Ilha de Páscoa – La Isla Bonita

Nesse post, apresentamos um texto do nosso leitor convidado, Leonardo Assumpção, que conheceu a Ilha de Páscoa e resolveu compartilhar conosco as suas impressões e dicas sobre o local.

Acho que não há dúvida de como o destino é cinematográfico. Mas para resolver de vez a questão, o filme Rapa Nui (Rapa Nui, 1994), dirigido por Kevin Reynolds, é um bom indicador. Rapa Nui é o nome original da Ilha de Páscoa. Baseado em lendas da ilha, o filme retrata alguns rituais antigos do local, como a busca dos ovos de determinado pássaro. Além da trama principal, o filme também estabelece algumas hipóteses de como os famosos moais da ilha foram construídos.

O filme começa com um belo plano sequência em que a câmera avança pelo mar até chegar na Ilha de Páscoa e encontrar os moais e sua paisagem característica. A crítica, no entanto, não foi muito favorável ao filme.

De qualquer forma, Leonardo teve a oportunidade de conhecer o destino cinematográfico pessoalmente. Vamos conhecer o seu relato?

Conheça o ponto mais remoto do Planeta Terra

Guest Post: La Isla Bonita – Ilha de Páscoa

de Leonardo Assumpção

Nunca pensei na minha vida que um dia iria conhecer a Ilha de Páscoa (ou Rapa Nui).

Um lugar que sempre fez parte do meu imaginário… Ano passado estava com tudo pronto para fazer mais uma viagem a Santiago quando um amigo recém-chegado de Páscoa me disse: “Léo, você precisa conhecer aquele lugar!”.

Não pensei duas vezes… mudei meus planos e inclui Ilha de Páscoa no roteiro. Foi a melhor coisa que fiz na vida.

Já viajei bastante e conheci muitos lugares, mas nenhum deles me proporcionou o que a Ilha de Páscoa me proporcionou. Só quem já esteve lá me entenderia… então programe-se e vá conhecer o ponto mais remoto do Planeta Terra.

Conheci um casal de australianos lá e eles definiram bem o que é estar na Ilha de Páscoa: “Easter Island is a place that you have to be once in a lifetime”.

Como Chegar

Só uma companhia aérea voa para lá: a LAN Airlines. Com a fusão da LAN com a TAM, é possível comprar o bilhete pelo site da empresa brasileira.

Como a passagem para a Ilha de Páscoa não é das mais baratas, você pode emitir bilhete usando o programa de fidelidade da TAM.

Só existe um voo diário de Santiago para lá, que costuma sair pela manhã.

A duração do voo de Santiago até a Ilha de Páscoa é de aproximadamente 5 a 6 horas (pode variar por causa da direção do vento). Eu paguei US$ 850,00 pelo trecho Santiago – Ilha de Páscoa – Santiago.

O aeroporto Mataveri fica em Hanga Roa (capital da Ilha de Páscoa e única cidade da ilha) e tem uma pista de pouso gigantesca! Já foi pista de pouso de ônibus espacial da NASA!

No próprio aeroporto você já pode comprar o ingresso para visitar os sítios arqueológicos de Orongo e Rano Raraku. Valor do ingresso: US$ 50,00. Se você deixar para comprar na entrada dos parques pagará US$ 60,00.

 

Onde ficar

Hospedagem na Ilha de Páscoa não é das mais baratas. Eu consegui pelo site do Booking.com um preço bacana para 4 diárias no Tupa Hotel: US$ 360,00 com café da manhã (cerca de US$ 90,00 a diária, o que é um valor baratíssimo para os padrões da ilha).

O hotel ainda oferece um serviço de traslado do aeroporto até o hotel, o que já quebra um galho.

Hanga Roa é uma cidade minúscula: a cidade se resume a duas avenidas: a principal (Atamu Tekena) e a avenida beira-mar (Policarpo Toro). Outra ruazinhas espalham-se entre as duas. Apesar de compacta, um mapa ajuda bastante, onde você vai encontrar tudo o que há por lá: farmácia, supermercado, correios, etc.

Levar um mapa é importante porque nem as casas e estabelecimentos comerciais têm números rs.

O mapa de Hanga Roa que orientou a viagem do Leonardo

Quantos dias ficar

Optei por 5 dias (4 noites) na ilha que foram mais do que suficientes (na verdade achei ideal). Deu para fazer todos os passeios e voltar a outros pontos como a Praia de Anakena (belíssima e de água geladíssima).

Praia de Anakena, tão linda que acabei visitando duas vezes. Foto: Leonardo Assumpção

Meu primeiro dia foi mais para conhecer o centro da cidade, comer alguma coisa e procurar uma agência de viagem para comprar os passeios dos próximos dias.

O voo chegou após o horário do almoço, por volta das 14h (horário da Ilha de Páscoa – existe uma diferença de fuso horário de 3 horas).

Quanto dinheiro levar

A ilha é caríssima! Você pode comprar comida, água e refrigerante em algum dos supermercados de Hanga Roa ou optar por coisas mais em conta como comer empanadas!

Leve dinheiro em espécie (pesos chilenos ou dólares). Eu calculei uma média de CLP $ 400.000 (pesos chilenos), o equivalente a cerca de US$ 700,00, para ficar 5 dias na ilha.

Existe um caixa eletrônico do Santander na ilha. E se você pretende alugar um carro tenha em mãos um cartão de credito internacional.

Você pode comprar lembrancinhas no próprio aeroporto ou mesmo no centro de artesanato que fica
no centro de Hanga Roa.

Onde comer

Existem ótimos restaurantes como, por exemplo o Hetu’u, mas prepare o bolso! Um jantar pode sair por mais de R$ 400,00 com certeza.

Onde comer bem e em conta (para os padrões da ilha): Makona, Club Sanduich, Empanadas da Tia Berta, La Kaleta.

Quando ir

Optei por ir em outubro e o tempo estava bem agradável.

A ilha tem um clima tropical úmido, faz bastante calor, mas de repente o tempo fecha, cai uma chuva, esfria  e…. o sol aparece de novo! Junho é o mês mais chuvoso. Deve ser evitado, embora a chuva seja uma constante na ilha.

Levar roupas leves, um bom par de tênis e uma capa de chuva.

O que fazer na Ilha de Páscoa

Rano Kau, um dos vulcões da Ilha de Páscoa. Foto: Leonardo Assumpção

Para quem viaja sozinho como eu (e não dirige) a melhor opção é procurar uma das inúmeras agencias de viagens espalhadas pela ilha e comprar os passeios.

São 03 os pacotes básicos:

1) Passeio de meio dia: Orongo (US$30);
2) Full day: Rano Raraku, Akahanga, Ahu Tongariki, Anakena e Te Pito Kura (US$40);
3) Passeio de meio dia: Ahu Akivi e parte central da ilha (US$30).

Rano Raraku e uma vista incrível para Aku Tongariki e seus 15 moais enfileirados. Foto: Leonardo Assumpção

Outro passeio imperdível é ver o nascer do sol no Ahu Tongariki, mas é preciso acordar muito cedo, ainda com dia escuro. (US$ 40,00).

Acabei conhecendo uma argentina e um espanhol e fizemos amizade por lá e alugamos um carro (na Agência Insular, onde também comprei todos os passeios) para passear por outros pontos da ilha e voltar a belíssima praia de Anakena!

Assistir a um show folclórico é imperdível! Optei pelo mais tradicional da ilha: Kari-Kari.  As apresentações acontecem todas terças, quintas e sábados às 21:00. Valor (US$25). Solicitar reserva no hotel.

Leonardo participando no show folclórico do Kari-Kari

O pôr do sol na Ilha de Páscoa é um daqueles momentos inesquecíveis, e o melhor de tudo: de graça!

O melhor lugar para assistir ao pôr do sol é no Tahai. Todos os dias eu caminhava pela avenida principal da cidade em direção ao cais.

Pôr do sol no Aku Tahai. Foto: Leonardo Assumpção

Não deixe de passar nos correios e pegar o seu carimbo no passaporte. Uma recordação inesquecível deste lugar incrível.

  

E não pense que a ilha se resume só aos moais! Acho que é um conjunto de coisas (os moais, as praias, as cavernas, paisagem, as pessoas, etc…) , mas acima de tudo é a energia daquele lugar… indescritível. Programa-se: vale muito a pena conhecer Rapa Nui.

Texto e Fotos: © 2014 Leonardo Assumpção


Sobre o autor convidado

Leonardo Assumpção, 36 anos, é bibliotecário, adora viajar e conhecer lugares fora do comum.

 


Nota do Editor:

A viagem do Leonardo foi planejada com a ajuda do blog Andarilhos do Mundo. Confiram a série de posts dos Andarilhos, que é uma referência para quem vai para a Ilha de Páscoa.

E já entrou na minha wishlist de destinos cinematográficos.

Leia também:
O que fazer no Chile: Principais Pontos Turísticos

10 comentários

  1. Hoje que eu vi esse post, gente! Que lesado e atrasado que eu sou! Obrigado gente, por linkarem a gente e pelo carinho. Tua viagem foi super legal, Leonardo, meu deu vontade de voltar lá. Abração.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.