Rota das Emoções: Dicas e Roteiro de Viagem

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem

Já imaginou um roteiro que inclui Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara na mesma viagem? Pois é, a Rota das Emoções é um percurso de 900 quilômetros de estrada que inclui atrações turísticas de três Estados: Ceará, Maranhão e Piauí.

Dá para fazer esse roteiro por conta própria? Como contratar um pacote ou uma excursão? O que vale mais a pena? É uma viagem barata? Vamos responder essas questões e apresentar nossa sugestão de um roteiro de viagem na região.

São três áreas de proteção ambiental, o Parque Nacional de Jericoacoara (CE), a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI) e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA).

A Rota das Emoções foi criada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para estimular o turismo da região. O projeto desenvolvido em conjunto com o Ministério do Turismo procurou capacitar as empresas que operam no roteiro, através da formatação de produtos, melhoria de qualidade e promoção dos destinos integrados.

Além de todas as dicas para planejar o roteiro dessa viagem cinematográfica, saiba quantos dias reservar para cada destino. Confira também os preços de pacotes, passeios, transportes regulares e como organizar essa viagem por conta própria ou gastando pouco.

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri – Dicas e Roteiro de Viagem

Como organizar a Rota das Emoções por conta própria ou com agências, quantos dias, preços e melhor época

Salve no Pinterest para consultar depois

Rota das Emoções: Dicas e Roteiro de Viagem

Nós fizemos esse roteiro pela Rota das Emoções em setembro de 2018, por conta própria. Quando falamos por conta própria, é preciso explicar bem o que isso significa.

Existem agências que montam tudo para você, e você faz o roteiro completo com elas, do início ao fim (explicamos melhor no item de PACOTES). É uma opção mais cara, mas que dá maior apoio e tranquilidade na realização da Rota. Além disso, permite que você visite lugares menos conhecidos, com acesso somente com veículos 4×4.

Por isso, quando falamos na Rota das Emoções por conta própria, quer dizer que fizemos sem o suporte dessas agências. Mas é preciso, ainda assim, contratar diversos passeios e transfers, e para isso você precisará do apoio de empresas locais.

Por onde começar a Rota?

O mês de setembro já é no final da época das lagoas cheias. Dessa forma, priorizamos colocar os Lençóis Maranhenses no início da viagem, para chegar nas lagoas o quanto antes.

Mas a rota pode ser começada tanto em Fortaleza (CE) como em São Luís (MA). Há pessoas que defendem que o melhor é começar em Jeri, enquanto outras acreditam que o melhor é começar nos Lençóis.

Uma das teorias é que começando pelo Maranhão, você faz logo de cara a parte mais “aventureira” da viagem e deixa o relax de Jeri para o final.

Já quem acredita na Rota começando pelo Ceará, defende que os Lençóis Maranhenses são o ponto alto da viagem, então vamos deixar o melhor para o final.

Em 2019, nós fizemos a Rota das Emoções novamente, mas dessa vez em uma viagem organizada pelo Sebrae. Começamos novamente pelo Maranhão. Essa viagem permitiu que a gente conhecesse lugares que em 2018 não conseguimos visitar, como Tutóia, Barra Grande, Chaval, Barroquinha e Camocim. Todas essas paradas são incríveis complementos aos destinos mais famosos e consagrados.

Além disso, eu já fiz esse roteiro completo em 1995, antes do percurso ser chamado de Rota das Emoções. Tudo era muito mais precário e as opções de transporte bem mais complicadas. Por isso, foi muito legal essa iniciativa do Sebrae em estruturar esse roteiro em conjunto com os empresários locais.


Roteiro Dia a Dia

Esse roteiro é o que fizemos na viagem de 2019, mas com algumas adaptações.

Essa viagem contou com o apoio do Sebrae e foi extremamente corrida. Trata-se de uma “viagem técnica” para que nós, influenciadores de viagem, pudéssemos conhecer o roteiro, algumas pousadas, restaurantes e operadores de passeios na região.

Por isso, vamos considerar a seguir o que consideramos o roteiro ideal. Os links direcionam para os parceiros que viabilizaram cada passeio, transfer ou hospedagem.

Esse é um roteiro de 14 dias (ou 2 semanas). Se você tem menos tempo, elimine os seguintes dias: 1, 4, 7, 13 e 14. Mas o tempo ideal para essa viagem é de 10 dias, sendo que em 7 dias você somente conseguirá conhecer os destinos principais (Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara).

Maranhão

Empresas de Transfer e Passeios no Maranhão: Baluarte Ecoturismo, Caetés Turismo, G.I. Conect, JJTur Tutóia, Vale dos Lençóis

Se quiser incluir Atins e Santo Amaro (vale a pena), acrescente pelo menos mais 3 noites no seu roteiro.

Piauí

Empresas de Transfer e Passeios no Piauí: Delta do Rio Parnaíba, EcoAdventure Tour, Natur Turismo, Rota Combo, Quadri&Aventuras

Ceará

Empresas de Transfer e Passeios no Ceará: Cooperativa de Bugueiros de Jericoacoara, Experimente JeriJeri Off Road, Jeri Vip Tur e Tribus Ecotrip

Quase todas as empresas citadas também operam a Rota das Emoções completa, além dos passeios citados.

Dicas de Restaurantes

  • SÃO LUÍS: Restaurante Amendoeira e Restaurante Dom Luiz
  • BARREIRINHAS: Restaurante Barlavento e Restaurante Bambaê (anexo a Pousada Encantes do Nordeste)
  • TUTÓIA: Flor do Mangue e Restaurante Baluarte
  • ILHA GRANDE/PI: Barlavento Restaurante e Marina
  • PARNAÍBA: Casa de Caboclo (Delta do Parnaíba) e Vila Itaqui
  • BARRA GRANDE: Restaurante Pé de Vento na Pousada BGK
  • BARROQUINHA: Restaurante Brilho do Mar (Praia de Curimãs)
  • CAMOCIM: Restaurante Ponto 10, Barraca Pôr do Sol e Bistrô Kite Surf
  • JERICOACOARA: Restaurante Dona Amélia, Alchymist Beach Club, Restaurante e Pousada Paraíso Natural, Restaurante Romã e Restaurante Siará (fica no Hotel Blue Residence)

Rota das Emoções: Lençóis Maranhenses + Jericoacoara - Dicas e Roteiro de Viagem por conta própria


Melhor Época

  • Antes de começar a planejar sua viagem, é importante pesquisar a melhor época para viajar para a região.
  • O principal destino da Rota das Emoções são os Lençóis Maranhenses, um dos lugares mais lindos do Brasil.

Lençóis Maranhenses com as lagoas cheias

  • Para conhecer os Lençóis Maranhenses no auge da sua beleza, ou seja, quando as lagoas estão cheias, o ideal é viajar entre os meses de julho a setembro.
  • No primeiro semestre, acontece a época de chuvas na região Nordeste, que deixa as lagoas mais cheias. A partir de abril ou maio, você até pode já encontrar as lagoas cheias, mas também terá que lidar com mais chuvas.
  • Em julho é o mês que as chuvas começam a dar uma trégua.
  • As chuvas param, começam os ventos. Agosto e setembro são os meses com ventos mais fortes. Ideal para o kitesurf, mas prepare-se para encarar muita areia nos passeios nas dunas.
  • A partir de outubro, o nível das lagoas começa a diminuir. A viagem ainda é bem bonita, mas perderá uma parte significativa do seu encanto.

Em 2019, nós visitamos os Lençóis Maranhenses no mês de novembro. As lagoas estavam parcialmente vazias e as que estavam com água, ficavam no nível do tornozelo. Mesmo assim, a paisagem das dunas vale super a pena a visita. Mas para ser bastante sincero, se puder vá com as lagoas cheias, para ver a paisagem no seu ápice.

Rota das Emoções: Dicas e Roteiro de Viagem
Para conhecer as lagoas cheias dos Lençóis Maranhenses, é importante ir na melhor época

Jericoacoara: lagoas e kitesurf

  • A pegadinha de Jericoacoara é que a temporada de chuvas começa antes do quem em outros destinos do Nordeste. Janeiro já é um mês chuvoso.
  • Os meses com mais chuva em Jeri são março e abril e a precipitação só começa a baixar a partir de julho.
  • Considere também que em Jericoacoara é possível encontrar várias lagoas bonitas após a época de chuvas. Mas além dessas lagoas temporárias, Jeri tem a Lagoa do Paraíso (uma das principais atrações), que é bem grande e não seca.
  • Se você é praticante de kitesurf, Atins (MA), Jericoacoara (CE) ou Barra Grande (PI) são destinos bem indicados para a prática.
  • Nesse caso, o segundo semestre é o período que venta mais na região e auge da temporada nesses destinos. As pousadas mais famosas ficam lotadas de estrangeiros e podem ter vagas esgotadas com meses de antecedência.

Pacote para a Rota das Emoções: Preços

Os roteiros da Rota das Emoções feitos por agências de turismo locais são ótimas opções, pois a logística dessa viagem é um pouco complicada.

A agência se encarrega de tudo, desde os transfers entre as cidades até a hospedagem.

Os preços são altos, mas acabam justificando essa comodidade de não ter que se preocupar com nada.

Opções de Pacotes e Passeios

  • A EcoAdventure Tour trabalha com roteiros completos e possui bastante experiência nesse roteiro. Eles também são responsáveis pela Rota Combo, ótimo serviço que liga vários destinos da Rota. Foram eles que nos transportaram no trecho da Rota no Piauí. A EcoAdventure trabalha com diversos roteiros, desde o Rota das Emoções Essencial (7 dias) até o Rota Definitivo (13 dias, incluindo Santo Amaro e Atins).
  • A Tribus Ecotrip atua em roteiros de 10 noites (mas que pode ser customizado e pode ser iniciado em Fortaleza ou em São Luís). Os pacotes incluem todos os transportes em veículos 4×4 muito confortáveis (fizemos o transfer para Fortaleza com eles), passeios de lancha e off-road e até um passeio de quadriciclo nos Lençóis Maranhenses.
  • Um dos slogans da Jeri Off Road é que a empresa gosta de concretizar sonhos. Ela trabalha em menor escala, com roteiros personalizados e com bastante experiência em roteiros para casais. É possível também montar roteiros com experiências de casamento ou lua de mel, incluindo ensaios fotográficos.
  • A G.I. Conect oferece roteiros de 4 a 13 dias na Rota das Emoções, com maior foco nos Lençóis Maranhenses. Os roteiros incluem passeios até Atins e flutuação no Rio Formigas. A empresa é ótima e fizemos vários passeios em eles na viagem de 2018.
  • A Natur Turismo trabalha com vários roteiros, desde a opção econômica, a Rota rústica (com pernoite em lugares remotos) e roteiros de luxo na região.

PREÇOS: Quem planeja contratar um pacote para fazer a Rota das Emoções, deve considerar um custo mínimo de R$ 450 por dia e por pessoa. Mas os valores variam de acordo com a quantidade de dias e de pessoas contratada (preencha o formulário abaixo para solicitar um orçamento). A quantidade mínima ideal de dias para esse roteiro é de 7 dias.

Vale a pena fechar um pacote?

Obviamente, fazer esses roteiros com agências é uma opção mais cara do que por conta própria.

Vale salientar que todos os transfers, passeios (inclusive passeios off-road, de barco ou em alguns casos, até de quadriciclo) e hospedagens estão inclusos. Algumas operadoras permitem que você escolha o tipo de hospedagem, então os preços do pacote irão variar de acordo com o hotel escolhido. Refeições não estão incluídas (exceto o café da manhã, que já faz parte da hospedagem).

De qualquer forma, antes de fechar um pacote, verifique com atenção tudo o que está incluído.

Mas se você colocar na ponta do lápis, considerando tudo o que está incluso e a comodidade e segurança dos serviços das agências, a viagem não é tão cara.

Uma vantagem dos pacotes é que você pode pagar e colocar todas as despesas juntas e parcelar no cartão de crédito.

Preencha o formulário abaixo para solicitar orçamento sem compromisso de agências que operam a Rota das Emoções completa. Seja específico na sua mensagem, eles não irão fornecer preços sem detalhes como datas da viagem, quantidade de pessoas e quantidade de dias.

Sua mensagem será enviada para algumas agências que foram parceiras de nossa viagem e elas entrarão em contato para responder sua solicitação.


Rota das Emoções de carro

Confira aqui o mapa do trajeto completo entre São Luís e Fortaleza.

Condições das estradas

Algumas estradas que percorrem a Rota das Emoções já estão asfaltadas. É o caso, por exemplo, do acesso de São Luís até Barreirinhas ou de Jijoca de Fortaleza até Fortaleza.

Mas ainda havia um trecho com acesso em caminho terraplanado entre Barreirinhas e Paulino Neves (MA). Em 2019, a MA-315 ficou totalmente pavimentada. Dessa forma, não há mais a necessidade de veículos 4×4 para fazer esse trajeto.

No entanto, em alguns casos o acesso para os destinos é somente através de veículos 4×4, como em Jericoacoara. É possível deixar seu carro estacionado em Jijoca de Jericoacoara e ir de jardineira.

Há quem vá até a vila de Jericoacoara de carro com o auxílio de um guia. O caminho é por um trecho de areia, portanto o auxílio de um guia é essencial para não atolar o carro. De qualquer forma, é um procedimento bem arriscado, não recomendamos. Circular de carro pelas áreas do Parque Nacional de Jericoacoara é proibido para veículos de passeio, não se arrisque e respeite a área do parque.

Quanto custa: vale a pena alugar um carro?

A opção de alugar um carro é vantajosa para quem não quer depender dos horários de transportes regulares (que não são frequentes) e quer gastar menos do que os valores dos pacotes.

Como a retirada acontece em um Estado e a devolução em outro, o custo do aluguel acaba ficando um pouco mais caro do que a média.

No comparativo com o valor cobrado pelas agências de viagem, o aluguel de carro pode parecer muito mais barato, mas há de se considerar que os pacotes incluem passeios e hospedagem.

PREÇOS: O aluguel de um carro econômico pelo período de 2 semanas, com retirada em São Luís ou Fortaleza e devolução no extremo oposto custa em média R$ 2.000,00. No caso de 1 semana de viagem, o aluguel de carro custa R$ 1.400,00. Considere ainda cerca de R$ 400,00 com combustível.

Consulte valores no site da Rentcars


Rota das Emoções sem carro: transporte público e transfer

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
Paisagem paradisíaca nos Pequenos Lençóis Maranhenses, no município de Tutóia

Para os viajantes sem carro, é imprescindível contar com o transporte público ou com o apoio de agências de turismo locais.

Mesmo que você opte por fazer a Rota das Emoções por conta própria (sem fechar um pacote), ainda assim terá que contratar uma série de passeios.

Ir até as dunas e lagoas dos Lençóis Maranhenses, fazer passeios de barco até o Delta do Parnaíba ou passeios de buggy em Jericoacoara são atividades que você não consegue fazer de forma independente.

Mas colocando na ponta do lápis, o uso de transfers regulares acaba saindo mais barato do que alugar um carro ou contratar um pacote. É a melhor opção para fazer a Rota das Emoções gastando pouco.

Quanto custa

Se considerarmos os seguintes trechos (ref. setembro/2018), via Rota Combo:

  • São Luís > Barreirinhas: R$ 90,00 por pessoa = R$ 180,00 para 2 pessoas
  • Barreirinhas > Parnaíba: R$ 115,00 por pessoa = R$ 230,00 para 2 pessoas
  • Parnaíba > Jericoacoara: R$ 115,00 por pessoa = R$ 230,00 para 2 pessoas
  • Jericoacoara > Fortaleza: R$ 175,00 por pessoa = R$ 350,00 para 2 pessoas

PREÇOS: Para quem viaja de transportes regulares, teremos um total de R$ 990,00 para 2 pessoas, metade do valor do aluguel do carro. Isso sem considerar despesas com combustível, seguros, estacionamentos, etc. Considere ainda um gasto em média de R$ 100,00 por pessoa, para os passeios.

Fique atento para as malas. O limite de bagagem da Rota Combo é de 10kg por pessoa. Caso você viaje com malas em peso superior, é preciso pagar um adicional.

Além da Rota Combo, existem vários carros particulares que fazem os transfers entre as cidades. Fique atento pois os transfers não saem todos os dias.

Peça indicação na sua pousada. Em Barreirinhas, por exemplo, a pousada colocou nossa necessidade em um grupo de whatsapp de pessoas do local. Através deles, conseguimos rapidamente um transfer compartilhado para ir até Parnaíba.


Primeira Parte: Maranhão e os Lençóis Maranhenses

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
Os Lençóis Maranhenses podem ser explorados em roteiros de 4 a 7 dias em três bases diferentes: Atins, Barreirinhas e Santo Amaro

Dicas Gerais

  • O tempo ideal para conhecer os Lençóis Maranhenses é de 7 dias, mas para quem está fazendo a Rota das Emoções, considere pelo menos 5 dias no Maranhão.
  • Dependendo do seu tempo de viagem, é possível escolher apenas uma base ou várias bases na região. Barreirinhas é a mais estruturada, Atins é a mais rústica (uma espécie de Jericoacoara de antigamente) e Santo Amaro a mais simples (porém próxima das melhores lagoas do parque).
  • Em Barreirinhas, é preciso considerar que não há atividades independentes. Você precisará contratar passeios para ter o que fazer durante o dia.
  • Se o orçamento estiver um pouco maior, um transfer em veículo 4×4 privativo custa em média R$ 600,00 (até 4 passageiros). Você pode optar por ir diretamente para Atins ou Santo Amaro do Maranhão.

Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro?

  • Se você não quer passar muito perrengue nos transfers e contar com uma cidade com melhor infraestrutura, aposte em ficar somente em Barreirinhas.
  • Em Atins as ruas são de areia e sinal de telefone ou internet são precários. Atins tem praia e é possível ir caminhando até algumas dunas e lagoas.
  • Em Santo Amaro do Maranhão, a estrutura é bem simples e não há muita oferta de restaurantes. Também é possível ir caminhando até algumas dunas e lagoas, mas a distância é grande.
  • Em Barreirinhas, as lagoas secam primeiro (ou dependendo do nível de chuvas, nem enchem). Em Atins e Santo Amaro, as lagoas enchem mais, demoram mais para secar e possuem menor número de visitantes.

Roteiro de 7 Dias (base em Barreirinhas)

Nesse roteiro, é possível fazer todos os passeios com base em Barreirinhas.

Caso você precise reduzir seu tempo de viagem, deve considerar no mínimo 4 dias nos Lençóis Maranhenses. Além dos dias de chegada e partida, sobram dois dias inteiros para os passeios até o Circuito Lagoa Azul e o Rio Preguiças.

  • Dia 1: Chegada em São Luís
  • Dia 2: Transfer de São Luís para Barreirinhas e Circuito Lagoa Azul
  • Dia 3: Circuito Lagoa Bonita e Bóia Cross em Cardosa
  • Dia 4: Passeio de voadeira pelo Rio Preguiças
  • Dia 5: Passeio até o Canto de Atins (R$ 150,00 por pessoa, a partir de Barreirinhas)
  • Dia 6: Passeio nas Lagoas de Santo Amaro
  • Dia 7: Retorno para São Luís ou Transfer para Parnaíba

Roteiro de 7 Dias (base em Atins, Barreirinhas e Santo Amaro)

  • Dia 1: Chegada e pernoite em São Luís
  • Dia 2: Transfer de São Luís para Santo Amaro do Maranhão e pernoite em Santo Amaro
  • Dia 3: Santo Amaro do Maranhão
  • Dia 4: Transfer de Santo Amaro para Barreirinhas e Circuito Lagoa Azul, pernoite em Barreirinhas
  • Dia 5: Passeio de voadeira até Caburé e pernoite em Atins
  • Dia 6: Atins
  • Dia 7: Retorno de Atins para Barreirinhas e pernoite em Barreirinhas ou retorno direto para São Luís

A agência G.I. Connect trabalha com um roteiro de 7 dias nos Lençóis Maranhenses e também com passeios avulsos (cerca de R$ 80,00 o passeio, por pessoa). Como a locomoção entre os destinos é complicada e os custos elevados, recomendamos fazer um pacote para esse trecho da viagem.

Principais Passeios

  • Grandes Lençóis: Circuito Lagoa Azul: a partir de R$ 80,00
  • Grandes Lençóis: Circuito Lagoa Bonita: a partir de R$ 90,00
  • Nascer do Sol nos Lençóis Maranhenses: a partir de R$ 170,00
  • Passeio de Voadeira pelo Rio Preguiças até Caburé: a partir de R$ 90,00
  • Passeio Cultural pelo Rio Preguiças
  • Canto do Atins: a partir de R$ 130,00

Empresas Recomendadas nos Lençóis Maranhenses: Caetés Turismo, G.I. Conect, Vale dos Lençóis

Como Chegar em Barreirinhas

Chegar em Barreirinhas, a principal cidade base para conhecer os Lençóis Maranhenses, é relativamente fácil.

Existem inúmeros transfers e agências que fazem o roteiro até lá, por preços que giram em torno de R$ 80,00. Inclusive é possível pegar o transfer do próprio aeroporto (ideal para quem não quer incluir São Luís na viagem) com a G.I. Connect.

Para os mãos de vaca, existe também uma linha de ônibus que faz a rota de São Luís para Barreirinhas. Quem opera é a Viação Cisne Branco, com 4 saídas diárias (R$ 51,00). O ônibus sai da rodoviária, enquanto os transfers buscam os passageiros nos hotéis.

Santo Amaro

Mas tá achando muito fácil né? A gente não queria ir exatamente para Barreirinhas, e sim para Santo Amaro do Maranhão, o lado mais roots dos Lençóis Maranhenses. Nesse caso, a dica é contatar a Mirotur Turismo. Os transfers são diários, especialmente na alta temporada (de julho a setembro), mas é sempre bom confirmar.

Além de fazer o transfer, a Mirotur também monta pequenos pacotes em Santo Amaro, com hospedagem inclusa e com precinhos bem camaradas. Por cerca de R$ 350,00 por pessoa, dá para fazer um roteiro de 2 dias em Santo Amaro.

Atualmente Santo Amaro está com uma política de restringir o acesso de veículos de fora, então está mais difícil fazer o transfer de Barreirinhas para lá ou vice-versa.

Nós fizemos esse transfer com o Raimundo, da Pousada das Águias (+55 98 8853-1861), que opera um passeio diário de Barreirinhas até Santo Amaro. É um dos poucos que ainda faz esse passeio até Santo Amaro. Indicação do nosso amigo Gabriel Messine.

Barreirinhas

Em Barreirinhas a estrutura é melhor e a oferta de passeios variada. Os passeios essenciais são o Circuito Lagoa Azul e o Circuito Lagoa Bonita, oferecidos pela G.I. Conect

O passeio de voadeira pelo Rio Preguiças também é obrigatório. Mas no nosso caso, ele serve mais como um transfer do que passeio. É através desse percurso pelo Rio Preguiças que é possível chegar em Atins.

A G. I. Conect também oferece um passeio de quadriciclo, um diferencial na região.

Atins

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
Pôr do sol em uma das lagoas de Atins, nos Lençóis Maranhenses

Nossa terceira base nos Lençóis Maranhenses fica em Atins. Para chegar lá, novamente rola um pouco de perrengue.

As opções são o transporte através de toyotas privativas ou públicas. Nas públicas, o transporte é bem mais simples, utilizados pela população do local (a saída é da Rua do Correio, em Barreirinhas, e custa R$ 25,00). Em ambas as opções, é uma opção mais demorada e menos gostosa do que viajar de voadeira.

Atins fica na foz do Rio Preguiças, em frente à Praia de Caburé. É o ponto final do passeio de voadeira pelo Rio Preguiças (aquele mesmo que é possível contratar em Barreirinhas). Portanto, dá para embarcar num passeio e ficar lá em Atins no final dele. A única coisa difícil é levar as bagagens na voadeira, que é uma embarcação pequena.

Em Atins, você irá encontrar ruas de areia e pouquíssima infraestrutura. Mas justamente pela rusticidade, o destino já atrai muito o turista estrangeiro e existem várias pousadas charmosas (e caras) no lugar.

Leia mais:
Lençóis Maranhenses: Dicas e Roteiro de Viagem – Guia Completo

Tutóia

Vale muito a pena passar em Tutóia antes de prosseguir a Rota das Emoções rumo ao Piauí.

De Tutóia, é possível fazer um passeio para conhecer os Pequenos Lençóis (não confundir com os Pequenos Lençóis do Povoado de Vassouras). O lugar é lindo, inclusive com alguns coqueiros que formam um cenário paradisíaco.

De Tutóia, também é possível fazer o passeio para o Delta do Parnaíba, ou Delta das Américas. Aliás, boa parte das ilhas que se visita no passeio que sai do Piauí, ficam do lado maranhense.


Segunda Parte: Piauí e Delta do Parnaíba

Para sair do Maranhão e seguir para Parnaíba, nosso próximo destino, é preciso pegar um transfer regular (não tão regular assim) que sai somente às terças e quintas. Quem opera é a Rota Combo.

Outra opção além do transfer regular é o transporte público, mas não é direto. É preciso pegar uma ônibus da Cisne Branco de Barreirinhas até Tutóia e finalmente um ônibus até Parnaíba.

A última opção é fechar um transfer privado, que nesse caso fica mais caro (cerca de R$ 600,00 para até 4 pessoas). O transfer funciona bem caso você consiga dividir em 4 pessoas.

Em 2018, nós conseguimos o transfer por indicação da nossa pousada (através de um grupo de whatsapp local), e conseguimos dividir com mais 2 pessoas. Em 2019, quem fez o nosso transfer foi a Rota Combo.

A MA-315 foi um dos últimos trechos pavimentados da Rota das Emoções. Até 2018 ainda existiam alguns trechos complicados, mas a partir de 2019 o trecho entre Barreirinhas e Paulino Neves agora pode ser percorrido também por carros de menor porte, sem necessidade de veículos 4×4.

Roteiro de 3 Dias

Embora seja o trecho com menor apelo turístico, o litoral do Piauí também merece atenção.

A praia de Barra Grande, por exemplo, é um dos destinos em ascensão, principalmente para os fãs de kitesurf. E o passeio de barco pelo Delta do Parnaíba, uma das grandes atrações desse trecho da viagem.

A foz do Rio Parnaíba criou uma paisagem com mais de 70 ilhas, com destaque para a Ilha Grande e a Ilha das Canárias. É o único Delta das Américas e o terceiro maior do mundo.

Além do passeio de barco tradicional, algumas novidades são o passeio para ver a Revoada dos Guarás e o Delta Safari Noturno. 

  • Chegada em Ilha Grande e Passeio de Barco até o Delta do Parnaíba
  • Passeio de Quadriciclo nos Lençóis Piauienses
  • Praias do Litoral Leste: Luís Correia, Itaqui, Macapá e Barra Grande
  • Transfer para Jericoacoara
Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
A Revoada dos Guarás no Delta do Parnaíba é uma das grandes emoções do roteiro no Piauí

Dicas de Passeios

  • Os passeios podem ser realizados em catamarãs ou em lanchas rápidas.
  • O embarque para todos os passeios acontece em Porto de Tatus (cerca de 15 minutos de carro de Parnaíba, localizado no município de Ilha Grande).
  • É importante consultar se o valor contratado inclui o transfer até o local de embarque.
  • Nos barcos maiores, as embarcações podem comportar até 80 pessoas. Nas lanchas, são praticamente privativos. A diferença de preço não é muito grande.
  • A Clip Ecoturismo trabalha com os passeios tradicionais no Delta do Parnaíba, como o passeio de catamarã e o passeio Delta Tradicional. As saídas em baixa temporada ocorrem somente aos sábados e domingos, pela manhã e duram em média 6 horas.
  • O passeio para a Revoada dos Guarás é oferecido diariamente pela Clip Ecoturismo (R$ 170,00 por pessoa) e pela Rota Combo (exceto domingos, R$ 175,00). As saídas variam das 14h30 às 15h30 e o retorno entre 18h30 e 19h30.
  • No caso das lanchas rápidas, o valor custa a partir de R$ 400,00 para até 5 pessoas. Nesse caso, é o próprio turista que deve se encarregar de fechar o grupo, caso queira dividir o valor.
  • EcoAdventure Tour também trabalha com lanchas privativas, com valores a partir de R$ 420,00 para 5 pessoas.

Principais Passeios

  • Delta do Parnaíba e Revoada dos Guarás: a partir de R$ 170,00
  • Passeio Praias do Litoral Leste do Piauí: a partir de R$ 130,00
  • Passeio de Quadriciclo nos Lençóis Piauienses: a partir de R$ 235,00 por quadriciclo
  • Transfer de Parnaíba até Barra Grande: a partir de R$ 65,00

Empresas Recomendadas no Piauí: Delta do Rio Parnaíba, EcoAdventure Tour, Natur Turismo, Rota Combo, Quadri&Aventuras

Barra Grande

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
Barra Grande é um dos lugares mais concorridos para a prática de kitesurf

Muito além de um destino para praticantes de kitesurf, Barra Grande acaba sendo outro ótimo pernoite no Piauí.

A vila é um charme, com ótimas opções de hospedagem e restaurantes. Ruas de areia e um povo descolado fazem Barra Grande ser comparada com uma Jeri de antigamente.


Terceira Parte: Ceará e Jericoacoara

Camocim e Bitupitá

Saindo do Piauí, tem muita coisa legal antes de chegar em Jericoacoara.

No município de Barroquinha, vale muito a pena conhecer Bitupitá e o Pontal das Almas, o lugar onde acaba o litoral oeste do Ceará. Outra parada imperdível é na Praia de Curimãs e no restaurante Brilho do Mar, aberto em 2019. Esse é um dos trechos em que as ruas perdem o asfalto e veículos off-road circulam melhor.

De lá, nós adoramos fazer um pernoite em Camocim. Ficamos na cinematográfica Pousada Village Sonhos, com direito até a piscina privativa na varada.

A cidade de Camocim é bem menos conhecida que sua vizinha famosa, mas possui alguns achados, como a região da Barra de Remédios e a Lagoa Encantada. Foi lá a lagoa mais bonita de nossa viagem.

Fique atento pois Camocim ainda não tem a mesma infraestrutura turística que Jeri e a oferta de passeios é bem menor. Pode ser necessário contatar empresas de Jeri para fazer os passeios a partir de Camocim, o que aumenta o custo da viagem.

Mas o que muita gente não sabe, é que o passeio que sai de Jeri para o Litoral Oeste, na verdade visita localidades de Camocim, como Mangue Seco e a Lagoa de Tatajuba. Você pode combinar esse passeio e o transfer de Camocim para Jeri no mesmo pacote.

Como Chegar em Jericoacoara

  • Como já mencionamos, não há acesso de carro normal até a vila de Jericoacoara. É preciso ir até Jijoca de Jericoacoara e de lá pegar uma jardineira.
  • Para quem viaja de Fortaleza, a empresa Fretcar tem de 1 a 3 horários diários (dependendo da demanda) e os ônibus saem da rodoviária de Fortaleza. É possível também pegar o ônibus no aeroporto de Fortaleza ou na orla, em frente à feira de artesanato na Avenida Beira Mar. Ali perto também existe um quiosque com ponto de venda.
  • Outra opção são os transfers em veículo 4×4. Algumas das empresas que operam esse transporte são a Jeri Off Road e a Tribus Ecotrip (a partir de R$ 600,00 para 4 pessoas).
  • Para quem está fazendo a Rota das Emoções, outra opção além dos transfers privados é contratar o transfer regular da Rota Combo.
  • Fique ligado: as saídas de Parnaíba (ou Barra Grande) para Jericoacoara ocorrem somente às segundas, quartas e sextas. Não há saídas de Camocim.

Dicas Gerais

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem
Duna do Pôr do Sol, em Jericoacoara, um dos pontos altos da Rota das Emoções
  • As ruas de Jericoacoara são todas de areia. Portanto leve calçados apropriados, ou nem use calçados. Chinelos e sandálias são as melhores opções.
  • O melhor meio de se locomover em Jericoacoara é de bugue, de moto ou em carros maiores como caminhonetes (as Toyotas).
  • Em alguns lugares, também dá para ir a pé. Pedra Furada e a Duna Pôr do Sol são lugares em que dá para chegar caminhando.
  • Algumas agências locais, como a Jeri Off Road, oferecem passeios de buggy pela região.
  • Os passeios mais comuns são o do Litoral Oeste (Tatajuba) e Litoral Leste (Lagoa do Paraíso e Lagoa Azul). O valor custa a partir de R$ 300,00 o buggy, para até 4 pessoas. Na alta temporada, os valores são mais caros.
  • Caso você esteja sozinho ou em casal, é bem fácil combinar o buggy com outras pessoas, basta reservar o passeio com 1 dia de antecedência.
  • Para a Lagoa do Paraíso, também há saídas de Toyotas, a partir da vila (R$ 30,00 por trecho). É um transporte coletivo, usado pela população local e por viajantes mais econômicos.

Roteiro de 4 Dias

O tempo mínimo em Jericoacoara é de 4 dias. No final de todos os dias, programe-se para ir até a Duna do Pôr do Sol, lugar obrigatório em Jeri.

  • Chegada em Jericoacoara e Pedra Furada
  • Lagoa do Paraíso
  • Passeio de Buggy até Tatajuba
  • Transfer para Fortaleza (Jeri Off Road)

Principais Passeios

  • Passeio de Buggy Litoral Leste (Pedra Furada e Lagoa do Paraíso): a partir de R$ 300,00 o buggy (pode ser dividido em até 4 pessoas)
  • Passeio de Buggy Litoral Oeste até Camocim (Tatajuba, Guriú e Mangue Seco): a partir de R$ 350,00 o buggy (até 4 pessoas)
  • Transporte Coletivo em Toyota até a Lagoa do Paraíso: R$ 30,00 por pessoa (por trecho)
  • Duna do Pôr do Sol: grátis

Leia mais:
Jericoacoara: Dicas e Roteiro de Viagem – Guia Completo

Apesar de não termos considerado aqui São Luís e Fortaleza, obviamente essas capitais também podem fazer parte do seu roteiro. Nesse caso, reserve pelo menos 2 dias para São Luís e pelo menos 5 dias para Fortaleza.

Ao todo, nosso roteiro na Rota das Emoções somou 14 dias. Caso você disponha de menos tempo, o negócio é ir fazendo aqueles cortes difíceis. Com tantas belezas pelo caminho, esse roteiro merece pelo menos 7 dias de viagem, mas o ideal são mesmo 14 dias para conferir tudo com mais calma e abrangência.

Salve no Pinterest para consultar depois

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem

Leia também:

Nota: Em 2018, o Viagens Cinematográficas recebeu o apoio da G.I. Conect e da Jeri Off Road. Em 2019, o Viagens Cinematográficas recebeu o convite para visitar a Rota das Emoções pelo Sebrae (os três Estados foram envolvidos), em conjunto com a Prisma Consultoria, dentro do programa Investe Turismo do Ministério do Turismo.

Todos os valores foram consultados para novembro de 2019. Confirme os valores atualizados diretamente com os prestadores de serviço. 

Rota das Emoções: Lençóis, Delta e Jeri - Dicas e Roteiro de Viagem

47 comentários

  1. Fábio, que super guia! Essa viagem pela Rota das Emoções junta algumas das paisagens mais belas do Brasil, e seu post reune todas as informações que a gente precisa pra conhecer! Eu quero voltar aos lençóis Maranhenses com suas dicas para aproveitar Atins e Santo Amaro!

  2. Boa matéria parabéns…obrigado por ter nps dado o privilégio de recebelo em nossa pousada village sonhos

  3. ola, muito bom seu trabalho, você em nossa terra, Tutoia-Ma, amanha. você se encantar com tanta beleza cinematográficas juntas.Belo Trabalho.

  4. Boa noite Fabio, tudo bem?
    Somos um casal do Rio e iniciaremos a rota por Fortaleza. Temos 18 dias para fazer a rota de 15/12 a 01/01/2020.
    Estamos com dificuldade de encontrar uma agencia que faça mais de 12 dias de roteiro. Não gostamos de muita correria na viagem e estávamos pensando em decidir quando partir para o próximo ponto um dia antes de ir. Sabe se tem alguma agencia que faça só os translados para termos essa liberdade?

    1. Oi, Bruna. Para vocês que querem fazer o roteiro no seu próprio tempo, o ideal é fazer como nós fizemos. Os transfer entre os destinos vocês podem fazer pela Rota Combo ou tentar contratar os transfers privativos (no texto acima você encontra algumas indicações de agências). Abraços.

  5. Boa noite maravilhosa sua matéria parabéns.agora em setembro eu e três amigos queremos fazer esta rota temos 7 dias gostaríamos de alugar um carro e sair rondando e conhecendo sem destino você consegue nos ajudar ?
    Tipo onde começar ir até aonde queríamos rodar por conta nossa pra a aventura ser maior.obrigado

  6. Fabio parabéns por excelentes dicas, tô indo em Novembro/2019 eu e DEUS , e por conta própria , pois acho os preços das agencia mto caro!

  7. Fabio obrigado pelas excelentes dicas, estão me ajudando na tomada das decisões. Parabéns pelo brilhante trabalho e belas imagens. sucesso

  8. Meu sonho fazer a rota das emoções estou pesquisando só posso em julho , nas férias escolares ,sou professora estadual,mais ir sózinha sai muito caro, compartilhando quarto duplex ou triplex sai bem mais em conta. Se alguém estiver na mesma situação que eu entre em contato. Só sei que vou. Agradeço as dicas.

  9. Fábio,
    Obrigada por essa matéria fantástica, realmente é difícil encontrar essas informações e também opções para quem quer ir sem agência.. tenho umas perguntinhas?! Você se lembra o gasto total da viagem(sem contar o voo), esse “1000,00” por pessoa já está incluso a hospedagem? Desculpa a pergunta, mas fiquei com esta dúvida!

    Obrigada

    1. Oi, Thayná. Que legal, ficamos muito felizes em ajudar. Sobre o valor, nós só colocamos na conta mesmo o transporte, para poder comparar opções de transporte. A hospedagem custa em média R$ 200,00 a diária, mas varia muito de acordo com a sua opção de pousada. Abraço grande.

  10. Olá boa tarde,

    Tenho planos de fazer esse roteiro (via agência), mas meus planos é para ir sozinha.
    É seguro? Em sua viagem conseguiu observar viajantes “solo”?

    1. Oi Isabella. É uma viagem segura sim, não vejo muitos problemas. Mesmo que você não faça o roteiro via agência, para a maioria dos transfers e passeios você estará em grupo, então até dá para fazer amizades e conhecer outras pessoas. Abraços.

  11. Ola FAbio, sou Italiano y visitare’ por primeira vez Brasil en Julio con mi familla .
    mi idea es pasar dos dias en Barreirinhas, 2 en Atinis 2 en Parnaiba y una semana en Jericoacora.

    quisiera tu opinion si es mejor visitar tambein Santo Amaro.

    muito obrigado por tus consejos.

    saludos
    Giovanni

  12. Oi Fábio, Oi Cleber.
    ADORO o canal de vcs. As imagens são lindas e as dicas muito úteis.
    Estamos planjando uma viagem agora no final de julho.
    Tenho algumas perguntas:
    1) tem caixa eletrônico nas cidades? Da pra usar cartão de crédito?
    2) vcs aconselham levar snorkel, nadadeiras e máscaras?
    3) qual o conselho de vcs com relação a bagagens?
    4) tem muito mosquito?
    5) como essas praias da rota são consideradas como spots de kitesurfe deve ter muito vento, não?
    6) vcs conhecem Icaraizinho ? E Barra Grande? Vale a pena?
    Última pergunta: qual a temperatura da água nas praias e nos lençóis?
    Obrigada,
    Um abraço,
    Mônica

    1. Oi, Monica. Que legal, obrigadão pelo comentário e pelo carinho. Vamos às respostas.

      1 – Na maioria delas tem caixa eletrônico e eles aceitam cartão de crédito.
      2 – Não levamos snorkel, acho desnecessário
      3 – Bagagens: o mínimo possível, é praia e faz calor.
      4 – Leve repelente para garantir, mas não lembro de ter muito mosquito.
      5 – Sim, tem muito vento. São ótimas para kitesurf, especialmente Atins e Barra Grande.
      6 – Não conhecemos nem Icaraizinho nem Barra Grande, mas para quem curte kite vale a pena assim.
      7 – Temperatura da água: não chega a ser morna, mas não é gelada, dá para curtir bem.

      Beijão.

  13. Muito legal a matéria!!! Vai ajudar muito no meu planejamento….Fábio, na média fazendo por conta você gastou R$2.500,00 por pessoa assim como nas agências ?

    1. Oi, Mariselma. Muito obrigado. Nossos gastos foram menos que R$ 1.000,00 para 2 pessoas. Veja no subtítulo “Rota das Emoções sem carro: transporte público e transfer”. Abraços.

  14. Muito bem feita a matéria. Vai ser de grande ajuda no meu planejamento.
    Gosto quando informam a quantidade de dias ideal.

  15. Que reportagem MARAVILHOSA! Parabéns! Estou pesquisando sobre os melhores (e mais em conta kk) lugares pra ir com a minha família e é a primeira vez que eu acho um site com reportagem tão completa, com dicas pra ir com agência e por conta própria. Parabéns, ajudou bastante

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.