto dia, quando o sol finalmente resolveu brilhar.


Búzios: Roteiro pelas Praias Selvagens e Ponta da Lagoinha

Diário de Viagem - Dia 3

um roteiro de Fábio Pastorello

Praia do Forno, uma das praias mais tranquilas e reservadas de Búzios: água cristalina e boa para snorkel

O roteiro pelas praias pode ser feito a pé, de carro ou através de passeio de bugue. O transporte coletivo que existe em Búzios não chega até essas praias.

Nós fizemos o roteiro de duas formas: a pé no terceiro dia e de bugue no quarto.
Sobre a caminhada, tem alguns trechos de subida, mas é relativamente tranquila. O senão mesmo é que você caminha pela rua, em alguns trechos não há calçada, e em outros não há muito o que ver pelo caminho. 
Dessa forma, há algumas partes desnecessárias e que podem deixar você com a sensação de perda de tempo. Mas é uma alternativa para quem não dirige e não quer gastar com o passeio de bugue.

Sobre o passeio de bugue, achamos bem legal. Aguardem post específico sobre o passeio.


1 - Praia do Forno


Nosso roteiro começou no centro de Búzios, onde estávamos hospedados. De lá, a caminhada até a Praia do Forno leva cerca de 20 minutos (2 km).


O que fazer em Montmartre - Paris: Cafe des 2 Moulins, Sacré-Couer e Amélie Poulain


Em junho de 2015, eu e Cleber partimos em uma viagem para a França e Itália inspirada por algumas obras cinematográficas, o projeto 10 Filmes e Destinos de Cinema pela Europa.

As relações entre o cinema e as viagens sempre foram um dos principais motes de nosso blog. Mas essa foi a primeira vez que viajamos efetivamente motivados pelos filmes, como movietrotters, um termo que costuma designar quem concilia essas duas paixões e vai atrás das locações cinematográficas.

Para usá-los como motivação, era importante que os filmes fossem arrebatadores. Por isso, pedi uma ajuda para minha amiga Fran Mateus do blog Viagem de Cinema e fui buscando os filmes que eu queria usar como inspiração nessa viagem.

"O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" foi o primeiro filme que consegui destacar nessa lista. E nossa viagem começou justamente por ele.


Paris - A Montmartre de Amélie Poulain

Uma Visita ao Cafe des 2 Moulins e à Sacré-Couer 

de 

É imperdível uma visita ao Cafe des 2 Moulins, em Montmartre, locação do filme Amélie Poulain

1 - Cafe des 2 Moulins


"Amélie Poulain gosta dos pequenos prazeres: enfiar a mão no caso de cereais, quebrar a cobertura do Crème Brûlée com a colher ou jogar pedras no Canal de Saint Martin."

Logo no início do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, 2001), as locações já se multiplicam. O bom é que o filme é coerente em acrescentá-las. Grande parte das cenas está no bairro de Montmartre ou no entorno dele.
A locação mais relevante é mesmo o café onde a protagonista trabalha, a simpática Amélie Poulain (Audrey Tautou). É o Café des Deux Moulins (o filme mostra a sua fachada e seu interior). É ótimo saber que na realidade, o destino lembra muito o do cinema. 
Fachada do Cafe des 2 Moulins, locação do filme onde a personagem Amélie Poulain trabalha

Foi ali, em Montmartre, que nossa viagem começou. Como estávamos hospedados a 2 quadras da locação, assim que nos instalamos, partimos para um café no Deux Moulins. Independente da locação cinematográfica, o lugar entrou na lista dos 10 melhores cafés de Paris pelo The Guardian.



Os 10 Melhores Filmes de Viagem: França e Itália


Atenção: esses filmes de viagem podem influenciar a sua próxima viagem para a Europa. Esses filmes com locações na França e na Itália já inspiraram muitos viajantes pelo mundo. 

E você? Já assistiu a um filme no cinema e se viu inspirado por alguma das viagens mostradas na telona

Com a gente do Viagens Cinematográficas, isso vive acontecendo. Só que dessa vez resolvemos radicalizar, e montamos uma viagem para a Europa inspirada por 10 dos melhores filmes de viagem. Leia mais em 10 Filmes e Destinos de Cinema

São 10 filmes escolhidos, com locações na França e na Itália. Não são os únicos por lá, é lógico. Tanto a França como a Itália são riquíssimas como locações cinematográficas. 

Foi difícil fazer essa seleção, mas ela foi feita de coração, e agora que voltamos da viagem, podemos dizer que os filmes funcionaram como excelentes guias de viagem.

Buscar onde os filmes foram gravados e ir atrás desses lugares foi uma ótima forma de conhecer as cidades. Portanto, recomendamos que você, em suas futuras viagens, também escolha alguns filmes preferidos e vá atrás de suas locações. Vale a pena. 

Confira a seguir a nossa lista. Se quiser dar pitados sobre quais filmes teria escolhido, ou quais você acha que ficaram faltando, não deixe de comentar no final dessa matéria


Os 10 Melhores Filmes de Viagem pela França e Itália

Um roteiro de viagem inspirado pelo cinema

de 

Filmes de Viagem na Europa: França e Itália
Owen Wilson caminha por Paris às margens do Sena em "Meia Noite em Paris", de Woody Allen

1 - O Fabuloso Destino de Amélie Poulain


O filme de Jean-Pierre Jeunet e protagonizado pela querida Audrey Tautou tem a maior parte das locações gravadas no charmoso bairro de Montmartre, que escolhemos como base nessa visita a Paris. Logo que chegamos, fomos até o Café des 2 Moulins, lugar onde a protagonista trabalhava. O legal é que sentamos no mesmo lugar da foto abaixo, mas o imperdível mesmo é dar uma passadinha no banheiro e conferir as fotos do anão de jardim viajante, lembra? Amélie também circula pela Gare de l'Est, canal Saint-Martin e obviamente pela basílica de Sacré-Couer, e assim como nós, uma legião de fãs procura recriar os passos da moça por esses trechos de Paris.

Sugerimos a leitura:
O que fazer em Montmartre - Roteiro e Mapa
- Cafe des Deux Moulins, Sacré-Couer e o Filme Amélie Poulain

Filme de Viagem: Amélie Poulain e as locações em Paris
Amélie Poulain em seu ambiente de trabalho, o Café des 2 Moulins, localizado no bairro de Montmartre

2 - Meia Noite em Paris


As locações do filme de Woody Allen são um verdadeiro guia turístico por Paris e arredores. Desde os jardins de Monet, em Giverny (um dos lugares mais lindos que visitamos, porém no cinema tudo parece mais vazio e tranquilo), até o Castelo de Versailles, as locações ainda incluem o Museu Rodin e o Museu da Orangerie. Como o personagem de Owen Wilson vive uma paixão pelo passado, Allen ainda inclui alguns restaurantes antigos, como o restaurante Polidor, de 1845, que preserva grande parte da decoração original. Nós fomos lá conferir, aguardem o post.

Filme de Viagem na Europa: Meia Noite em Paris
Os jardins de Monet são uma das locações do filme "Meia Noite em Paris", dirigida por Woody Allen
Jardins de Monet, em Giverny, por Fábio Pastorello
Ao contrário do filme, é um pouco difícil fazer uma cena romântica na ponte japonesa no Jardim das Águas, em Giverny


Onde Ficar na Praia do Rosa - Review: Hospedaria das Brisas


Está chegando o inverno e você pode se perguntar qual o lugar legal para curtir um friozinho com charme pelo Brasil. A dica é a Praia do Rosa, no litoral de Santa Catarina. 

Sim, você leu certo. É praia, é litoral, não é montanha. Mas é um ótimo destino para curtir o inverno, e o verão é lógico. Nós fomos conferir a Praia do Rosa em abril de 2015 e ficamos encantados com a estrutura de charme que o destino proporciona. 

Leia mais sobre a Praia do Rosa na nossa primeira matéria: Praia do Rosa e os Encantos de Santa Catarina

Na matéria a seguir, vamos falar sobre as opções de hospedagem por lá, em especial da Hospedaria das Brisas, pousada em que ficamos hospedados. E esperamos que você se encante também por esse destino, que aliás, já está na nossa lista para retornarmos em breve. 


Review: Hospedaria das Brisas

Onde Ficar na Praia do Rosa | Santa Catarina

por 

As charmosas acomodações da Hospedaria das Brisas combinaram com a viagem para a Praia do Rosa

Hospedaria das Brisas: Como Chegar


Chegar na Praia do Rosa e na Hospedaria das Brisas foi mais fácil do que imaginávamos. São as vantagens de se viajar fora da alta temporada. As estradas estão mais tranquilas e os acessos sem congestionamentos.

Se você é daqueles que gosta de viajar para relaxar, ir para a Praia do Rosa nos meses de abril e setembro pode ser uma boa opção para curtir um lugar privilegiado sem ter que dividí-lo com muita gente.

Para chegar, colocamos o nome da Hospedaria das Brisas no aplicativo de celular Waze e fomos seguindo as orientações, a partir de Florianópolis. Veja também o mapa no Google Maps (abaixo).
São cerca de 90 km percorridos em cerca de 1h30, sem trânsito. O trajeto percorrido na BR-101 é super tranquilo, depois que você acessa a entrada para a Praia do Rosa, espere trechos menos estruturados. Na vila os caminhos são de chão batido, então podem haver alguns percalços em dias de chuva. 
Estrada de acesso para a Praia do Rosa, em Imbituba
A dica após sair da BR-101 e pegar a SC-434 é não pegar a primeira saída para a Praia do Rosa, e continuar na SC-434 rumo à Garopaba. O Waze irá recalcular a rota e você terá acesso a um outro caminho, com maior quantidade de trechos pavimentados. Essa dica pegamos no Meus Roteiros de Viagem, que como sempre explica com o máximo de detalhes. A rota calculada pelo Google Maps abaixo já prevê essa solução.

Para quem vem sem carro, o negócio é providenciar um táxi junto com a pousada. O trajeto sai por cerca de R$ 200,00. Não há ônibus circulando na Praia do Rosa.



Chegada na Hospedaria das Brisas


Após estacionarmos o carro na pousada, fomos até a recepção, que encanta pelo primor da decoração. O espaço é o mesmo onde funciona um dos mais renomados restaurantes da região: o Refúgio do Pescador.

O check-in foi tranquilo e o atendimento cordial, na chegada eles já fornecem um livreto com alguns mapas e informações sobre a Praia do Rosa. Depois fomos acompanhados até nossa suíte, com acomodações que se dividem em dois andares. Uau, adoramos!

Nossa suíte de 2 andares na Hospedaria das Brisas, adoramos!



O que fazer em Paris: Montmartre | Roteiro e Mapa


Nossa viagem de 2015 para a Europa começou em Paris, mas especificamente em Montmartre. O bairro se revelou uma ótima opção de onde ficar em Paris

Como você já viu por aqui, no post 10 Filmes e Destinos de Cinema, organizamos uma viagem pela Europa guiada por alguns dos meus filmes de viagem prediletos. O primeiro filme da lista é o incrível "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", com várias locações em Montmartre. 

Durante a viagem, recuperei um antigo hábito que estava me fazendo falta. No final de cada dia escrevi um diário de tudo o que aconteceu, e vamos compartilhar dia a dia esses relatos por aqui, começando pelo nosso primeiro dia em Montmartre. A ideia de escrever durante a viagem é procurar enriquecer ainda mais o diário com as sensações e experiências da viagem. 

Ainda que sejam relatos super pessoais, acredito que, como em outras viagens, nossa experiência possa ajudar você numa futura viagem. Ou simplesmente pode te transportar para viajar um pouco, junto com a gente.

Paris - O que fazer em Montmartre | Roteiro e Mapa

Europa 2015 - Diário de Viagem: Dia 1


Montmartre é um dos bairros mais típicos de Paris, em detalhes como a saída da estação Abbesses do metrô

Retornar a Paris é sempre uma delícia. A primeira vez que conheci a cidade eu estava sozinho, mesmo assim foi uma delícia. A segunda vez levei o Cleber para conhecê-la e da terceira vez fomos com o nosso amigo Alex.

Portanto, essa é a quarta vez que vou para lá, mas lógico, Paris é inesgotável e merece muito mais visitas. Tem gente que vai todo ano.

Transfer do Aeroporto Charles de Gaulle para Paris - Como Chegar


Antes de mais nada, cabe contar que para chegar em Paris a partir do aeroporto Charles de Gaulle, recebemos o apoio sensacional do pessoal da França entre Amigos, que foi buscar a gente no aeroporto e fez nosso translado até o hotel em um carro incrível.

Luiz e o carro da França entre Amigos, transfer excelente a partir do aeroporto de Charles de Gaulle

Ainda contamos com a simpatia e eficiência do Luiz, que foi impecável.

Em geral eu procuro mesmo ir de transporte público para o hotel, mas é sempre muito estressante na chegada. Agora que eu conheci esse serviço de transfer, vai ser difícil não usar novamente.

Aguardem matéria específica em que contaremos mais sobre os serviços da França entre Amigos.

Onde Ficar em Paris: Hotel Barato em Montmartre


Nessa quarta viagem, a proposta era visitar algumas locações cinematográficas, e logo na chegada já fomos conhecer o Cafe des 2 Moulins, em Montmartre. O café fica a apenas 2 quadras do nosso hotel, o simples porém aconchegante Grand Hotel de Clermont.

Quarto no Hotel de Clermont, em Montmartre, uma boa opção de hospedagem em Paris



Viagem para a Europa 2015: 10 Filmes e Destinos de Cinema


Nossa próxima viagem virou um projeto: 10 Filmes e Destinos de Cinema pela Europa. O conceito do projeto é explorar tudo o que a Europa tem de mais cinematográfico. E não é pouco. 

Falar sobre filmes gravados em locações européias é uma tarefa praticamente inesgotável. Por isso, resolvemos fazer um recorte. E o recorte proposto é justamente escolher os 10 filmes de viagem mais representativos e que mais inspiram as pessoas a viajar. E também serviram de inspiração para a nossa viagem.  

Como toda lista, talvez a sua seja diferente da nossa. Mas é esse Top 10 que norteou o nosso planejamento de viagem, ou seja, os filmes inspiraram completamente nossa viagem. 

Outro recorte que propomos foi escolher apenas a França e a Itália, países que concentram grande parte das memórias cinematográficas de todos nós. 

Mas tudo pode mudar. Ainda faltam alguns dias para nossa viagem. Se você tem alguma dica de filme ou destino cinematográfico na França ou Itália, deixe seu comentário no final desse post. 


Próxima Viagem: Europa 2015

10 Filmes de Viagem e Destinos de Cinema pela Europa

de 


Roma é um dos lugares mais cinematográficos do planeta. Nossa viagem inclui França e Itália

A lista dos 10 filmes ainda é segredo e vamos divulgá-la no decorrer da viagem.

Por isso, fique de olho em nosso Instagram e no Facebook. Se possível, ative as notificações, assim você não perde nenhuma postagem e também acompanha a viagem em tempo real.

A Montmartre de Amélie Poulan


Vamos antecipar o primeiro filme da lista.

É o clássico "O Fabuloso Destino de Amélie Poulan", filme dirigido por Jean-Pierre Jeunet e estrelado pela adorável Audrey Tatou.

Audrey Tatou é a protagonista do filme "Amélie", de 2001, com a maior parte das cenas rodadas no bairro de Montmartre