O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

5

Ilhabela é um dos destinos mais famosos e cobiçados do litoral norte de São Paulo. Mas apesar disso, a gente nunca foi muito fã da ilha.

Entre os fatores que nos impediam de ir lá com maior frequência, estavam duas questões essenciais: o acesso demorado pela balsa e a presença insistente dos borrachudos. Por conta disso, acabamos sempre preferindo ir para Maresias ou Ubatuba.

Mas será que dá para aproveitar Ilhabela apesar desses dois probleminhas característicos da ilha?

Nem vamos demorar muito pra responder: a resposta é sim. Aproveitamos alguns dias incríveis por lá, mas para aproveitar melhor a cidade, é importante ficar atento para algumas dicas. 

Nesse artigo vamos compartilhar algumas das melhores praias de Ilhabela e informações importantes para você conhecê-las: como chegar, como estacionar e o que fazer em cada uma das praias de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo. 

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

Confira algumas dicas do que fazer em Ilhabela e como lidar com a balsa e os borrachudos

Nesse artigo você vai conferir:

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

Como Chegar

Para chegar em lhabela, a partir de São Paulo, nós seguimos pela Rodovia Ayrton Senna, Rodovia Governador Carvalho Pinto e finalmente a Rodovia dos Tamoios, que desce a serra e nos leva até Caraguatatuba. 

De Caraguatuba, seguimos para São Sebastião, de onde saem as balsas para Ilhabela

O trajeto completo dura cerca de 4h de viagem.

Travessia de Balsa

  • Em baixa temporada ou fora dos feriados, você pode simplesmente chegar na hora e comprar a sua travessia, que custa R$ 19,00 (nos dias úteis) ou R$ 28,50 nos finais de semana e feriados. 
  • A balsa funciona 24h/dia, mas das 5h30 às 23h30 as saídas acontecem a cada 30 minutos. Durante a madrugada, há apenas 1 saída por hora. 
  • Finalmente, o sistema Hora Marcada permite que você agende o seu horário da travessia. O preço para essa comodidade custa R$ 98,00. 

Mas precisa mesmo?

  • A resposta é que em determinados dias, a fila de espera pode durar muitas horas. Então se você quiser agilizar seu tempo, vale a pena investir e poupar algumas horas na fila da balsa. 
  • Confira todas as regras no site da Hora Marcada

Reabertura do Turismo – Coronavírus

Ilhabela já está liberada para o turismo, mas sempre seguindo os protocolos sanitários. O uso de máscaras é obrigatório e em todos os estabelecimentos há álcool gel e distanciamento social de 2 metros entre as pessoas. 

As praias estão liberadas para banho de mar e caminhadas. Barracas de praia e restaurantes também estão funcionando. Para mais detalhes, consulte o Decreto da Prefeitura de Ilhabela

Se resolver viajar, seja responsável e siga todas as recomendações sanitárias, para sua saúde e também das outras pessoas. 

Confira em nosso vídeo no YouTube, um pouco mais sobre as praias e principais atrativos de Ilhabela.


Onde Ficar em Ilhabela

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Ilhabela está divida entre as praias do sul, praias do norte e a área central

A ilha está dividida em norte e sul, separados pela balsa ou pela Vila (ou Centro Histórico). 

O sul tem menos infraestrutura e as condições das vias são piores do que no norte. Há também menos vagas para estacionar. Mas o sul possui algumas das praias mais bonitas e famosas, como a Praia do Curral e a Praia da Feiticeira. 

O norte tem melhor infraestrutura, especialmente acima da balsa. A partir da Praia do Perequê, passando pela Vila e por praias como a Pedra do Sino, as praias possuem mais vagas para estacionar e boa estrutura. 

Para quem viaja sem carro, ou não quer perder tempo se locomovendo pela ilha (pode ser um problema em feriados e fins de semana, quando a ilha fica cheia), o ideal é escolher um lugar estratégico. 

  • Ficar próximo do centro é ótimo para quem viaja sem carro ou quem prefere curtir a vida noturna. 
  • Se você viajar em baixa temporada, escolha pela hospedagem. Sabe aquele hotel, pousada ou casa de temporada que te deixou encantado? Aproveite e comece por uma boa hospedagem para explorar a ilha. 
  • Finalmente, se você quer mesmo ficar próximo de uma praia legal, a Praia do Curral é provavelmente uma das melhores e com boa infraestrutura de praia. 

Por sorte, ficamos numa casa a poucos minutos da Praia do Curral. Nós ficamos simplesmente encantados pela Elephant Guest House. 

Elephant Guest House

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Elephant Guest House, uma casa incrível de frente para o mar

A casa tem uma estrutura colonial e um jardim incrível de mais de 5.000 m². 

O jardim possui um gramado, cercado de palmeiras e um belíssimo paisagismo. Tudo isso fica em frente ao mar, basta seguir por um caminho de pedras e você encontra um pier onde é possível ver o pôr do sol no mar ou dar um mergulho em algumas piscinas naturais, na maré baixa. 

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Pier da Elephant Guest House Ilhabela

A casa possui 4 quartos, dois deles com varanda de frente para o mar (um deles foi onde ficamos hospedados). A vista fica um pouco obstruída pelas palmeiras, mas o charme do lugar é justamente sua vegetação cinematográfica. 

Os espaços são amplos e os hóspedes podem usar toda a estrutura da casa, como se ela fosse sua. Isso inclui sala de TV, sala de jantar, varanda e a cozinha. Mas a casa também oferece suporte aos hóspedes, com serviço de quarto e café da manhã. A casa também conta com 6 vagas de estacionamento e excelente serviço de wi-fi. 

Uma das suítes da Casa Elefante, em Ilhabela

Quem administra a casa é o José Carlos, que é mais um viajante que abandonou a vida nos grandes centros para buscar a natureza num lugar especial. Na Casa Elefante, ele tem essa oportunidade de contato com a natureza exuberante de Ilhabela e da própria casa. 

Nós adoramos a experiência e super recomendamos, especialmente para quem procura um lugar tranquilo, charmoso e relaxante. 

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Café de manhã de frente para o mar e para a natureza

Roteiro de Viagem

Antes de mais nada, você deve estar se perguntando quantos dias reservar para ficar em Ilhabela. 

Isso depende muito da sua disponibilidade.

Até mesmo em um final de semana, já é possível aproveitar bem a ilha. Especialmente se você viaja a partir de São Paulo, distante a cerca de 4 horas de carro da capital (incluindo o trajeto da balsa). 

Se você só tem dois ou três dias, a dica é curtir mesmo as praias onde você pode chegar de carro. Essa foi a nossa opção. 

Mas para quem tem mais tempo, vale a pena incluir alguns dos passeios de barco ou de jeep que você pode fazer em Ilhabela. 

Então vamos sugerir dia a dia o que fazer em Ilhabela. 

  • Dia 1: Chegada em Ilhabela, check-in e Praia do Curral
  • Dia 2: Praias do Sul: Praia da Feiticeira, Ilha das Cabras e Vila
  • Dia 3: Praias do Norte: Pedra do Sino, Armação, Praia do Pinto e Jabaquara
  • Dia 4: Passeio de Flexboat até a Praia do Bonete
  • Dia 5: Passeio de Jeep até a Praia dos Castelhanos
  • Dia 6: Cachoeira da Paquetá
  • Dia 7: Check-out e partida de Ilhabela 

Preços dos Passeios

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia dos Castelhanos. Foto: Sectur Ilhabela

Um dos principais programas para fazer são os passeios de barco. Como as distâncias são longas, eles são feitos em flexboats, barcos mais rápidos. 

A Praia do Bonete é uma das mais famosas da ilha, somente acessível através de barco ou em uma trilha de 4 horas, a partir do sul da ilha. 

A Praia dos Castelhanos também é bem famosa, e o acesso pode ser pelo mar ou por terra. A estrada por terra é somente adequada para veículos 4×4 e com restrições. Veículos tem um horário definido para ir até a praia e outro horário para retornar, pois a estrada é de mão única. 

Finalmente, para chegar na Praia da Jabaquara (que fica ao norte da Ilha, com acesso por estrada de terra), você pode ir de carro próprio, mas também existe a opção de fazer o trajeto em um passeio de barco, mais barato do que os flexboats. 

  • Flexboat até Praia do Bonete: a partir de R$ 200,00 por pessoa
  • Passeio de Jeep até Castelhanos: a partir de R$ 120,00
  • Flexboat até Castelhanos (inclui Praia da Fome e Saco do Eustáquio): a partir de R$ 190,00
  • Passeio de Escuna (Jabaquara e Praia da Fome): a partir de R$ 90,00

Como não fizemos nenhum passeio nessa viagem para Ilhabela, não temos nenhuma agência para indicar. 

Parque Estadual de Ilhabela

Boa parte de Ilhabela está localizada no Parque Estadual de Ilhabela, uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, com área de 27.025ha. 

O parque inclui o complexo de ilhas do arquipélago (são 12 ilhas, 3 ilhotes, 3 lajes e 1 parcel). A área também inclui todas as praias, cachoeiras, mirantes e a Mata Atlântica da região. 

Para fazer algumas trilhas do parque, é necessário o acompanhamento de monitores ambientais credenciados. 


Melhores Praias e Pontos Turísticos

Visualize em tamanho maior no Google Maps

1 – Praia do Curral

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia do Curral, com muitos restaurantes e quiosques na praia

Começamos lá pelo sul da ilha, pertinho da Elephant Guest House. É pertinho mesmo, dá pra ir caminhando (cerca de 15 minutos, mas a calçada é bem irregular, em alguns trechos é preciso andar pela rua). 

Antes de chegar na Praia do Curral, ainda passamos pela pequena e tranquila Praia do Veloso, que conta mar bem tranquilo, algumas sombras e chuveiro de água doce. É uma praia ideal para famílias.

Seguindo o caminho, na Praia do Curral existe um acesso público e vários outros através dos diversos restaurantes distribuídos pela orla. 

É na Praia do Curral que fica o DPNY Beach Hotel & Spa, um hotel bem famoso por conta de sua estrutura de praia estilo ostentação. 

Nós já ficamos hospedados no hotel, mas a decoração é bem kitsch e tivemos problemas na nossa acomodação. De qualquer forma, a piscina é bem gostosa e é um dos poucos hotéis pé na areia da região. 

PRAIA DO CURRAL

– Distância do centro: 9 km da balsa e 15 km da vila 

– É uma das praias com melhor infraestrutura de Ilhabela. São vários restaurantes com barracas de praia e chuveiros. Mas a estrutura é simples, só cadeiras de plástico colocadas na areia.  

– Alguns destaques são o Siri Loko, o Papagaio Bar e o Comandante Adriano. Nós ficamos no Bar na Praia e curtimos o atendimento.  

– São várias opções de restaurantes pé na areia, não há valor de consumação mínima. 

– O estacionamento é pago, varia de R$ 10,00 a R$ 20,00. Não há lugares para estacionar na rua. 

– A praia tem 400 metros de extensão, bem gostosa para caminhadas.

– No canto esquerdo tem uma capela de frente para o mar (coisa comum em Ilhabela), a Capela de Santa Cruz. 

– É um bom ponto para mergulhar, fazer snorkeling e atividades aquáticas, como caiaque, SUP e canoa havaiana. 

Avaliação: * * * *

2 – Praia da Feiticeira

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia da Feiticeira, mais selvagem e paradisíaca

Antes de chegar na Feiticeira, você pode conhecer a Praia do Julião, mas o estacionamento é precário e estava sempre lotado, então acabamos desistindo. 

O acesso até a Praia da Feiticeira é por algumas ruas tranquilas, onde há vários lugares para estacionar (lembre-se que na alta temporada fica tudo mais difícil). 

Ao chegar na praia, você já encontra um riacho que deságua no mar e uma linda casa colonial, a Fazenda São Mathias. Tem também uma pequena cachoeira artificial, mas eu não arriscaria tomar banho ali.  

Além da fazenda, a praia não tem nenhuma infraestrutura, então é ideal para quem busca um lugar mais selvagem e tranquilo. 

Não tão tranquilo, na verdade. Já que essa é uma das praias mais famosas de Ilhabela. A comunidade do lugar lutou contra a chegada do asfalto para preservar o aspecto rústico do lugar, mas ele chegou e junto com ele veio o aumento no número de turistas. 

Fazenda São Mathias e a Lenda da Feiticeira

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

A Fazenda São Mathias funciona como um hotel e espaço para festas de casamento ou eventos. O lindo gramado, a charmosa piscina e a estrutura de frente para o mar realmente parecem inspiradoras para isso. 

A lenda diz que uma antiga proprietária da fazenda fez fortuna com tráfico de escravos. Já idosa, ela teria entrado na mata para enterrar seu tesouro, com a ajuda dos escravos.

Mas depois de enterrado o tesouro, matou todos e até hoje ninguém sabe onde estaria a sua fortuna. 

Ela era conhecida como feiticeira pelos pescadores e mercantes que frequentavam a taberna da fazenda. 

PRAIA DA FEITICEIRA

– Distância do centro: 6 km da balsa e 11 km da vila 

– A praia não tem infraestrutura de barracas ou restaurantes. 

– O estacionamento é na rua, gratuito em várias ruas que dão acesso até a praia

– A praia tem 250 metros de extensão. É uma praia de tombo e areia fofa, não indicada para famílias ou para quem gosta de caminhar. 

– No canto esquerdo está a Fazenda São Mathias. Não é permitido entrar, mas dá para conferir a beleza da casa e dos jardins, pelo lado de fora mesmo. 

– Avaliação: * * * 

3 – Praia das Pedras Miúdas e Ilha dos Cabras

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia da Ilha das Cabras, ótima para snorkeling

Essa praia é bem pequena, mas conta com estrutura de restaurante (com uma bela vista), barraca de praia e aluguel de caiaques. 

Há também uma opção de passeio de bote da praia até a Ilha das Cabras, com parada de 30 ou 60 minutos para snorkeling (a partir de R$ 20,00). Inclui colete salva-vidas. 

O nome Pedras Miúdas é porque ao entrar no mar, é possível encontrar várias pedrinhas pequenas. O banho de mar fica um pouco incômodo. 

Mas dá para ir nadando até a Ilha das Cabras, para quem sabe nadar bem. São 200 metros de distância da praia até a ilha, mas fique atento.

As condições do tempo mudam muito rapidamente em Ilhabela, e de uma hora pra outra pode entrar um vento forte que irá atrapalhar o seu retorno. Não bobeie. 

A Ilha das Cabras possui um Santuário Ecológico Marinho, com vários tipos de peixes e, dizem, também dá para tartarugas e até cavalos marinhos. O Cleber mergulhou por lá e viu realmente muitos peixes, vale o mergulho. 

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

PRAIA DA ILHA DAS CABRAS

– Distância do centro: 2 km da balsa e 8 km da vila 

– A praia tem alguns restaurantes, com um belíssimo visual para a ilha. Nós almoçamos no Marujo Restaurante. A comida e o atendimento são OK, mas o preço é acima da média. 

– Na faixa de areia também tem estrutura de cadeira e guarda-sol. 

– O estacionamento é gratuito e na rua, em frente à llha, mas as vagas acabam rapidamente. 

– A praia é realmente muito pequena, na maré alta a faixa de areia praticamente desaparece. 

– Avaliação: * * * 

4 – Mirante do Piúva

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Letreiro de Ilhabela no Mirante do Piúva

O mirante ganhou recentemente um letreiro de Ilhabela, todo colorido e incrível. Parada imperdível para fotos. 

O lugar fica bem próximo da balsa, tanto que é possível ficar observando o movimento das barcas entre São Sebastião e Ilhabela. 

Além do visual incrível e do letreiro, outra vantagem é que existe um amplo bolsão de estacionamento (coisa rara em Ilhabela), com várias vagas para estacionar. 

5 – Praias do Centro

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Saco da Capela, praia para quem gosta de veleiros

Após a balsa, existe uma série de praias centrais, com ótima estrutura, calçadão para caminhadas, ciclovia e belas sombras proporcionadas por faixas de coqueiros. 

Apesar das praias não serem propícias ao banho, o cenário é bem bonito. Tanto que por ali estão instalados vários bares, restaurantes e hotéis beira-mar. 

Também é fácil encontrar lugares para estacionar. 

Praia do Perequê 

Um dos restaurantes que mais chama a atenção é o Pimenta de Cheiro, na Praia do Perequê. Nós não tivemos oportunidade de conferir, mas ele está muito bem avaliado no TripAdvisor. 

Praia e Fazenda do Engenho d’Água

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Coleção de esculturas na Praia do Engenho

Na Praia do Engenho, outra parada que vale conferir é o Parque Municipal Fazenda Engenho D’Água, um imóvel histórico de 43,5 mil m². Ele foi construído no século XVII e tombado pelo Condephaat – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico. 

A visitação ocorre de sexta à domingo, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 17h. O percurso é externo e guiado (atualmente fechado em virtude da pandemia). 

Na Praia do Engenho, também é possível encontrar a coleção de obras do artista plástico Gilmar Pinna, chamada Paixão. É uma releitura da Via Crúcis composta por 46 esculturas de aço inox, com dimensões que podem chegar a 3 metros de altura. 

Saco da Capela

Essa é a praia ideal para quem gosta de ver o movimento dos barcos e veleiros, uma das paixões e maiores vocações turísticas de Ilhabela. 

Ali também fica um dos lugares que achamos bem charmoso para ver o pôr do sol é o Sereia Beach Ilhabela, na Praia Saco da Capela. Estrutura na praia perfeita para curtir o final de tarde. 

Ali pertinho fica o Hotel Itapemar, uma dica de alguns amigos que ficaram hospedados lá e adoraram. A praia fica a poucos metros da Vila de Ilhabela. 

6 – Vila (Centro Histórico de Ilhabela)

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

A Vila é o centro histórico de Ilhabela. Bem pequeno e fácil de explorar, a vila possui alguns lugares bem charmosos e agradáveis. 

Um dos principais é o pier de chegada do turistas de navios. Além do pier de chegada, existem algumas estruturas com decks de madeira, onde é possível observar o mar e relaxar um pouco. 

Repare nos coloridos mosaicos do pier, com imagens que representam pontos turísticos de Ilhabela. 

Há uma pequena praia, mas que praticamente desaparece na maré alta. 

Caminhe diretamente para a Rua do Meio, que é a rua mais charmosinha da Vila e onde se concentram as lojinhas, bares, sorveterias e restaurantes. 

Igreja Matriz da Nossa Senhora da Ajuda

Andando até o final, você logo avista a Igreja Matriz da Nossa Senhora da Ajuda, com sua escadaria e fachada azul e branca. Um dos cartões postais de Ilhabela. 

A igreja foi construída de 1697 á 1718 pelos escravos e em 1793 recebeu suas primeiras restaurações. Na fachada, ainda se destacam as estátuas de São Sebastião, São Benedito, São Pedro e São Paulo.  

Ali pertinho, na Praça Central de Ilhabela, vale a curiosidade de conferir uma antiga canoa com mais de 100 anos exposta no local. 

Onde Comer

Em um dos dias em Ilhabela, nós almoçamos no Bar SP, que fica na Rua do Meio. A localização é estratégica e o restaurante possui mesas na calçada, mas a comida e o atendimento deixaram a desejar. Talvez funcione melhor para beber e comer alguns petiscos. 

Outro restaurante onde almoçamos foi no Manjericão. O espaço bem amplo e aberto é ideal em tempos de pandemia, e o atendimento foi excelente. Mas novamente, os pratos deixaram a desejar. Pedi um camarão no moranga, que veio sem moranga e apenas com o aroma do camarão. Uma pena, pois o ambiente é bem agradável. 

Ali pertinho o Restaurante Cheiro Verde estava sempre lotado, mas acabamos não indo lá justamente por isso e por ser em ambiente fechado. Em virtude da pandemia, ainda preferimos frequentar os lugares mais amplos e arejados. 

Partimos então para a sobremesa e o café. 

Sorveterias

A Sorveteria Rocha é uma das mais tradicionais da região, e possui duas unidades na Vila (uma delas fica na Rua do Meio). Infelizmente eles não estavam trabalhando com buffet a quilo, por conta da pandemia. 

Aposte também na Daqui Doces e Sorvetes. Por lá nós pudemos nos servir, mas com protocolos sanitários (uso de álcool gel e máscara obrigatórios para se servir). 

Ponto das Letras

Finalmente, o Ponto das Letras é um espaço bem charmoso, que funciona como café e livraria. Os preços dos doces são um pouco elevados (pagamos um pedaço de torta R$ 18,00), mas vale pelo café expresso e pelo ótimo atendimento. 

Esse café livraria com mais de 25 anos de tradição na vila é uma parada imperdível. 

7 – Praia de Santa Tereza

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
As charmosas e coloridas canoas da Praia de Santa Tereza

A paradinha aqui é bem rápida, mas você pode ficar apaixonado pela paz e tranquilidade do lugar e querer ficar mais tempo. 

Uma agradável pracinha liga a rua até a praia, que não é das mais bonitas, pois fica bem próximo do Yacht Club de Ilhabela. 

O que encanta são várias canoas coloridas e enfileiradas. Cada canoa possui o nome de uma praia de Ilhabela. O cenário é lindo e rende várias fotos. 

Ali pertinho, também é possível encontrar a Associação dos Pescadores Artesanais de Ilhabela e é normal encontrar barcos sendo construídos no local. 

8 – Praia da Pedra do Sino (Garapocaia)

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Pedra do Sino, além da praia há também uma área de interesse geológico

Seguimos agora pelas praias do litoral norte de Ilhabela. 

Passamos pela Praia dos Barreiros, pela Praia do Viana e pela Praia da Siriúba, mas a faixa de coqueiros da Pedra do Sino realmente chamou a nossa atenção. 

A praia também é bem extensa e tem vários lugares para estacionar. 

No canto direito, há um restaurante com um belo visual para a praia (mas com preços bem elevados) e uma charmosa passarela de madeira. Uma placa já indica que estamos numa região de interesse geológico. 

As pedras de diferentes tamanhos do lugar foram formadas pela erupção de vulcões há milhões de anos, mas não se sabe porque elas emitem os sons. Elas são chamadas de fonolitos (phonos: som + lithos: pedra). 

Uma lenda local conta que a Ilha de São Sebastião (onde fica Ilhabela) estava sofrendo a invasão de uma caravela de piratas. A população foi avisada por sinos, que alertaram todos da ilha. Mas ao invés de sinos de igrejas, os índios indicaram que o som veio das pedras de lá. 

Foi então que a população da ilha descobriu que as pedras de Garapocaia emitia sons, idênticos a sinos. 

PRAIA DA PEDRA DO SINO

– Distância do centro: 11 km da balsa e 4 km da vila.

– A faixa de areia tem 400 metros de extensão e possui muitas palmeiras e coqueiros. O cenário é paradisíaco. 

– A praia tem alguns quiosques e restaurantes de frente para o mar.

– Entre os destaques estão o Restaurante Pedra dos Sinos e o Restaurante Garapocaia. 

– O estacionamento é gratuito e bem próximo, então essa praia é ideal para quem gosta de dar apenas alguns passos e já chegar na praia. 

– O mar é bem tranquilo, ideal para famílias. 

– Avaliação: * * * 

9 – Praia da Armação e Praia do Pinto

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia da Armação: de um lado sombras, do outro esportes aquáticos

Nós adoramos essa dobradinha de praias, no litoral norte de Ilhabela. Para estacionar, nós preferimos a Praia da Armação, mas mesmo assim achamos poucas vagas para parar o carro. 

O acesso pela Praia do Pinto é por dentro de um condomínio particular. 

O acesso para a Praia da Armação é bem tranquilo, por uma viela que termina na praia. Por ali também fica uma escola de iatismo. A praia é considerada uma das melhores para prática de wind e kitesurf. 

Ao caminhar para o lado esquerdo da praia, você encontra algumas sombras deliciosas e barracas de praia, bem em frente da Capela Imaculada Conceição. 

Uma curiosidade é que praticamente todas as praias de Ilhabela contam com uma capela. Antigamente, os habitantes de cada comunidade não saiam dela, pela distância entre as localidades. O que justifica que cada comunidade tenha criado a sua própria capela. 

Depois do Vila Salga (um restaurante charmoso da praia, espaço para eventos e casamentos), você encontra um caminho de pedras que vai contornando a praia. É esse caminho que nos levou até a Praia do Pinto.

No meio da caminho, ainda ficamos encantados com o visual de um pier, que rendeu algumas fotos e takes aéreos. 

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos

PRAIA DA ARMAÇÃO

– Distância do centro: 12 km da balsa e 6 km da vila 

– A faixa de areia tem 650 metros de extensão e bons espaços para ficar na sombra.

– A praia tem uma barraca de praia e restaurante (geralmente aberto apenas para eventos). 

– A prática de esportes aquáticos é bem comum no local, que vão desde o kitesurf até o SUP.  

– As vagas para estacionar ficam na rua mesmo, e são poucas. 

– Avaliação: * * * 

Praia do Pinto

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Pequena e charmosa, a Praia do Pinto possui o mar bem tranquilo

Após o pier, tivemos que caminhar um trecho com a água no tornozelo, pois a maré já estava enchendo. Mas a água é tão transparente que esse pequeno “contratempo” deixou o caminho ainda mais gostoso. 

A Praia do Pinto é um charme só. Uma pequena faixa de areia, com algumas casas sofisticadas à beira-mar, contrasta com o mar bem tranquilo. 

A água do mar não é das mais cristalinas, mas todo esse visual nos deixou apaixonados pelo lugar. 

PRAIA DO PINTO

– Distância do centro: 10 km da balsa e 5 km da vila 

– A faixa de areia tem 400 metros de extensão, mas boa parte pode ficar submerso na maré alta. 

– O mar é bem tranquilo, praticamente uma piscina. 

– O acesso pode ser realizado pela Praia da Armação ou por um condomínio de alto padrão 

– Avaliação: * * * *

10 – Praia do Jabaquara

O que fazer em Ilhabela: Melhores Praias e Pontos Turísticos
Praia do Jabaquara, uma das mais selvagens de Ilhabela. Foto: Wikimedia Commons

Essa é a praia mais distante ao norte da ilha, pelo menos com acesso de carro. A estrada é asfaltada somente até determinado ponto. É preciso percorrer cerca de 6km em estrada de carro, mas acessível por carros de passeio. 

Mas como a praia fica bem distante, algumas pessoas preferem ir através de passeios de escuna. 

A praia é bem selvagem, tanto que aqui é o lugar onde os mosquitos mais se manifestam. Repelente é essencial. 

Repelente é fundamental!!!

Aliás, nós recomendamos o Citroilha, um repelente vendido na própria ilha (nós compramos antecipadamente pela internet). Outra opção são os repelentes com icaridina. 

Mas o que gostamos do Citroilha é que além de repelir os mosquitos, ele também ameniza o efeito das picadas. A gente sempre esquece de passar o repelente em alguns cantinhos do corpo e, quando você percebe, já foi picado e começa a sentir muita coceira. Quanto mais você coça, mais a ferida ficará inflamada. 

Ao passar o Citroilha mesmo após a picada, eu senti um alívio e imediatamente conseguia parar de me coçar. 

PRAIA DO JABAQUARA

– Distância do centro: 22 km da balsa

– A faixa de areia tem 500 metros de extensão e uma larga faixa de areia. 

– O mar tem águas calmas e transparentes. 

– Avaliação: * * * *

Leia mais:

Saiba mais:

Nota: Nossa hospedagem na Elephant Guest House foi uma parceria.

Share.

About Author

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

5 Comentários

  1. Adorei as suas experiências Josiane. Você sabe que a gente ficou tentando imaginar como seria Ilhabela no feriado, mas a gente espera nunca ter que ir pra lá numa ocasião dessas. E obrigado por compartilhar sua experiência da estrada para Jabaquara, a gente odeia estrada de terra e estávamos no caminho para Jabaquara quando o tempo virou e desistimos. Sabendo dos buracos, ainda bem hehehe. Melhor ir de barco mesmo. Beijão e obrigado pelo comentário.

  2. Aww que saudades deste lugar. É lindo demais, além das praias, o centrinho é um charme e muito fotogênico. Fui ano passado e peguei uma fila de 5 horas na balsa. Lição número 1: nunca vá a Ilhabela em véspera de feriado sem ter agendado a balsa. Lição número 2: compre o repelente vendido na ilha. Usei um repelente normal e foi a mesma coisa que nada, os borrachudos quase me devoraram na Praia da Jabaquara. Aliás, fomos para a Praia Jabaquara de carro e quase tive um infarto quando ao dirigir dei de cara com um carro vindo ao contrário em um trecho com um buraco enormeee e sem muito espaço para os dois carros passarem. Testei todas as minhas habilidades no volante depois de dirigir nessa estrada kkkkk, foi cheio de emoção. Quando cheguei na praia nem consegui aproveitar direito com medo da volta. Então, acho que para quem vai a praia, é bom voltar bem antes de começar a escurecer, porque a estrada de chão é bem “buraquenta” na minha humilde opinião. Nem imagino dirigindo nela no escuro.

  3. Pingback: O que fazer em Maresias e Litoral Norte de SP: Top 10 Praias e Passeios

  4. Pingback: 10 Lugares para Viajar perto de SP, MG e RJ - Final de Semana ou Feriados

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.