Paris: Um Roteiro na Montmartre do filme Amélie Poulain

Nossa viagem de 2015 para a Europa começou em Paris, mas especificamente em Montmartre. O bairro se revelou uma ótima opção de onde ficar em Paris.

Como você já viu por aqui, no post 10 Filmes de Viagem na França e Itália, organizamos uma viagem pela Europa guiada por alguns dos meus filmes de viagem prediletos. O primeiro filme da lista é o incrível “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, com várias locações em Montmartre.

Durante a viagem, recuperei um antigo hábito que estava me fazendo falta. No final de cada dia escrevi um diário de tudo o que aconteceu, e vamos compartilhar dia a dia esses relatos por aqui, começando pelo nosso primeiro dia em Montmartre. A ideia de escrever durante a viagem é procurar enriquecer ainda mais o diário com as sensações e experiências da viagem.

Ainda que sejam relatos super pessoais, acredito que, como em outras viagens, nossa experiência possa ajudar você numa futura viagem. Ou simplesmente pode te transportar para viajar um pouco, junto com a gente.

Paris – O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain – Roteiro e Mapa

Uma Visita ao Cafe des Deux Moulins, Muro Eu Te Amo e Sacré-Couer

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Montmartre é um dos bairros mais típicos de Paris, em detalhes como a saída da estação Abbesses do metrô

Retornar a Paris é sempre uma delícia. A primeira vez que conheci a cidade eu estava sozinho, mesmo assim foi uma delícia. A segunda vez levei o Cleber para conhecê-la e da terceira vez fomos com o nosso amigo Alex.

Portanto, essa é a quarta vez que vou para lá, mas lógico, Paris é inesgotável e merece muito mais visitas. Tem gente que vai todo ano.

Transfer do Aeroporto Charles de Gaulle para Paris – Como Chegar

Antes de mais nada, cabe contar que para chegar em Paris a partir do aeroporto Charles de Gaulle, recebemos o apoio sensacional do pessoal da França entre Amigos, que foi buscar a gente no aeroporto e fez nosso translado até o hotel em um carro incrível.

Em geral eu procuro mesmo ir de transporte público para o hotel, mas é sempre muito estressante na chegada. Agora que eu conheci esse serviço de transfer, vai ser difícil não usar novamente.

Onde Ficar em Paris: Hotel Barato em Montmartre

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Quarto no Hotel de Clermont, em Montmartre, uma boa opção de hospedagem em Paris

Nessa quarta viagem, a proposta era visitar algumas locações cinematográficas, e logo na chegada já fomos conhecer o Cafe des 2 Moulins, em Montmartre. O café fica a apenas 2 quadras do nosso hotel, o simples porém aconchegante Grand Hotel de Clermont.

Apesar do quarto ser eficiente, o duro foi encarar três lances de escada em espiral e super apertada até o quarto. O recepcionista disse que não podia ajudar no check-in, mas que ajudaria a carregar a mala na saída. Falou a mesma coisa para outro casal que chegou logo na sequência.

O hotel não tem café da manhã e nem frigobar no quarto, o que atrapalha um pouco o começo do dia. É preciso tomar café da manhã na rua. Mas nas redondezas existem inúmeras opções, como o Le Pain Quotidien (mais caro) ou os cafés na Rue des Abbesses.

Achamos o Grand Hotel de Clermont uma boa relação custo-benefício em Paris (EUR 85,00 a diária, para 2 pessoas). Localização perfeita, perto de vários mercadinhos ou supermercados maiores como a rede Monoprix, além de estações de metrô. O wi-fi funcionou bem durante toda a estadia e o quarto tinha armários e espaço suficiente para guardar nossas coisas.

Ou seja, no final das contas, apesar de alguns problemas, o hotel foi uma boa opção de hospedagem.

Consulte hotéis e pousadas em Paris

Clique aqui para consultar valores, disponibilidade e opções de hospedagem em Paris, como o Grand Hotel de Clermont, hotel que ficamos hospedados.

Fazendo a reserva nesse ou em qualquer outra hospedagem no Booking.com através de nosso link, você colabora com o nosso trabalho e não paga nada além por isso.

Locações do filme Amélie Poulain

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Cena do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, que locações no bairro de Montmartre, em Paris

Nosso roteiro de viagem foi inspirado por algumas obras cinematográficas, o projeto 10 Filmes e Destinos de Cinema pela Europa.

As relações entre o cinema e as viagens sempre foram um dos principais motes de nosso blog.

Mas essa foi a primeira vez que viajamos efetivamente motivados pelos filmes, como movietrotters, um termo que costuma designar quem concilia essas duas paixões e vai atrás das locações cinematográficas.

Para usá-los como motivação, era importante que os filmes fossem arrebatadores.

Por isso, pedi uma ajuda para minha amiga Fran Mateus do blog Viagem de Cinema e fui buscando os filmes que eu queria usar como inspiração nessa viagem.

“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” foi o primeiro filme que consegui destacar nessa lista. E nossa viagem começou justamente por ele.

1 – Cafe des 2 Moulins

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Fachada do Cafe des 2 Moulins, localizado na Rua Lepic, em Montrmartre

“Amélie Poulain gosta dos pequenos prazeres: enfiar a mão no caso de cereais, quebrar a cobertura do Crème Brûlée com a colher ou jogar pedras no Canal de Saint Martin.”

Logo no início do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” (Le fabuleux destin d’Amélie Poulain, 2001), as locações já se multiplicam. O bom é que o filme é coerente em acrescentá-las. Grande parte das cenas está no bairro de Montmartre ou no entorno dele.

A locação mais relevante é mesmo o café onde a protagonista trabalha, a simpática Amélie Poulain (Audrey Tautou). É o Café des Deux Moulins (o filme mostra a sua fachada e seu interior). É ótimo saber que na realidade, o destino lembra muito o do cinema. 

Independente da locação cinematográfica, o lugar entrou na lista dos 10 melhores cafés de Paris pelo The Guardian.

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Cleber e eu no Café des 2 Moulins, locação do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”

O filme já virou cult e o café também. O lugar está bem parecido com o filme e conta com um poster do filme que faz com que Amélie não seja esquecida. No banheiro, o cliente encontra alguns anões e fotos da viagem do anão pelo mundo, exatamente como aconteceu no filme. Vale a pena a visita, além do atendimento no café ser super simpático.

Um dos melhores cafés de Paris

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
O ambiente reflete bem o cenário do filme, mas a atmosfera é animada e completamente diferente

Ao entrarmos, a primeira diferença. Ao contrário de um café simples e quase sempre deserto, o lugar é fervilhante. A segunda diferença é que não existe uma tabacaria. Mas foram essas as poucas diferenças que notamos.

A decoração é praticamente a mesma, até mesmo nos detalhes. Era como se estívessemos entrando no filme e a qualquer momento Amélie iria aparecer para nos servir. Ao invés dela, uma garçonete bonita e também simpática (porém não tão meiga) foi nossa Amélie.

Combo Amélie

Pedimos dois pratos que estavam saborosos e os preços dentro da média de Paris, talvez um pouco acima do normal, afinal não estávamos em um lugar comum.

Para quem não estiver faminto como era o nosso caso, vale somente pedir o Combo Amélie (€ 8,50), que inclui um café e o famoso Crème Brûlée para quebrar a cobertura com a colher. É um ritual por lá.

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
O combinado Amélie tem o café e o Crème Brûlée para você quebrar a cobertura, um dos gostos preferidos da personagem

Antes de pagar a conta, dei uma passadinha no banheiro, que digamos é um dos pontos mais interessantes do local. Na entrada, há uma espécie de santuário para a personagem, com várias fotos e anões de jardins, exatamente como aquele que ela roubou da casa do pai e colocou para viajar pelo mundo.

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
O banheiro traz uma homenagem para Amelie e ao famoso anão de jardim do filme

Na hora de pagar a conta nos restaurantes na França, fica a dica. Ao contrário dos americanos, eles não esperam gorjeta (o serviço dos garçons já foi incluso nos preços). Não é preciso dar 10% de serviço, mas lógico uma pequena gorjetinha sempre será bem-vinda.

FICHA TÉCNICA:

Café e Restaurante: Cafe des 2 Moulins
Direção: 15 Rue Lepic, Montmartre | Paris
Produção: 15 € média dos pratos, 8,50 € o combinado de café com creme brulée
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: o fato do ambiente estar bem próximo do filme e ainda com menções à Amélie Poulain é uma ótima experiência cinematográfica
O pior: poderia falar dos preços, mas acho que eles não estão muito fora do que é cobrado em Paris, mas é possível que existam melhores restaurantes com preços similares
Ano: 2015
País: França
Avaliação: ★★★★

2 – Um roteiro a pé por Montmartre

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Escrita em todos os idiomas, a frase Eu Te Amo é destaque no muro Je T’Aime

Enfim, apesar do gostoso almoço e Café des 2 Moulins (há no cardápio também a opção de um menu a la Amélie, que inclui um creme bulée para você quebrar a casquina), o restante do dia não foi tão proveitoso.

Eu tinha todo um roteiro de locações para visitar em Montmartre e arredores, como o Canal Saint-Martin e obviamente a Basílica de Sacré-Couer. Mas a chuva atrapalhou.

Fizemos um roteiro a pé pelo bairro de Montmartre e nos encantamos com a Rue des Absesses, bem pertinho do nosso hotel (no final da Rue Lepic, onde está localizado o 2 Moulins). A rua termina na praça Abbesses, onde vale prestar atenção na saída da estação de metrô.

Muro do Eu te Amo (Le Mur des Je t’Aime)

Logo em seguida confira o Muro do Eu te Amo (Le Mur des Je t’Aime), em que a frase Eu Te Amo é escrita em várias línguas.

O Muro Je T’Aime está localizado na Praça Abbesses, num pequeno e agradável parque, o Square Jehan Rictus. A frase “Eu Te Amo” está escrita em mais de 300 línguas. Idealizado por Fredéric Barón, para inicialmente 80 frases. Aos poucos, ele começou a ampliar o acervo e depois convidou a artista Claire Kito para a caligrafia das frases. A concretização final veio através da ocupação de um espaço de 40 metros quadrados com 612 azulejos. O acesso é grátis. 

Vale também uma passadinha no Le Moulin de la Galette, um restaurante histórico já pintado por Renoir, Toulouse-Lautrec e até Picasso. No almoço existem opções de menu que vão de 15 a 29 euros. Para o jantar, os pratos principais giram em torno de 20 a 25 euros.

Se você seguir pela Rue Norvins, chegará na Place du Tetre, com vários restaurantes e lojas de souvenirs, e logo em seguida na Sacre-Couer, sem precisar subir a escadaria ou pegar o funicular.

Veja o roteiro a pé que fizemos por Montmartre com todos os pontos que visitamos no mapa abaixo. Clique no link para visualizar com mais detalhes ou imprimir o mapa no Google Maps.

Quando chegamos afinal na Sacre-Couer, o que seria o ponto alto de nosso passeio, começou a chover. E voltamos ensopados para o quarto do hotel.

E embora estivéssemos viajando em junho, ou seja, praticamente verão por lá, a chuva e o frio nos deixaram praticamente congelando. Ou seja, vá sempre preparado para o frio (e para o calor), não importa a estação. 

De qualquer forma, já deu pra ter uma ideia de como Montmartre é um bairro bem gostoso para se hospedar e passear, cheio de vida noturna frequentada pelos próprios parisienses e também por turistas, além de lugares charmosos como a Place du Tertre.

Mas esse foi somente nosso primeiro dia de viagem, nos próximos exploramos melhor Montmartre (com visita a igreja de Sacre-Couer e ao famoso Moulin Rouge) e também encontramos dias lindos de sol logo no dia seguinte, na maravilhosa visita aos jardins de Monet, em Giverny.

3 – Pôr-do-Sol na Basílica de Sacré-Couer

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
Sacre-Couer possui muito movimento nos finais de tarde, muita gente vai até lá para conferir o pôr do sol

O resto de nossos planos para visitar locações do filme em Paris foi meio frustrado por falta de tempo. Não sobrou tempo para ir até o Canal Saint Martin ou até a Gare de l’Est, nem conferir se eu achava alguma cabine de fotografias.

Ainda assim, não poderíamos deixar de ir até a Basílica de Sacré Cœur (Sagrado Coração). É na frente da igreja que ocorre um jogo de gato e rato proposto por Amélie e seu interesse amoroso, o colecionador de fotografias de cabines vivido por Mathiew Kassovitz.

Se você estiver começando por aqui (estações de metrô mais próximas são Anvers ou Abbesses, essa última vai te garantir um passeio mais charmoso) aproveite para comprar souvenirs de Paris: há várias lojas e os melhores preços. Mas é tudo meio massificado, não espere nada muito original.

Subindo até a Sacré-Couer

Em outro dia, tentamos novamente ver o pôr do sol na Sacré-Couer.

Nossa visita começou na base da igreja, na Place Saint-Pierre. Como a Sacré Couer está no alto de um morro, para chegar até ela existem vários caminhos, mas os principais são uma escadaria (Rue Foyatier, 234 degraus) e um funicular.

Mas o melhor mesmo é seguir os passos de Amélie, e ir subindo pelo parque, o Square Louise Michel, com belos jardins e gramados.

Na base dele está um parque de diversões meio abandonado, ao contrário do lugar vivo e com carrossel em funcionamento mostrado no filme. Uma pena. Também não há flechas azuis no chão, mas não tem erro: pode ir seguindo as rampas e escadarias até o topo.

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa
O lugar encontro dos protagonistas do filme estava meio abandonado e sem cabines telefônicas

Pôr do Sol na Sacré-Couer

O parque é um dos lugares mais disputados para conferir o pôr do sol em Paris. São vários gramados e escadarias até se chegar ao topo, na própria Sacré-Couer.

A vista do alto da Sacré-Couer pode ser decepcionante, já que não se avista a Torre Eiffel. O único lugar onde é possível vê-la é o no canto direito, subindo em um muro entre grades e mesmo assim, a vista é por entre prédios e telhados de Paris.

O melhor mesmo fica para o local, que fica cheio de vida e de gente nos finais de tarde. Vale a pena dar uma conferida no movimento (e dar uma esticadinha noturna por Montmartre no entorno da Place du Tertre) e, lógico, entrar na basílica. Mas não espere muito da paisagem.

Paris - O que fazer na Montmartre de Amélie Poulain - Roteiro e Mapa

FICHA TÉCNICA:

Destino: Mirante e Escadarias para a Basílica de Sacré-Couer
Direção: 35 Rue du Chevalier de la Barre, Montmartre | Paris
Produção: Grátis
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: o parque, as escadarias e os mirantes garantem uma visão ampla do céu e das casas de Paris e atraem muita gente no pôr do sol. Se o céu estiver bonito, aproveite!
O pior: a vista é muito distante e não há muitos pontos de interesse. O principal de Paris, a Torre Eiffel, não é vista das escadarias. Mas definitivamente existem outros mirantes melhores para conferir Paris.
Ano: 2015
País: França
Avaliação: ★★★

Confiram também o vídeo de nosso primeiro dia de viagem.

Sugerimos a leitura: 
O que fazer na Europa: Dicas e Roteiros Imperdíveis

Leia também:

 

Tags:

1 comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.