Passeios nos Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Povoado do Rio Preguiças

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino

Em 2019, fizemos a Rota das Emoções, um roteiro que inclui os Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara na mesma viagem.  Já tínhamos visitado a região em 2018, mas como toda viagem reserva algumas surpresas, nessa nova viagem conseguimos fazer dois novos passeios nos Lençóis Maranhenses, ambos a partir de Barreirinhas.

Nossa viagem pela Rota começou nos Lençóis Maranhenses e tivemos duas experiências bem diferentes e incríveis por lá.

Uma delas foi o nascer do sol nas dunas do Circuito Lagoa Azul. O diferencial desse passeio é que chegamos antes de todo mundo e conseguimos curtir algumas horas de dunas e lagoas exclusivamente para o nosso grupo. Imperdível.

A outra experiência foi um passeio de barco pelo Rio Preguiças. Mas ao invés de irmos até a foz (o passeio tradicional passa pelos povoados de Vassouras, Mandacaru e Caburé), fomos contra a correnteza, conhecer a Comunidade do Marcelino. É lá que encontramos o artesanato da Sônia, que trabalha com a fibra do buriti e produz bolsas, chapéus e acessórios lindos com essa matéria prima típica da região.

Para quem viaja pela primeira vez aos Lençóis Maranhenses, recomendamos optar pelos passeios básicos a partir de Barreirinhas. Mas para quem tem mais tempo ou quem busca passeios alternativos, essas são ótimas opções.

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino

Conheça dois passeios menos conhecidos mas não menos incríveis a partir de Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses

 

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Nascer do sol nos Lençóis Maranhenses, uma das experiências incríveis para se fazer em Barreirinhas

1 – Passeio para ver o Nascer do Sol nas Dunas dos Lençóis Maranhenses

Você toparia acordar 3h30 da manhã para assistir o nascer do sol nos Lençóis Maranhenses? Quando o despertador tocou às 3h da manhã, logo pensei: “será que isso vai vale a pena?”. Fui tomar banho e me arrumar, sem que o dia não tivesse amanhecido.

O caminhão da Caetés Expedições, Turismo e Aventura nos buscou na pousada às 3h40 e fomos pegando o resto do pessoal.

A Toyota, ou jardineira, é o carro típico para os deslocamentos no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, já que os caminhos são de terra ou areia e um veículo 4×4 é imprescindível.

Depois de uma travessia de balsa e cerca de 45 minutos de sacolejos no escuro (prepare-se pois sacoleja bastante), chegamos na entrada do Circuito Lagoa Azul. O passeio preparado pela Caetés pode tanto ir para o Circuito Lagoa Azul como para o Circuito Lagoa Bonita, fica a escolha do freguês.

Chegada no Circuito Lagoa Azul

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Dunas desertas e ainda intocadas no passeio para ver o nascer do sol nos Lençóis Maranhenses

Quando chegamos, o céu já esboçava alguma luminosidade e as cores começaram a aparecer. E que cores. Sou mais fã do pôr do sol, até mesmo pela facilidade, mas o nascer do sol também é incrível.

Uma das grandes vantagens desse passeio é chegar nos Lençóis Maranhenses antes de todo mundo.

Diariamente, desembarcam cerca de 200 veículos para conhecer as dunas e lagoas do parque. Chegar antes de todo mundo é com certeza um diferencial.

Mas não estamos falando apenas de chegar antes, mas de ficar o tempo inteiro sem que ninguém chegue por lá. Ficamos por lá até às 9h da manhã, horário em que começam a chegar os outros turistas por lá.

O Nascer do Sol nas Dunas

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Dunas e lagoas no Circuito Lagoa Azul

O nascer do sol em si foi meio tímido e escondido atrás das nuvens. Uma pena. Mas mesmo assim, a experiência de poder curtir as lagoas do parque de forma exclusiva, é inesquecível.

Lembrando que nossa viagem foi no mês de novembro, época em que as lagoas já tinham seu volume bastante reduzido. Ainda assim, havia algumas lagoas onde dava para aproveitar um banho bem no rasinho. A melhor época para encontrar as lagoas cheias são nos meses de maio a setembro.

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Em novembro, nível das lagoas estava baixo, mas ainda assim a paisagem é inesquecível

Já totalmente despertos com tanta beleza, o pessoal da Caetés preparou um café da manhã bem gostoso, com pães, frios, frutas, sucos, café e doces. Afinal a gente nem tomou café da manhã antes de sair da pousada.

Mas o melhor é que ainda chegamos de volta na pousada antes das 10h da manhã, e depois de tudo isso, ainda deu para curtir um pouco do café da manhã da pousada. E ainda aproveitar o restinho da manhã tirando uma soneca na piscina, que tal?

Valeu a pena? Lógico que sim. E você, toparia?

FICHA TÉCNICA

Passeio: Nascer do Sol Circuito Lagoa Azul ou Circuito Lagoa Bonita
Agência: Caetés Expedições
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: chegar nas dunas antes de todo mundo é uma oportunidade de conhecer os Lençóis Maranhenses em estado virgem
O pior: acordar cedo é um perrengue, e o pior é que nem sempre o nascer do sol está garantido (no nosso caso, nasceu entre nuvens)
Ano: 2019
País: Brasil
Avaliação: ★★★★★
Duração: 5 horas
Preço: a partir de R$ 176,00 por pessoa

2 – Passeio Cultural pelo Rio Preguiças

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
A simples porém simpática recepção do Povoado Marcelino aos visitantes

Quem faz o passeio tradicional pelo Rio Preguiças passa pelo Povoado de Vassouras, com venda de artesanato e aquele famoso encontro com os macaquinhos (cuidado com as bolsas, eles atacam sem dó nem piedade).

Mas essa parada já ficou mega turística e para quem busca experiências mais autênticas, uma alternativa é fazer um passeio cultural pelo Rio Preguiças.

Esse passeio segue contra a correnteza, rumo a sua nascente. No caminho, é possível encontrar comunidades e conhecer o processo de fabricação artesanal da farinha de mandioca (no povoado de Tapuio), por exemplo.

Comunidade do Marcelino

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
O buriti, matéria prima do artesanato local, domina as margens do Rio Preguiças

Nossa parada foi na Comunidade do Marcelino, onde é possível conhecer o processo de produção de artesanato através da fibra do buriti. O buriti é uma palmeira muito comum nas margens do Rio Preguiças.

A comunidade está muito bem organizada, através da Cooperativa dos Artesãos dos Lençóis Maranhenses, que reúne trabalhadores de diversas localidades da região. A comunidade de Marcelino é uma delas e é a Sônia quem nos apresenta o artesanato do buriti.

O trabalho contou com o apoio do Sebrae do Maranhão, através do Programa de Artesanato, que capacitou as artesãs. Quando chegamos, a gente nota que elas já sabem como receber o turista e demonstrar o seu trabalho. Mas ainda é tudo muito simples e autêntico.

O Artesanato da Fibra do Buriti

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Acompanhamos as fases da produção do artesanato com a fibra do buriti

As artesãs primeiro extraem o linho da fibra do buriti. O linho é a parte mais nobre da fibra, que logo na sequência é tingida com produtos naturais, como açafrão e urucum. O resultado são cores fascinantes, e ficamos boa parte do tempo admirados com as cores atingidas.

Ao vivo e com muitas cores, acompanhamos todas as fases do processo, e até podemos fazer algumas delas, com extrair o linho da fibra do buriti. O processo de tingimento também pode ser acompanhado, mas para secar, o linho tem que permanecer no sol por cerca de 5 horas.

Obviamente, é possível ver o resultado de tudo isso. No espaço estão os diversos produtos decorrentes desse artesanato, como bolsas, chapéus, colares, flores e objetos de decoração. Incrível.

Na fachada da casa (com uma bela pintura de um artista local), ainda registramos uma foto de todos juntos.

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
A linda fachada da casa da Sônia, no Povoado Marcelino

Em volta de nós, a rotina da Comunidade do Marcelino seguia normalmente. As pessoas nos receberam com um carinho discreto e nada invasivo. Para quem quer conhecer a rotina das pessoas que vivem na região dos Lençóis Maranhenses e Barreirinhas, muito além de pontos turísticos famosos, essa é uma experiência imperdível.

FICHA TÉCNICA

Passeio: Passeios Culturais – Comunidades de Tapuio e Marcelino
Agência: Vale dos Lençóis
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: turismo de experiência que permite conhecer pessoas do local e seu artesanato
O pior: se você tiver poucos dias nos Lençóis Maranhenses, pode ser mais recomendado fazer o passeio pelo Rio Preguiças tradicional que inclui mais destinos interessantes
Ano: 2019
País: Brasil
Avaliação: ★★★
Duração: meio período
Preço: a partir de R$ 500,00 (por voadeira, até 6 pessoas)

Leia também:

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino
Nosso grupo na voadeira, percorrendo o Rio Preguiças

Nota: O Viagens Cinematográficas recebeu o convite para visitar a Rota das Emoções pelo Sebrae (os três Estados foram envolvidos), em conjunto com a Prisma Consultoria, dentro do programa Investe Turismo do Ministério do Turismo. Os passeios fizeram parte do roteiro e foram uma cortesia.

Salve no Pinterest para consultar depois

Passeios no Lençóis Maranhenses: Nascer do Sol nas Dunas e Passeio de Barco no Rio Preguiças até o Povoado de Marcelino

 

4 comentários

  1. Esse dia foi INESQUECIVEL! O nascer do sol nos Lençóis Maranhenses entrou pra lista dos meus favoritos! Eu nunca vou esquecer aqueles tons de rosa nas dunas, logo antes do sol subir! As nuvens atrapalharam um pouquinho, mas mesmo assim foi lindo, lindo!

  2. Estou doido querendo fazer a Rota das Emoções. Acompanhei a trip de vocês, e mori! Nosso Brasil é tão maravilhoso em belezas, né?

  3. Como sempre, um relato rico e instrutivo sobre este que um dos destinos turísticos mais belos do Brasil. Como é bom “viajar” com Viagens Cine, e poder contar informações cuidadosamente escolhidas por você Fábio. Obrigada!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.